sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Sporting vence Feirense(2-3) no ultimo fôlego

O Sporting foi a Santa Maria da Feira disputar a 5ª jornada da Liga e teve um jogo muito difícil porque fomos nós que o complicámos. Não há desculpas! É certo que a lesão de Piccini aos 22´ de jogo não ajudou e o pouco tempo que alguns jogadores tiveram no regresso das selecções também não. Demos 45´ de avanço e depois ainda sofremos desnecessariamente. A vencer por 0-2 não podemos facilitar. A nossa vitória foi mais do que justa!

O Feirense é uma das equipas mais fracas desta Liga mas foi organizado e fez-nos a vida negra. Esta equipa está bem orientada e tem bons jogadores.
Soube bem esta vitória mas é mais do que justa!! 
Jorge Jesus fez 4 mudanças na convocatória: saiu Adrien, Fábio Coentrão, Ristovski e Petrovic; entraram André Pinto, Jonathan Silva, William Carvalho e João Palhinha e dois destes, Jonathan e William, entraram de inicio.
Onze inicial: Rui Patrício, Piccini, Coates, Mathieu, Jonathan Silva, Battaglia, William C., Gelson, Acuna, Bruno Fernandes e Bas Dost.
O Sporting cedo tomou conta das operações e teve mais bola como é normal mas o Feirense também sabia que teria mais hipóteses desta forma e recuou a suas linhas e encurtou os espaços. No entanto a pouca criatividade dos Leões deram conta do resto. Não rematámos á baliza, mal cruzámos, mal tivémos ocasiões de golo, enfim...muito fraco para um candidato.
Claro que a saída de Piccini foi crucial pois Battaglia foi para lateral, William desceu para médio defensivo, Bruno Fernandes também desceu para 8 e Alan Ruiz entrou para 10, ou seja, o corredor central do SCP mudou todo. Porém isto não pode ser desculpa, o Sporting tem que ter mais chama, mais intensidade excepto Battaglia todos sabem jogar nestas posições. A prova disto foi a 2ª parte.  
Aliás, oportunidades teve-as o Feirense aos 44´ com defesa de Patrício que fez bem a mancha e encurtou o ângulo ao adversário e depois por Farias que isolado, num erro de Mathieu, colocou a bola ao lado da baliza. Não podemos ter estes deslizes de fintar o primeiro jogador do Feirense pois dificultamos a nossa tarefa. Neste caso tivémos sorte.
Na 1ª parte fomos muito fracos, sem intensidade de jogo, zero remates á baliza, zero oportunidades de golo e com um Feirense muito á vontade pois nem pressionado foi. 
Na 2ª parte, foi tudo diferente.
Os Leões foram mesmo Leões pressionando o adversário e conquistando a bola , foram mais velozes, jogaram mais simples e aos 62´e 65´marcaram dois golos.
Num jogo bem mais aberto e com o Sporting a não mastigar a bola, Coates abriu as hostilidades num canto e na recarga ao seu cabeceamento e depois num contra-golpe muito raro no Sporting, Gelson cruzou, Bas Dost deixou passar e nas suas costas Bruno Fernandes fez um belo chapéu e fez o 0-2. Belo golo. Mais um!!
Tudo corria bem ao Sporting.
No entanto foi o Feirense a lançar-se no jogo marcando um golo por João Silva num cabeceamento sem hipóteses para Rui Patrício. Perdemos então o nosso conforto.
Aos 75´ Acuna quase quase fez o 1-3 mas o argentino já estava muito cansado. Quem mostrava estar bem era Gelson por onde o Sporting atacava mais e que até deambulava também pela esquerda.
A bomba porém estava prestes a acontecer com o empate do Feirense. Etebo recebendo a bola na defensiva leonina e num grande remate não deu hipóteses a Rui Patrício. Este também foi um belo golo!
Este golo foi um balde de água fria na equipa que a vencer por duas bolas deixou-se empatar. Porém ninguém baixou os braços e havia 10 minutos para voltar a marcar.
Jorge Jesus mudou então a equipa fazendo entrar Doumbia e Iuri Medeiros por Acuna e Alan Ruiz. Nada mudou na equipa mas também poderia ter feito estas mudanças mais cedo para dar mais capacidade á equipa. Não o fez mas correu bem.
O Sporting tentou marcar até que conseguiu numa grande penalidade bem assinalada por carga sobre Coates. Bruno Fernandes em género de desespero colocou a bola para a área, Bas Dost ganhou de cabeça e desmarcou Coates que sofreu falta de um adversário dentro da área. Falta indescutivél.
Bas Dost no ultimo fôlego do jogo não vacilou e fez o golo da vitória. O jogo terminou com a nossa vitória por 2-3.
Individualmente quero destacar mais uma vez Bruno Fernandes que fez um belo jogo. Acreditou sempre até final, fez um golo e colocou a bola para o ultimo golo do Sporting. Pelo meio causou muito perigo para o adversário, hoje mais pelas suas movimentações. De livre tentou a sua sorte mas saiu mal. William é o que já sabemos se bem que está com falta de ritmo e Gelson também esteve como habitualmente. De qualquer forma o melhor para mim foi mesmo Coates que marcou o 1º golo e sofreu a falta para o 3º golo do SCP.
No resto da equipa não vejo nada de especial a não ser Battaglia que nunca jogou na lateral direita mas que se desenrascou muito bem. Do outro lado, Jonathan foi pouco ousado, no meio Mathieu esteve uns furos a baixo do normal(esteve doente durante a semana), Acuna tirando um ou outro apontamento não fez um bom jogo e Bas Dost esteve muito afastado do jogo também muito por culpa dos cruzamentos não lhe chegarem. Alan Ruiz na 1ª parte foi uma nulidade e na 2ª entrou melhor mas faltam-lhe jogos e mais rapidez nas pernas.
Não foi um grande jogo do Sporting e notou-se algum cansaço dos jogadores mas isso não pode ser desculpa. Talvez a estratégia tenha sido a de na primeira parte sermos mais contidos e na 2ª parte darmos tudo. Correu bem mas com outras equipas pode não dar muito jeito.
Vencemos que é o mais importante num jogo e num campo em que muitos terão dificuldades em vencer. Apesar de termos sofrido dois golos seguimos imparáveis e na frente mas também é desta forma que se ganham jogos e estes pontos são muito importantes.
Grande vitória. 

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado. 
AmorSporting no Facebook(link
AmorSporting no Twitter(link)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: