segunda-feira, 28 de agosto de 2017

VAR: Luís Godinho vs Hugo Miguel

Não é muito normal elogiar um árbitro mas quando ele é competente penso que é justo fazê-lo. O srº árbitro Luís Godinho, árbitro da Associação de Futebol de Évora e que apitou o Sporting-Estoril fez simplesmente o que lhe competia - quando e nos casos de duvidas com possível influência no marcador teve o auxilio do VAR. Consequência: verdade desportiva e que assim seja ....sempre!! Em sentido contrário, o srº árbitro Hugo Miguel, do Rio Ave-Benfica não quis o auxilio do VAR mesmo sabendo que era um lance de duvida. Porquê?
Não gosto muito de elogiar árbitros porque simplesmente penso que em Portugal não temos muitos bons árbitros e que é uma classe que não tem nada dignificado o futebol nem os próprios. No entanto não tenho duvidas de que esta exibição, não perfeita porque não existe, do srº Luís Godinho foi muito competente e assim destaco-a.
É que este juiz de campo fez o que lhe é exigido-quando em duvida e em casos onde o VAR pode e deve ser interveniente decidiu muito bem com auxilio do VAR. Afinal, é para isso que o VAR está ao serviço do futebol português ou não?
Neste caso saiu bem ao Sporting e á verdade desportiva mas vejo que em outros campos a coisa continua igual. Enquanto o srº Luís Godinho nos ´lances capitais` teve a ajuda do VAR assinalando e informando todos com a sinalética do mesmo e consequentemente decidindo bem o srº Hugo Miguel teve todas as certezas do mundo na penalidade que deu o empate ao Benfica! É que este senhor nem se dignou em pedir o VAR para verificar se era penalidade ou não e isto para mim é altamente suspeito!
O que o srº Luís Godinho fez em Alvalade tem de se louvar e mesmo que o resultado não fosse favorável ao Sporting teríamos tido verdade no resultado. Em Vila do Conde não tivémos nada disto e a duvida manter-se-á mais uma vez num jogo do Benfica! O que o srº Hugo Miguel deveria ter feito era pedir a analise mais pormenorizada ao VAR pois aqui não se trata de egos nem de orgulhos de se fazer um jogo sem ajuda do VAR mas sim de se ser competente e isso viu que não aconteceu!
Para mim é uma vergonha que este árbitro não tenha consultado o VAR para poder decidir em consciência e hoje temos isto, o mesmo e com uma tecnologia ao dispor da arbitragem para diminuir os erros!!
O que pensar agora deste senhor?
Que foi burro? Que estava comprometido? Que foi orgulhoso? Que é o árbitro com mais certezas do que vê em campo?
Para não o ajudar está um lance da Final da Taça de Portugal onde comunicou com o VAR num lance menos polémico do que este. Veja-se:
No que ficamos agora, srº Hugo Miguel? Que critérios vai manter nos seus jogos?
Por isso digo, este senhor não foi competente e prescindiu da tecnologia que o podia ter ajudado e hoje não teríamos esta polémica. Já o senhor Luís Godinho merece que digamos que foi extremamente competente e que no final de um jogo de futebol tivémos verdade desportiva.
Nem com o VAR lá vamos.

Se ainda não seguem AmorSporting podem começar desde já. Obrigado. 
AmorSporting no Facebook(link
AmorSporting no Twitter(link)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: