domingo, 30 de abril de 2017

Thunder BAS DOST!!

 

O Sporting venceu em Braga por, 2-3 em jogo da 31ª jornada da Liga 16/17 com mais um hattrick de Bas Dost mas para vencer teve que sofrer no Bom Jesus. Esta vitória é importante, justa e serve de dedicatória ao pai do mister JJ, mantém o titulo e o 2º lugar ainda possíveis e quase garante o 3º lugar. No pior, depois dos dois golos sofridos, Alan Ruiz saiu de maca e podem não ser boas noticias! Mais uma vez fica a certeza de que esta equipa está coxa.
Que jogo. Foi na marra que vencemos em casa do nosso rival minhoto mas foi inteiramente justo. O Sporting foi a melhor equipa em campo tendo apresentado melhor futebol, mais oportunidades, mais domínio, mais posse de bola e para coroar...mais golos!
A nossa equipa tem é que ser mais segura na defesa e não cometer tantos erros. Desta forma demos oxigénio ao nosso adversário.
Eu pensava que o Sp. Braga nos pressionaria em cima para não nos deixar construir jogo mas Abel preferiu fazer-nos uma espera mais atrás. Deu-nos o domínio territorial até ao meio do campo e tentou jogar no nosso erro ou em jogadas rápidas nas costas da nossa defesa. 
O Jogo até começou bem para nós com mais bola e com Gelson de inicio a mostrar que é um perigo e por pouco não marcou nos primeiros minutos. Mas tudo mudaria com o golo dos bracarenses logo aos 12´. Jogada rápida pela nossa esquerda, sempre a nossa esquerda, e com a bola metida no meio com a bola a bater na trave e na recarga o golo dos da casa. Não era o inicio mais desejado!
A equipa não se ressentiu e continuou a fazer o seu futebol mas Alan Ruiz lesionar-se-ia e daria o seu lugar a um Podence que voltou a dar cartas.
A partir daqui o Sporting foi efectivamente mais mexido. mais rápido e mais pressionante e á meia hora de jogo Podence ganhou uma penalidade que Adrien falharia. 
Os fantasmas de uma má noite pairaram então no ar mas a equipa continuou dona e senhora do jogo não baixando os braços. 
Até ao intervalo duas boas ocasiões de golo e uma para cada lado. Nos Leões, Gelson surgiu isolado na direita mas não teve engenho para servir Podence e o empate gorou-se e para os bracarenses, um golo bem anulado numa jogada bem engendrada.
O intervalo chegaria com a vantagem injusta dos bracarenses.
Na 2ª metade o SCP voltou a entrar com a mesma vontade e sem mudanças no 11 e conseguiríamos chegar ao empate em outra grande penalidade.....sobre Gelson Martins.  Sempre quero ver quem agora diz que com o braço do bracarense na frente de Gélson agora diz que este lance não era passível deste castigo. 
Bas Dost, chamado desta vez a converter, marcou o golo do empate merecido. 
Mas a nossa equipa era efectivamente a melhor em campo e William dava provas de que aquele jogo com o Benfica estava ultrapassado. Era ele quem pautava o nosso jogo e nos fazia também sair rápido para a frente. Claro que com Adrien ao lado é tudo mais fácil mas com Podence na frente e a sair da marcação para receber e levar perigo á baliza contrária ainda foi mais. O pequeno grande jogador foi mesmo a nossa arma secreta deste jogo. 
Jorge Jesus voltou então a mudar a equipa tirando um apagadissímo Bruno César e colocou Bryan Ruiz na mesma posição para nos dar mais poder na esquerda mas quem fez a jogada do 1-2 foi Marvim. O holandês que até então também tinha sido quase uma nulidade ganhou a bola na lateral e com tempo cruzou para Bas Dost marcar a sensivelmente 15´ do final. O Sporting passava para a frente do marcador 
O Braga que até tinha subido um pouco as linhas para tentar chegar mais á nossa área foi assim surpreendido com o Bis de Dost  que não se ficaria por aqui. Foi então para cima da nossa equipa e num erro de Paulo Oliveira conseguiria chegar injustamente chegar ao 2-2. Mas que golo de merda!!
Que raiva! 
Depois de tanto esforço, de tanto jogar melhor e de criar mais ocasiões de golo deixarmos fugir uma vitoria em poucos minutos não era justo mas havia poucos minutos para inverter a situação. Faltavam 12´ para terminar a partida e os jogadores do Braga agora voltavam a acreditar.
No entanto quem marcou foi o Sporting numa bela jogada. Adrien conquistou a bola no meio campo e endereçou-a a Bas Dost. Este virou-se e abriu na direita em Gelson que fez um compasso de espera e colocou a bola em Schelotto que cruzou a preceito para o hattrick de Bas Dost que voando mais alto que todos fez o resultado mais justo-a vitória do Sporting. Foi um grande golo de Dost que desta forma fica a dois golos de Leonel Messi. O holandês regista uns impressionantes 31 golos. 
Quanto á nossa equipa, Jorge Jesus colocou a mesma que havia jogado contra o Benfica. Na defesa Rui Patrício foi practicamente um espectador em campo e foi injusto ter tocado na bola quase só dentro da sua baliza; Schelotto cumpriu e ainda teve forças para oferecer o 3º golo a Dost, cumpriu com Gelson; Coates foi o patrão do costume e deu muita segurança á equipa; Paulo Oliveira só não esteve soberbo devido ao 2º golo do Braga e Marvim esteve á excepção da oferta do golo a Dost uma nulidade e só não foi expulso porque JJ substituiu por Jefferson; William foi o nosso melhor jogador do meio campo e voltou a dar muita segurança e por vezes até levou a equipa ás costas; Adrien falhou uma penalidade e foi muito faltoso mas foi sempre aquele jogador pronto para tudo dentro de campo; Gelson foi a nossa arma mais preciosa mas não dá para tudo; Bruno César já é o 2º jogo consecutivo que não faz nada de jeito e se deixa antecipar facilmente; Alan Ruiz quase nem teve tempo de jogar e Bas Dost fez o seu 2º hattrick em Portugal e dentro de campo foi um Leão, foi sempre muito prestável e deu quase sempre bom seguimento á bola; Podence entrou e foi um autentico perigo para o Braga, andou por todo o lado e faz uma dupla com Dost explosiva(sou só eu que o vejo?); Bryan participou poucos minutos mas no que podia fazer ...desperdiçou.
Como melhor em campo não há duvidas: Bas Dost assim é intratável!!

Apoie AmorSporting. Obrigado! 

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: