domingo, 4 de fevereiro de 2018

Quem muito falha acaba por sofrer. A nossa 1ª derrota.

Há jogos em que ganhamos á italiana e há outros em que perdemos á portuguesa-quem muito falha acaba por sofrer!! Em fim-de-semana de auto-flagelo chegou então a nossa 1ª derrota da época. Na Amoreira perdemos por, 2-0 mas fomos altamente penalizados. O VAR esteve bem ao invalidar outros dois golos, ao SCP e ao Estoril, e o jogo poderia ter tido muitos mais golos...para ambos. Perdemos por culpa própria e não pelo vento.


O Sporting perdeu o seu 1º jogo oficial e foi logo num jogo em que não merecia...apesar do futebol ser um jogo de erros. E aliás, prefiro perder assim do que roubado. É que neste jogo sei que perdemos porque falhámos muitas oportunidades de golo que nos dariam até um resultado avantajado mas quem muito erra acaba por sofrer. Foi gritante a quantidade de erros que a nossa equipa cometeu.
Jorge Jesus decidiu mexer na equipa também porque era obrigado a isso-Bas Dost está lesionado. Assim, Doumbia jogou na frente e Bruno César na ala direita-boa Jesus!! Este continua teimoso com a única posição em que Bruno César não joga mas não há nada para fazer. Burro velho não aprende!!
Equipa: Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Coentrão; William e Bataglia; Bruno Fernandes, Bruno César e Acuña; Doumbia.
Mas mais: preferimos ir buscar um avançado que está na pré.época mas um extremo direito...zero, bola, nada!! Boa! Aliás até fomos buscar um mas joga a 10. Mas não perdemos por causa disso.
Nós perdemos porque hoje, tínhamos os pés virados para a Lua.
O Estoril entrou melhor conquistando alguns cantos de rajada e com um meio campo super povoado sabendo que damos primazia ao jogo interior. Isso dificultava o nosso transporte de bola.
No Sporting era então preocupação não perder a bola no centro e na construção de jogo por isso em vez de ser William a construir foram os centrais que tentavam sair a jogar.
Mas os Leões acabaram por equilibraram a contenda e até tiveram oportunidades para marcar mas foi em 3 minutos que os canarinhos mudaram tudo. Primeiro num canto , o aviso já tinha sido feito, e depois num lance em que o jogador do Estoril chega sozinho na cara de Rui Patrício. Parecia fácil mas era um castigo tremendo e injusto, porém o futebol é mesmo isto, jogo de erros e neste caso fomos nós que falhámos mais.
O Sporting não podia baixar os braços e caiu em cima do Estoril e só não marcou por culpa própria. Coates e Bruno César falharam o mais difícil na cara do gr adversário antes do intervalo o que nos poderia ter dado esperanças na reviravolta mas o intervalo chegou com a crueldade no marcador.
Jorge Jesus que tinha colocado Bruno César na ala direita tinha muito que pensar pois só a nossa ala esquerda funcionava e isso por muito que não jogue o Gelson não pode acontecer nem JJ dizer nas conferências de imprensa.
Ao intervalo, saiu então Battaglia para a entrada de Montero para uma forte e esperada reacção do SCP. Com isto Bruno Fernandes recuou no relvado e Montero colocar-se-ia ao lado de Doumbia. E os resultados poderiam ter sido logo diferentes pois no recomeço de jogo o Sporting teve duas excelentes oportunidades. Primeiro por Coentrão que rematou por cima na ressaca de um canto e depois por Montero que ficou com um ressalto de bola que resultou de Doumbia se ter isolado. Incrível como se falham tantos golos! Estava no entanto, dado o mote para a 2ª parte.
E continuamos. Acuna por duas vezes com tudo para fazer golo na área adversária primeiro rematou para a defesa outra vez de Renan e na segunda rematou ao lado. A falhar daquela forma seria impossível vencer!!
Era por esta altura um massacre com cantos conquistados e muita posse de bola com oportunidades de golo mas estava difícil de acertar com a baliza do Estoril. O mal estava feito na 1ª parte do jogo.
Entretanto já tinha saído o tal ala direito que esteve 57 minutos em jogo sem ninguém ver e entrou para o seu lugar Rúben Ribeiro que veio dar outra qualidade ao nosso ataque. Demorou mas foi.
O Estoril não saia practicamente do seu meio campo mas quando saia era perigoso e ameaçava.
Aos 63´ minutos a ultima substituição do SCP: saiu Fábio Coentrão amarelado e entrou Bryan Ruiz. Com isto, Acuna recuou para lateral esquerdo e Bryan colocou-se na ala.
O Estorial cresceu então um pouco e com o Sporting a jogar mais com o coração apareceu na cara de Rui Patrício que se viu mais uma vez batido. No entanto, o VAR anularia, e bem, este golo. Teria sido um castigo enorme para o Sporting até porque este continuava a carregar e a causar perigo.
E assim foi , continuamos a criar imenso perigo junto da área adversária mas o desacerto era total. Do outro lado, era Rui Patrício que impedia outro golo do Estoril.
No fim o golo de Montero num livre marcado da esquerda mas este, também foi bem invalidado pelo VAR.
O Sporting foi então altamente penalizado e sentiu na pele a sua 1ª derrota da temporada mas porque foi ele próprio que assim o escolheu. Errámos demasiado e isso paga-se muito caro.
Não podemos errar tanto assim.
Consequência: fomos da liderança para o 3º lugar. Não poderia ser pior!!
Quanto aos nossos jogadores destacaria Rui patrício que não deixou avolumar o resultado perante tanto desacerto da nossa equipa. Acho que temos que rever alguns aspectos na nossa estratégia que continua a dar metades dos jogos de vantagem aos nossos adversários e isso hoje, foi crucial. Pois é, quando se é muito teimoso e perante tantos avisos o que se pode dizer? Continua assim JJ que vamos longe.
Agora diz-se que foi do vento.

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado.
AmorSporting no Facebook(link)
AmorSporting no Twitter(link)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: