quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Rolo compressor

O Sporting recebeu e venceu o União da Madeira por, 6-0 com golos de Doumbia(bis), Gelson Martins, Coates, Mathieu e Iuri Medeiros. Com esta vitória demos um importante passo para passarmos á final-four da competição mas ainda nos falta defrontar o Belenenses. Hoje fomos muito competentes e cumprimos o preconizado por Jorge Jesus. A equipa vai feliz para o Natal e termina o ano de 2017 ao mais alto nível pois estamos em todos os objectivos.

A nossa equipa não quis perder esta oportunidade de ouro que é vencer em casa antes do Natal para ficar em boa posição para chegar á final-four de uma competição que nunca venceu.
Quando esperávamos muitas mudanças na equipa, Jorge Jesus decidiu não as fazer e assim Salin regressou á nossa baliza, Bruno César também regressou á lateral esquerda, Bryan Ruiz substituiu Bruno Fernandes e na frente jogou Doumbia por Bas Dost. Equipa: Salin, Piccini, Coates, Mathieu, Bruno César, William, Bryan Ruiz, Gelson, Acuna, Podence e Doumbia.
A equipa entrou decidida a resolver o jogo cedo e marcar vários golos para o caso de termos decisão final por golos(goal average) mas na 1ª parte fomos perdulários.
O Sporting dominou a partida de inicio pressionando o adversário na saída de bola e depois conquistando-a rapidamente e mesmo com o jogo aberto não soube marcar mais do que 1 golo até ao intervalo. Aliás, até foi Doumbia a resolver depois de um erro do central madeirense.
A principio até errámos alguns passes e falhámos na marcação mas depois acertámos as agulhas e não demos hipóteses ao adversário.
Chegámos com muita facilidade perto da linha final quer por Acuna quer por Gelson mas os cruzamentos apanhavam sempre ou um adversário ou Doumbia sozinho na área. Quando a bola ia rente ao relvado quer pelos pés de Gelson, Podence, Acuna ou até Bryan o perigo rondava a baliza madeirense mas o poste e a trave estavam lá para delimitar a baliza e impediram-nos de marcar mais golos até ao intervalo.
O sentido era pois a baliza adversária e Gelson era a nossa melhor unidade nesta primeira parte. Defensivamente fomos quase sempre perfeitos com laterais muito ofensivos e centrais intransponíveis , no meio campo dominadores, pressionantes para reconquistar o quanto antes a bola e lançar rápidos ataques mas na frente foi onde errámos mais pois falhámos o que não devíamos. Ao intervalo os tpc´s ainda estavam por fazer.
Na 2ª parte o SCP voltou a entrar bem , muito pressionante, a impor o seu ritmo de jogo e aos 50´ Doumbia já falhava escandalosamente o 2-0. Na sequência do lance, num pontapé de canto, Mathieu cabeceou para o 2-0.
Mesmo assim JJ não estava contente e fez sair Bruno César e Bryan Ruiz e colocou em campo Bruno Fernandes e Bas Dost. Com estas alterações Acuna ficou como lateral esquerdo e na sua frente colocou-se Podence. No meio ficou William e Bruno Fernandes, na direita continuou Gelson e na frente Doumbia e Bas Dost. Mas que linha atacante!!
Ficou então o Leão mais intenso , mais rápido e consequentemente mais letal pois mesmo com os falhanços de Bas Dost por duas vezes e Doumbia logo depois voltámos a marcar pelo costa-marfinense. E outra vez num canto mas desta vez foi o guarda-redes que depois do cabeceamento de Coates empurrou a bola contra Doumbia e foi o 3-0.
Era tempo de massacre em Alvalade.
Passados uns minutos golo de Gelson Martins numa grande jogada de ataque. Bruno Fernandes desmarcou Bas Dost que isolado preferiu oferecer a Gelson Martins um golo de bandeja.
E JJ voltaria a mexer na equipa penso que por precaução pois Doumbia queixou-se de um possível problema físico e foi Iuri Medeiros que entrou e colocou-se do lado direito do nosso ataque. Gelson passou para a direita.
Mas o SCP não entrou na moleza e continuou a massacrar o União que não tinha mãos a medir com tamanha avalanche atacante leonina. E foi assim que marcámos o nosso quinto golo por Coates. Bola recuperada e Podence a oferecer a Coates o nosso 5º da noite.
Mas os golos ainda não tinham terminado pois Iuri Medeiros fez então um belo golo saindo da direita flectiu para o meio e cá vai disto para o poste mais longe. Grande golo Iuri. Significa isto que estás disposto a calar a critica? Aos 80´ Sporting-6, União da Madeira-0.
O jogo acabou por terminar com este resultado mas poderíamos ter marcado mais pois Bas Dost esbanjou de baliza aberta e Bruno Fernandes em diversos pontapés de fora da área também ameaçou.
O Sporting fez um bom jogo, contra um adversário fraco..é verdade, mas também fizémos por isso. Fomos fortes em tudo o que fizémos e eram necessários golos. Ao intervalo só ainda vencíamos por, 1-0 mas numa 2ª parte avassaladora conseguimos este resultado de goleada.
O que dizer mais então de um jogo em que fizémos quase tudo o que queríamos e perante um adversário que não trouxe autocarro? Fomos portanto competentes e cumprimos o objectivo traçado por JJ.
Melhor em campo? Eu destacaria três unidades do nosso ataque: Doumbia, Gelson Martins e Podence. O costa-marfinense porque esteve onde era necessário assinando um bis e ainda falhou outros lances que lhe poderiam ter dado ...tipo um póquer, Gelson porque esteva na direita , na esquerda, no meio , marcou, assistiu , enfim.....assim vai ser difícil pará-lo. E Podence porque o pequeno grande jogador continua a jogar e a encantar. Assim Fernando Santos tem de o chamar á selecção principal. Podence quando solta a bola mais rápido o jogo tem magia e hoje fez mais um belo jogo. Mesmo não marcando esteve sempre lá no centro da decisão e ainda ofereceu outros grandes lances do mais fino recorte futebolístico. Claro que Acuna também esteve em grande na lateral esquerda, Piccini também foi intransponível assim como Mathieu e Coates e que Bruno Fernandes mexeu com o jogo quando entrou mas para mim, aqueles três, foram os melhores.
Boas festas equipa!

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado.
AmorSporting no Facebook(link)
AmorSporting no Twitter(link)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: