quarta-feira, 18 de outubro de 2017

SCP sem ambição até final

Os Leões perderam em Turim por, 2-1 num jogo em que mereciam mais. O Sporting foi autoritário e jogou na cara da Juventus mas não soube ser ambicioso até final, ou seja, as substituições de JJ não foram para vencer mas sim para não perder. Os jogadores mereciam mais mas nada fica já definido. Dentro de dias voltamos a jogar com a Juve e agora só podemos jogar para ....vencer! A equipa foi brava.

Não se esperava tarefa fácil mas chegar a Turim e bater o pé á Juventus é de louvar. No entanto bater o pé ao Real Madrid, ao Barcelona, á Juventus mas no fim perder ,para mim, a merda é a mesma. A derrota acaba por chegar apesar de termos um treinador mestre da táctica e de termos o melhor plantel de não sei há quantos anos e esta é a verdade dura e crua!
Fomos grandes mas não chega! Há sempre um lance da treta que nos faz perder. Porém ninguém vai derrotado para os jogos e os nossos jogadores foram enormes e gostei da prestação deles. Penso que não houve nenhum jogador que não tenha dado tudo de si e feito tudo o que lhe estava ao alcance para não ajudar a equipa. E já o disse, eles não o mereciam!
Quem também não merecia éramos nós mas cá estamos de volta á realidade!
De quem não gostei foi de JJ e passo a explicar: a equipa entrou bem no jogo e bem distribuída no relvado e até teve sorte no golo mas já perto do final, o mestre da táctica, decidiu jogar para o empate. E jogou para o empate porque tirou um jogador ofensivo e colocou um médio defensivo: JJ substituiu Gelson Martins por Palhinha e ali terminou jogo para nós. Palhinha foi para a posição 6 e William e Battaglia na sua frente. Mudar de 4-4-2 para um 4-3-3 o que significa?
Se um treinador tem de tomar decisões certas esta não foi uma delas e custou-nos no mínimo 2 pontos. O SCP com esta substituição perdeu capacidade ofensiva e acabou por dar todo o lado esquerdo á Juventus, curiosamente do lado de onde saiu o cruzamento para o golo italiano. E até parece que que JJ não viu os mesmos jogos da pré-época que nós vimos, enfim!!
A comprovar o que digo, as substituições do costume, Coentrão saiu aos 77´ para entrar Jonathan Silva e depois do golo, tirou um médio defensivo e colocou ....finalmente Doumbia. Pois....depois foi tarde.
E podem criticar-me á vontade mas o Sporting não quis vencer, ou seja, não quis vencer depois da dupla substituição de JJ onde tirou um jogador ofensivo por um defensivo. Para que queríamos Podence e Doumbia no banco? No fim se tivéssemos apostado na vitória quem nos criticaria?
Quanto ao jogo ele foi frenético, cheio de intensidade, com muitos poucos espaços e onde os erros se pagariam caro. O SCP tentou cometer menos e até quase até ao final conseguiu. A nossa turma defendeu muito bem e isso comprova-se com poucas defesas difíceis de Rui Patrício.
A equipa e a táctica foi a habitual: Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Gelson, William, Battaglia e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.
O jogo começou com o SCP practicamente a vencer num golo com bastante sorte para nós. Gelson isolou-se e lucrou com o ressalto em Alex Sandro para conseguir colocar-nos em vantagem mas a partir daí recuamos e soubemos defender. Esta também foi a nossa verdade.
Quem estragou tudo foi Pjanic que num livre directo superiormente marcado empatou a partida. Battaglia saltou no lance mas com o braço no alto e isso deu o livre que resultou no empate. Até ao intervalo alguns lances de perigo mas sempre na nossa direcção mas nada de consequente.
Na 2ª parte, o SCP foi muito melhor. Jogámos mais subidos, pressionámos mais e mantivemos a Juventus mais longe da nossa área. Quase que conseguíamos trazer um bom resultado mas quem muito joga para empatar ou não perder procura dissabores.
De qualquer forma num tivemos profundidade no nosso ataque e JJ também nada fez por isso....excepto até aos 86, altura em que entrou Doumbia por Battaglia. Depois, também nunca soubemos sair em contra golpe, á excepção de algumas excepções, mas isso também é obra do nosso adversário. 
E como digo, o SCP não quis vencer pois com a Juventus encostada ás cordas só fizémos substituições aos 77´(dupla substituição: Palhinha por Gelson e Jonathan por Coentrão) em vez de mudarmos para tentar vencer. São nestes momentos que se vê quem realmente tem ambição ou fica contente com o resultado que já tem na mão.
Assim tudo o que a equipa tinha conquistado até àquele momento foi por água a baixo e não por Jonathan ter sido ultrapassado pro Manduzic. No entanto, queiram ou não a substituição da treta habitual  deu no que deu!! E agora.... com o Chaves, o Coentrão também vai jogar só até aos 80´? Ridículo!!
No fim perdemos sim mas os nossos jogadores foram bravos. O Rui defendeu o que se cruzou na sua frente e teve uma presença crucial; o Piccini foi enorme cortando tudo o que tinha para cortar e ainda foi á linha final algumas vezes-bom jogo do italiano; Mathieu e Coates foram imperiais e naquela zona não deu em nada para a Juventus; Coentrão durou pouco e o melhor não seria jogar só quando puder jogar o jogo todo?; William foi dos nossos melhores jogadores sabendo ter a bola e colocando-a bem nos dois lados; Battaglia foi importante no ganho de muitas bolas na marra e no jogo aéreo e por vezes até no levar de jogo para a frente; Acuna practicamente não se viu mas quem saiu foi mais uma vez o Gelson?; o Gelson teve alguns rasgos na 1ª parte mas morreu cedo-de qualquer forma muito mais perigoso do que Acuna; Bruno Fernandes gosta destes jogos e de deambular pela nossa frente de ataque mas hoje não teve muitos espaços para rematar e Bas Dost lutou bastante e hoje gostei de o ver ganhar vários lances a defesas muito bons. Faltam os golos.
O SCP com este resultado não ficou afastado de nada mas no próximo jogo já pode ficar se perder com a Juventus. Neste jogo tenho a certeza de que não jogaremos para empatar a não ser que estejamos a vencer e perto do final mas já se sabe, quem não joga para vencer arrisca-se a .....perder!!
Na minha modesta opinião faltou-nos ambição na recta final da partida mas o treinador quis ter o empate. São opções que os treinadores tomam mas que curiosamente, nestes casos, costumam dar errado!

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado. 
AmorSporting no Facebook(link
AmorSporting no Twitter(link)

2 comentários :

  1. Não explica tudo é certo, mas o Sporting já estava afastado muito antes deste jogo.

    O lance do Coates é padigmatico de ridículo, não há fora de jogo nenhum, ninguém toca em ninguém da juve mafios e há uma mão mais que clara, e isto para não esquecer da placagem ala râguebi do Cuadrado ao Palhinha, e assim FICARAM *2* PEBALTIS por assinalar a favor do Sporting...

    Cuadrado esse q andou de cabeça perdida boa parte do tempo, a ENTRADA A MATAR q fez sobre o Jonathan Silva, só por si é merecedora de VERMELGO DIRECTO, pelo menos amarelo como outra entrada assassina sobre o Gelson (q seria o 2o)... mas nada!...

    ESCÂNDALO! ROUBO! são títulos q não esperem ver num pasquim da JORNALIXEIRADA SUJA CORRUPTA DEMAGOGA IMORAL E PARCIAL cá do burgo... mas não é preciso esses nojentas dizerem uma palavra para ser na realidade um escândalo e um roubo (aliás, quando estão calados é de suspeitar de imediato disso)...

    O Jonathan Silva ter sido batido não tem nada de 'erro' pois ele tentou mas foi bem comido... por alguma coisa os Mafiosos da Juventus são uma grande equipa, E NÃO É PORQUE A JORNALIXEIRADA O DIZ... o lance desse golo TEM MUITO DE *EXEMPLO* PARA OS AVANÇADOS DO SPORTING, toda a garra toda a convicção A VOAR o máximo se fôr preciso, e meter a cabeça onde muitos não metem o pé se fôr preciso...

    E isto também definiu muito a 1a parte... mas como pedir mais agressividade, quando até na Youth League os Filhos da Puta Mafiosi Nojentos da Juventus tinham a Cosa Nostra Comprada!... o Jovane foi aguerrido não desistiu, fez finca pé, FOI AGREDIDO, mas quem viu o vermelho foi ele!!!... de qualquer forma as 'vertigens' podem-se pagar caro, e os Mafiosi pagaram em termos físicos na 2a parte... MAS NADA DISTO explica a falta de agressividade deste ataque do Sporting q me lembre após Olimpiacos ainda não marcou 1 golo, num jogo de alto nível(o de ontem foi auto-golo)...

    Quanto ao treinador!.. deve ser ministro!.. só ouvi *um* na televisão a falar de "acção criminosa", em fim de Agosto a Judite tinha detido >100 suspeitos de atear fogos, a mulher de bombeiro q CONFESSOU nunca chegou a bater com as costas no chelindró... para poder atear mais fogos e matar mais pessoas... os juízes responsáveis nem se fala em prender... Nada como ter um ministro, UM TREIBADOR... em suma um paspalho... para os incrivelmente estúpidos baterem q fica logo tudo bem na santa paz do senhor...

    Se o JJ quisesse pouco nunca teria Doumbia e Dost na frente!... mas mesmo assim, e perante excelente oportunidade, não há convicção nen MERGULHOS À MANDUZKIC, e sem isso bem podia lá estar o Dala também e mais 2 ou 3,q o resultado era o mesmo (se é para dar um toque para dentro a 1 metro da linha de golo, nas calmas, posso ir eu q também sou muito bom nisso)... mas no fundo o que interessa é ter um ministro paspalho treinador PARA BATER, e apontar erros defensivos q o pessoal fica logo todo contente com as BOAS FIGURAS...

    Há uns meses atrás sobre o mesmo assunto disse aqui q está lá tudo nesta equipa, só faltam os golos... numa liga neste aspecto liderada pelo Matacão meio tosco a Anfetaminas e Esteróides do Avôbakar... se isto continua assim, então Dala era para ontem... ou então 'despachem TODOS' e contratem matacões MESMO toscos, mas q pelo menos saibam e não se importem de VOAR PARA A BOLA.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom Mário. O que eu penso e simplesmente só apontando o que falta/faltou foi mesmo um pouco mais de querer vencer o jogo! Se existiram penalidades ou não a verdade é que não jogámos o suficiente e eu não gosto de apontar erros só a um jogador . Tal como tu dizes o Jonathan foi comido mas talvez o Coentrão também o fosse! O curioso...ou não é que quando JJ fez as substituições SCP estava por cima do jogo e a comandar e....ficou pior. O que digo é que quisemos ter o meio campo mas para travar os outros e não para vencer. Por exemplo , porque não trocámos extremo por extremo ou avançado por avançado para querer vencer?
      Nem tudo as conspirações, erros e esteróides explicam os nossos falhanços. Continuamos a ter de fazer mais e mais uma vez não soubemos ser mais fortes até final. E isto não é destino nem nada dessas coisas É a atitude que se tem de ter-o jogo só termina quando o árbitro apita. Há que acreditar que se pode vencer e não ficar contente com um empate na casa da Juventus-acho que foi isso que fez a diferença. Em Madrid foi o mesmo e até mesmo com o Barcelona jogámos para não vencer. São jogos muito difíceis mas tivémos pouca ambição. Na Grécia tivemos ambição mas depois acreditámos que já estava feito e íamos tendo um desgosto.
      Chama-se mentalidade e embora JJ seja um bom treinador nestes aspectos não penso que seja dos melhores. A sua frieza tira-nos por vezes essa ambição que falta pois para ele mais vale apostar num resultado que lhe parece seguro do que dar a estocada final.

      Eliminar

Comente em AmorSporting: