quinta-feira, 23 de novembro de 2017

SCP vence gregos e decide passagem com Juventus

O Sporting recebeu e venceu o Olympiacos por, 3-1 com golos(bis) de Bas Dost e Bruno César e manteve a esperança de se apurar para a fase seguinte da Champions. A equipa sabia que o empate garantia a Liga Europa mas os Leões quiseram vencer para poderem discutir a passagem com a Juventus na ultima jornada do grupo D. O Sporting fez uma bela de uma partida - foi quase perfeito e a confiança sobe outra vez!
Jorge Jesus escalou a nossa melhor equipa e ela correspondeu com uma excelente e importante vitória. Agora, com esta vitória temos que vencer em Camp Nou e a Juventus não vencer em Atenas! Continua complicado o apuramento mas nada é impossível e com Juventus e Barça no mesmo grupo....
Alguns jogadores vindos de lesões voltaram e bem á equipa , Piccini, Mathieu e William e a exibição foi quase perfeita. Equipa: Patrício; Piccini, André Pinto, Mathieu, Coentrão, William, Battaglia, Gélson, Bruno César, Bruno Fernandes e Bas Dost.
Na defesa, Rui Patrício foi quase um espectador, o italiano voltou á titularidade do lado direito, no eixo A. Pinto formou desta vez par com Mathieu e na esquerda Fábio Coentrão que fez mais um jogo sem ser substituído. No meio campo , William regressou e tomou as rédeas do jogo, ao seu lado o incansável Battaglia e nas alas Gélson e Bruno César que nos últimos jogos tem estado muito bem. Mais na frente Bruno Fernandes e Bas Dost.
O nosso jogo foi de ter bola, como sempre, principalmente começar a construir jogo com William mas de principio os gregos tentaram impedir isso. Não conseguiram como é óbvio e pareceram-me uma equipa muito fraca! Foi portanto algo fácil subirmos com a bola controlada até ao meio campo e nem mesmo com o adversário a perder se atreveram a pressionar muito e bem.
Portanto a nossa dificuldade era mais a partir da linha do meio campo para lá pois era ali que se encontravam as pernas todas. Bola de um lado e bola de outro e o SCP ia conseguindo furar qualquer coisa mas o golo só surgiu a poucos minutos do intervalo. Até lá poderíamos ter marcado logo nos primeiros minutos mas só Bas Dost conseguiria fazê-lo numa excelente jogada individual de Piccini que serviu Gelson e este ofereceu com um grande passe o golo do holandês. 
E se pensávamos que este golo tinha surgido na melhor altura, antes do intervalo, o que dizer do 2º golo logo passados 3 minutos por intermédio de Bruno César. Foi justo este golo e do brasileiro pois ele remata á baliza a bola é devolvida mas o próprio acredita pressiona o defesa e no ganho da bola remata para o 2-0. E este sim um grande resultado ao intervalo dando justiça no marcador.
Realçar o trabalho táctico fantástico da nossa equipa que quase sempre controlou o jogo. Não foi um jogo com muita posse de bola para nós, já tivemos mais, mas sentíamos que estava tudo controlado e bem tapado. 
Na 2ª parte a turma grega veio com outra disposição mas cedo perderam-a porque da forma como trocávamos a bola ..e a recuperávamos  não dava tempo para nos criarem rela perigo. Soubemos portanto ficar por cima da partida conseguindo fazer um jogo sem mudanças de ritmo , ou seja, atacar mais numa parte do que noutra. Não, a equipa controlou muito os tempos de jogo e até conseguiu um 3º golo outra vez por Bas Dost. Já merecias Thunder!! Bruno Fernandes apontou , quem mais?, um canto da esquerda e Bas Dost nas alturas a fazer o normal nele-golo!
E estávamos no minuto 65, minuto fetixe de JJ e a vencer por 3-0 e era expectável que começasse a fazer substituições mas não. Compreendo que tenha querido dar àquele 11 mais minutos a jogarem juntos mas colocar o Mattheus a dois minutos do final acho que também não lembra a ninguém. E como o próprio diz, o Olympiacos conseguiu marcar quando nós já não tínhamos muitas forças para nos posicionarmos nos locais certos.
Foi o resultado final, 3-1, resultado esse que nos leva até á Liga Europa mas também quem sabe, á próxima fase da champions. A Juve tem de empatar ou perder com esta equipa grega ...na Grécia e o Sporting tem de ir vencer a Camp Nou. Dificil sim mas não impossível e se contarmos que o Barça já está apurado e em 1º lugar do grupo talvez ainda seja mais possível.
Gostei muito da equipa, da nossa dinâmica, da nossa atitude e mais uma vez de certos jogadores que muitos diziam que saíram em janeiro como André Pinto (grande jogo) e de Bruno César. 
Individualmente: o Rui que sofreu um golo mas um jogador adversário tirou-lhe a visão e estando fora de jogo era para ser anulado, o Piccini esteve mais uma vez quase intransponível e hoje nem esperava para cruzar(que bem) isto para não me esquecer da jogada do nosso 2º golo, o Fábio que fez um jogão varrendo aquele lado esquerdo todo(atenção Acuna que vai ser difícil entrares neste lado esquerdo com o Fábio e o Bruno a darem-se desta forma) e no meio dois senhores, André Pinto e Mathieu que perto do final deu o seu lugar ao Tobias Figueiredo. Ontem, o André Pinto marcava dois golos. Está quase André! E o Mathieu teve outro livre a seu jeito e quase repetia o que fez há meses para o campeonato. 
No meio campo, William que regressou e que bem. Na 1ª parte esteve melhor mas o ritmo depois da lesão já não é o mesmo e assim na 2ª parte e já com um amarelo controlou mais a bola, Battaglia que é um gladiador naquele meio campo. Correu quilómetros e parece incansável. Quantas bolas recuperou o argentino? Foram muitas pois foram e o seu papel neste maio campo foi fulcral. William ficou com a construção como é normal e Battaglia entrou mais na estrutura adversária tentando abrir mais linhas de passe. Quem também jogou muito bem neste aspecto foi o Bruno Fernandes que também correu imenso. Ele surge nas costas dos adversários e tanto vai a um lado como a outro e os seus passes são teleguiados. Nos remates ultimamente não tem sido feliz mas eles , os golos , vão surgir outra vez. Nas alas o Gélson está a subir de produção mas ainda falta. Tem estado algo trapalhão mas a confiança quando subir fará de usa justiça. De qualquer forma ajudou a defender e deu o 1º golo. Já o Bruno César fez um jogão do lado esquerdo. Juntamente com o Fábio limparam aquele lado todo. Que linhas de passe abriram, que cruzamentos, que jogadas por aquele corredor como já não via á muito no Sporting. Aliás eu sempre disse que esta ala precisava de um jogador como o Gélson, que fosse mais á linha mas ontem o Bruno César esteve muito bem nos movimentos interiores e nas linhas que abriu isto sem falar do seu golo muito merecido por tudo o que acreditou e fez. 
Para terminar, Bas Dost o nosso artilheiro. Como ele diz é pago para marcar golos e ontem foram mais dois que comemora com todos os colegas e aproveita logo para dar dicas das jogadas para um melhor entendimento. Esteve muito oportuno e implacável no jogo aéreo. Muito bem!
Agora venha o Paços!!

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado. 
AmorSporting no Facebook(link
AmorSporting no Twitter(link)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: