terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

4 dias

Faltam 4 dias para a AG do nosso Clube que poderá definir para além da mudança dos estatutos e a regulamentação de um regulamento disciplinar a continuidade desta direcção. As opiniões e os argumentos dividem-se mas os sócios do Sporting terão de decidir se querem ou não que sejamos um clube de futuro ao mesmo tempo preparado para o presente ou um clube que teima em não passar esta barreira. E a meu ver, quem o deseja só se pode votar 3x sim e quem não o deseja 3x não. Esta é somente mais uma opinião.
Infelizmente faltam 4 dias não para um jogo do Sporting, eu sei - joga antes e depois, mas sim para uma AG que se tudo tivesse corrido bem á primeira, não teria sido marcada. E até isso não é consensual ou nada o é: ou não se deveria ter feito uma AG para discutir aqueles pontos agora, ou porque aqueles pontos foram impedidos de irem a votos, ou porque o presidente fez chantagem, ou porque deu poucos dias para se discutirem as alterações, ou porque abandonou a AG ...enfim...as opiniões são divergentes se bem que pelo que tenho lido elas se inclinam para o 3x sim.
No entanto, o facto é que de um momento para o outro, e mesmo esta direcção com 90% dos votos nas eleições, vemo-nos numa AG para decidir o futuro do nosso Clube, do projecto desta direcção, e só com um resultado possível de comemoração. Digam lá agora que esta não é uma boa chantagem do presidente! Ou isso ou gosta mesmo de sofrer....só pode.
O 3x sim e com 75% dos votos é portanto o único resultado que possibilitará a BdC e a esta direcção razão para festejarem mas se isso acontecer que pensem bem da próxima vez (até nisto o clube é inexperiente). Quanto aos outros se perderem acho que a guerra não termina por aqui. O que pode acontecer é ficarem mais simpáticos mas as batalhas seguir-se-ão com certeza (BdC nunca terá descanso). Já se vencerem esta batalha que pode significar o fim de uma guerra com BdC mas não com o próprio Sporting e sportinguistas, tudo cairá por água abaixo e ficaremos mais uma vez nas mãos dos que nos fizeram tanto mal. Nem quero pensar nesta hipótese!!
No entanto imaginemos:
Imaginem que no dia 17 a votação é a seguinte:
1º ponto(estatutos)-90%;
2º ponto(reg. disciplinar)-82%
3º ponto(voto de confiança á direcção)-74%.
Resultado: esta direcção sai por faltar 1% no ponto em que pediam um voto de confiança(seria uma tremenda injustiça).
O que será do Sporting depois desta direcção sair? O que será do Clube depois do que esta direcção fez? Quem serão os ´iluminados` a proporem-se para liderar o clube depois de BdC sair da presidência? Será bom para o Clube parar o que tem vindo a conquistar?
Enfim..se este cenário acontecer o Sporting entrará mais uma vez em auto-decadência, numa de baixa auto-estima e em auto-destruição pois ninguém se entenderá....ficaremos num vazio....pelo menos até chegar um novo salvador e depende de quem. Arrisco até dizer que tão cedo não teremos tanta união.
Será isto que os sportinguistas desejam?
Até lá temos então tempo para decidir e espero que agora também não acusem BdC de não dar tempo para isso-até nisto se deu tempo á oposição.
No entanto, hoje, as coisas não são tão simples.  Hoje as minorias conseguem fazer passar que são maiorias ou quase e isso passou-se nas ultimas eleições onde a publicidade e a ´qualidade` das mensagens passadas fizeram crer que essa minoria poderia discutir as eleições. Resultado: uma tareia de 90% e um enorme voto de confiança a esta direcção e uma ainda maior mensagem de união interna. Acho que nem os mais optimistas esperariam tanta ....união! É pena mas são os tempos em que vivemos!!
É que isto é uma AG e não umas eleições onde todos podem votar e isto tem uma outra dimensão. Será que existirão sócios a dormir á porta do João Rocha? Não será um dia fácil!
Bem, mas muito se tem escrito e muito bem pois o SCP lá nisto é um expert - aceitamos as opiniões de todos e somos muito respeitadores mas o que eu digo é que precisamos de passar esta barreira. Aliás , talvez esta seja a derradeira barreira para sermos um clube moderno e de futuro...com regulamento disciplinar e sem conselheiros.
O que eu acho que temos de vez de deixar nos auto-destruir e é olhando para o futuro que o conseguiremos. Esta é uma barreira que temos de deixar para trás se queremos evoluir e só vejo uma hipótese - esta direcção continuar. E não digo isto por ser apoiante do presidente, mas sim porque é o melhor para o nosso Clube e porque tão cedo não chegaremos a este ponto. A ver se nos entendemos: união é precisa mais do que nunca e do que não precisamos é de andar para trás e destruir tudo o que se tem feito nos últimos tempos. Aprovar os estatutos para terminar com um conselho que não serve para nada (por isso é que os outros também não têm) e ter um regulamento disciplinar (que os outros já têm) é essencial para crescermos como clube e é por isso que ao o fazermos teremos de dar o outro sim a esta direcção. Assim, e para mim, ou damos o que esta direcção quer ou continuamos atrás desta barreira leonina.
Não se trata de chantagem e sim do futuro do SCP que está em jogo. Por um lado precisamos de ter um regulamento disciplinar para que haja mais respeito entre todos e de ter um clube moderno como muitos o são e esta direcção já provou que é a ideal para a promover.
Nós ainda temos muitos velhos do Restelo no Clube e estes não estão habituados a estas ´guerras` mas hoje elas são muito precisas. Como querem impor o respeito? Como o fizeram até BdC chegar ao Clube? Como querem olhar para o futuro? Impondo o que fizeram no passado?
Do que teremos então medo? Do futuro? Também nós todos temos mas o de estagnarmos também é preocupante, não? E sinceramente depois do que esta direcção já fez, ainda temos razão para temer o futuro? A sério? Não ficou já provado de que apesar de termos um presidente respondão que temos crescido mais do que muitos esperariam? E será que ter um respondão é um mal sinal?
Olhemos para o presente.
Hoje a situação do nosso Clube é do dia para a noite e só de repente lembro-me de um Pavilhão, de uma reestruturação financeira, de vendas como nunca as tínhamos feito, de termos subido o numero de modalidades para 55, do numero de sócios estar nos 170.000, de termos Alvalade quase cheio em todos os jogos, de termos conquistado mais títulos europeus e nacionais em muitas modalidades, de termos saneado o clube, de termos os ordenados dos funcionários em dia, etc, enfim esta lista não terminaria. E agora, os que olham com desconfiança ainda as têm?
E é o terminar com o Conselho Leonino, que até estava na campanha eleitoral de BdC, que assusta os sportinguistas? E é o regulamentar de um regulamento disciplinar, como os nossos rivais já têm que assusta os sportinguistas? E é o dar um voto de confiança a esta direcção que já fez mais do que muitas todas juntas e em menos tempo que assusta os sportinguistas?
Sinceramente eu não quero acreditar que possamos não ter direcção a partir de dia 17 deste mês porque seria das maiores injustiças de que já teria visto mas BdC também se colocou a jeito. No entanto ponham-se no seu lugar: o que fariam se todos os dias fossem injuriados e fizessem congeminações contra vocês e sem nada que pudessem fazer? E o que faria a vossa oposição? Não tentariam deixar tudo como está para saírem impunes como sempre? E é isto que pretendemos ter no Clube?
Agora é engraçado que é BdC que é um Hitler quando simplesmente poderia ter-se ficado pelos 90% dos votos e só sair quando houvessem outras eleições; agora chamem-lhe de facebookiano quando a imprensa está comprada e só colocam a cartilha, agora chamem-lhe de querer o poder todo e de se perpetuar no poder quando andam a passar informações aos rivais e quando o próprio com 90% dos votos se dá a um trabalho destes, enfim... continuem a chamar-lhe nomes enquanto se faz obra no Sporting. Continuem....
A terminar.
Não vou escrever mais até dia 17 e termino só com um facto: de tudo o que acusam BdC de ser não têm provas de nada, zero, bola, o que me faz pensar de que a sua saída só pode ser boa para os nossos rivais. É que há anos não interessávamos a ninguém e éramos gozados mas, hoje, somos temidos e viemos terminar com a hegemonia dos outros dois rivais. A que se deve este facto?
Pensem bem nisto e decidam o que querem para o nosso Clube mas saibam o que significa esta AG.
A minha votação já sabem, é 3x sim, sem duvidas!!

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado.
AmorSporting no Facebook(link)
AmorSporting no Twitter(link)

2 comentários :

  1. É que nem se trata de ter um Regulamento Disciplinar "como os nossos rivais já têm", porque o que eles (Sport Lisboa) já têm remete as questões Disciplinares e as Sanções para a jurisdição da Direcção (dito de outro modo, os outros há mais de 5 anos que têm um Regulamento que, esse sim coloca os poderes disciplinares e sancionatórios nas mãos do Arguido Vieira). E nunca ouvi ou li um lampião queixar-se disso. Nem li um jornaleiro denunciar o arguido de ditador (não .. é estadista!!). Nem ouvi um comentadeiro insurgir-se contra tamanho atentado às liberdades dos associados benfiquistas.
    Enfim, bem sei que naquela casa os lampiões papam tudo com ou sem cartilha. Ou esqueceram-se que para correr como que agora chamam de aldrabão (Vale de Azevedo) foi preciso ganhar à tangente umas eleições (Vilarinho) à custa de uma promessa que sabia ser uma fraude (contracto de Jardel); não fosse isso e ainda o tinham lá, porque isso de prisões domiciliárias é só depois de deixar de ser Presidente do Clube dos 14 milhões.
    Na nossa casa, pelo contrário, contesta-se tudo. O roquetismo e sucedâneos eram os projectos megalómanos, a venda de património, a venda ao desbarato de jogadores da formação as contratações de Alecsandros, Romagnolis, Pongolles, Boularrouz e outros, negócios escuros, , o crescimento da dívida, a ausência de resultados desportivos, os enxovalhos do futebol, o fecho das modalidades, o sermos capacho e motivo de gozo dos rivais. Acaba-se com a dinastia e elege-se um "garoto revolucionário" que inverter tudo isso: reestruturação financeira, 4 anos consecutivos de resultados positivos na SAD e no Clube, construção e recuperação de património (Pavilhão, melhorias na Academia e Estádio, terrenos), valorização de activos com vendas record e recompra das percentagens dos passes que não pertenciam ao clube, melhoria significativa no critério de aquisições, aumento do número e da competitividade das modalidades a quem ficou alocada totalidade das quotas dos associados, combate (com alguns frutos pela verdade desportiva e pela transparência das competições e do negócio (VAR, publicação dos relatórios dos árbitros, redução da dependência de fundos e de agentes, divulgação transparente dos negócios em aquisições e vendas de activos), Sporting TV, melhoria da qualidade do Jornal Sporting, plataformas de comunicação na net, 6 títulos europeus (e outros a caminho), passagem do número de sócios de menos de 90.000 para mais de 170.000, passagem das assistências médias em Alvalade de menos de 30.000 para mais de 40.000, e ... tudo isso se esbate no defeito dos defeitos... temos um presidente que "fala de mais", "onde não deve", e "de quem não merece", que é "prepotente", um "ditador", que "quer impor a lei da rolha" para "se perpetuar no poder" (as aspas referem-se a citações que tanto são atribuíveis aos "oposicionistas" internos, aos avençados da CS, aos cartilheiros do rival, a lampiões e a fruteiros e até...pasme-se apoiantes de BdC (com amigos destes quem precisa de inimigos).
    É a nossa tendência crónica, histórica mesmo, de achar que quando tudo corre mal ainda pode correr pior (lei de Murphy) e que quando tudo parece correr bem ... temos de arranjar maneira que passe a correr mal para podermos aplicar de novo a Lei de Murphy.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem. É mais uma página que temos de virar. SL

      Eliminar

Comente em AmorSporting: