quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Sporting vence Olympiacos(2-3).. no Olimpo

Eis a nossa ambição tão esperada. O Sporting foi á Grécia derrotar o Olympiacos por, 2-3 na 1ª jornada do Grupo D da Liga dos Campeões. Os golos foram apontados todos na 1ª parte por Doumbia, Gelson e Bruno Fernandes e demos um passo de gigante na competição. No final sofremos dois golos desnecessários mas não chegou para manchar a nossa exibição. Grande e autoritário Sporting!

O Sporting apesar de ter sofrido dois golos no final e de em certa parte ter assustado fez uma bela exibição. Fomos muito personalizados, imperiais na nossa defesa, coesos no meio campo e rápidos e eficazes na frente. Aliás o Sporting poderia ter vindo de Atenas com uma goleada mas os poste se a trave impediram esse resultado.
Jorge Jesus só mexeu numa peça da equipa colocando Doumbia no lugar de Bas Dost e acertou em cheio na estratégia. SPORTING: Rui Patrício, Piccini, Coates, Mathieu, Jonathan, Gelson, William Carvalho, Battaglia, Acuña; Bruno Fernandes e Doumbia. A equipa soube aproveitar os lapsos da defesa grega e aos 2 minutos já vencíamos com golo precisamente de Doumbia. Os Leões tiveram um livre do lado direito do nosso ataque e Acuna na sequência coloca ao 1º poste e Doumbia finaliza de cabeça antecipando-se a uma saída tardia do guarda-redes do Olympiacos.
Mas se tínhamos entrado bem na partida ainda ficámos melhor aos 12´ num contra-ataque do Sporting onde Doumbia isola Gelson que não falha na cara do guarda-redes. O Olympiacos atacava mas a defesa do Sporting defendeu e Bruno Fernandes tentou sair a jogar, a bola sobrou para Doumbia que isola Gelson para o nosso 2º golo.
Não era um sonho, era a nossa equipa a entrar bem na partida e num ambiente fervoroso a saber aproveitar os espaços dados pelo adversário.
O Olympiacos ainda cresceu um pouco mas o Sporting encolhia-se e defendendo bem ganhava a bola e conseguia sair a jogar com espaço e em velocidade.
Nesta 1ª parte os Leões foram autoritários e tinham mais bola , controlavam os tempos de jogo e sabiam sempre sair a jogar e a construir jogo. Eu tinha previsto que o Olympiacos não nos deixaria fazer isso mas a nossa equipa abria bem e conseguia construir.
Mas foi para nosso gáudio que Bruno Fernandes marcou o nosso 3º golo. Coates num grande passe desde a defesa isolou Bruno Fernandes que á saída do guarda-redes desviou-a para a baliza deserta. Grande passe, grande desmarcação e mais um belo golo a deixar por completo gelados os adeptos gregos.
Mas estes três golos foram poucos ao intervalo porque Bruno Fernandes em outro contra-ataque atirou a bola ao poste e Gelson em mais uma jogada de Doumbia atirou incrivelmente á trave. Poderia sido um resultado memorável e ao intervalo em Atenas. No entanto 0-3 já era mais que bom.
Para a 2ª parte estava guardado a reacção do Olympiacos mas o Sporting quiçá mais relaxado não defendeu tão bem e foi construindo alguns erros que os gregos nem aproveitariam. No fim acabariam por aproveitar as nossas benesses mas sem resultados práticos.
Jorge Jesus mexeu então na equipa trocando Doumbia por Bas Dost e a equipa perdeu alguma profundidade. Também Bruno Fernandes que fez outra bela jogatana começou a perder as forças. Mesmo assim era ele que arrancava mais perigo para a baliza adversária e  jogando entre linhas baralhava a defesa contrária.
Depois Bruno César iria a jogo substituindo Gelson Martins assumindo até a mesma posição. Mais tarde, quando entrou Ristovski, Bruno César iria parar á posição 10 pois sairia Bruno Fernandes enquanto Piccini e Ristovski ficavam os dois na direita.
E como no futebol um jogo só termina quando o árbitro apita, Bas Dost depois de falhar uam boa oportunidade e de num canto atirar á trave o Olympiacos conseguiu marcar. Já muito perto do final , Pardo entrou pela nossa esquerda passou por Jonathan   e conseguiu rematar por debaixo de Mathieu e fazer o 1-3.
Não era esperado grande reacção por parte do nosso adversário mas tudo mudou quando Pardo voltou a marcar num cruzamento em que Jonathan está mais uma vez na jogada. Rui Patrício no vai não vai foi batido e parecia um filme de terror aqueles minutos. O árbitro terminaria a partida com a grande vitória do Sporting fora depois da ultima ter sido em 2008.
Foi merecida!!
Gostei desta exibição muito personalizada da equipa pois teve estratégia e soube aproveitá-la ao máximo. Acabámos por sofrer no fim mas não mancha a nossa grande exibição. Soubemos ter a bola e circulá-la por vezes adormecemos em demasia com ela e depois torna-se difícil dar-lhe um bom destino mas no geral controlámos bem um adversário que me pareceu muito débil.
O Sporting sabe defender bem e tem dois defesas centrais que são uns senhores. Foram simplesmente impecáveis na função que lhes competia e até solucionaram uma asneira grande de Rui Patrício.
O nosso elo mais fraco foi Jonathan que deixava sempre fugir um adversário nas costas mas as coisas correram bem. No fim fica ligado aos golos do Olympiacos. Na direita Piccini fez um belo jogo e não deu hipótese do seu lado.
No eixo do campo, Battaglia também esteve muito bem mas hoje mais comedido em termos ofensivos. Quem esteve imperial foi o nosso capitão que regressa a passos largos á sua melhor condição física. Desce para receber a bola, rodopia, os seus passes são teleguiados, é difícil tirar-lhe a bola, ajuda a defender, enfim....é um senhor. Na sua frente um jogador que ameaça tornar-se gigante no Sporting-Bruno Fernandes. A bola nos seus pés tem perfume e leva sempre perigo. É um jogador que quer jogar e não dá por perdido qualquer lance. Com espaço é um perigo e em cada remate á baliza do adversário leva golo escrito. Hoje mais um belo golo.
Nas alas outros dois bons jogadores que quanto mais jogam mais se nota a sua influência na equipa. Na esquerda Acuna e na direita o grande Gelson Martins. Dois craques que sabem ter a bola, sabem quando driblar e cada um á sua maneira leva a água ao moinho. Um mais veloz e criativo e outro mais seguro e com um pé esquerdo de magnificas assistências. Ambos ajudam a defender o que nos fortalece na defesa.
No ataque, Doumbia. O senegalês fez uma bela partida e está mais solto. Esteve no 1º golo apontando-o, esteve no 2º lançando Gelson para seguir isolado e marcar e esteve em outro lance em que Bruno Fernandes atira á trave e ainda em outro lance desperdiçado na cara do guarda-redes. Na frente pressionou bem e foi incansável.
As substituições não trouxeram nada de novo á equipa.
Para mim o melhor jogador do encontro foi Bruno Fernandes. Poderia ter sido Doumbia ou até Coates ou William mas volto a destacar Bruno Fernandes pelo que faz á bola. Nunca se sabe o que vai fazer á redonda e de frente para a baliza é um autêntico perigo. Marcou mais um golo mas as usa movimentações merecem o meu destaque. É incansável no apoio quer ao pl como no meio campo mas a forma como pega na bola e acelera o jogo é qualquer coisa como não via há muito. Os seus pés têm fogo!!
O Sporting venceu e venceu bem e deu um passo de gigante no Grupo B. No entanto o mais difícil ainda está para vir. Muito bem!!

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado.
AmorSporting no Facebook(link)
AmorSporting no Twitter(link)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: