sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Vitória em Belém tirada a ferros!!


O Sporting venceu em Belém por, 0-1 com golo de Bas Dost já no período de descontos.
Foi uma vitória de uma equipa que deu tudo o que tinha mas que ficou muito longe de uma grande exibição. O Belenenses acabou por vender muito caro a derrota e só estranho não jogarem também desta forma com os nossos rivais.
A nossa equipa teve muitas alterações no onze e acusou um pouco a falta de rotinas principalmente nos novos laterais e durante a 2ª parte, jogámos mais uma vez, mais com o coração do que com a cabeça mas no fim sabe bem esta vitória tirada a ferros!
Esta vitória mantém-nos no 4º lugar a dois pontos do Braga, a 4 do FC Porto e a 8 do Benfica!
A Liga segue ...para o ano que vem!!

Foi uma grande exibição de Beto...e Coates!
Os dois foram gigantes e o SCP conseguiu uma grande vitória pois perdendo pontos no Restelo tudo iria por água abaixo. O Sporting vinha de 2 derrotas consecutivas e era essencial vencer para não ficarmos mais longe dos rivais mas também para manter a esperança de um titulo que demora a regressar a Alvalade.
A vitória surgiu já no período de descontos com golo de Dost e quando já ninguém acreditava...agora para o ano.... há mais, Campeonato.
A pressão de não podermos perder pontos não foi o suficiente para JJ não mudar a equipa: Beto jogou na vez de Rui Patrício, Esgaio foi lateral direito, Jefferson foi o lateral na esquerda, Rúben Semedo saiu para dar o lugar a Douglas e Alan Ruiz entrou na vez de Campbell. Portanto, a defesa é quase toda nova exceptuando o uruguaio Coates.
Rui Patrício e Rúben Semedo estão lesionados mas os laterais mudaram porque JJ o quis.
Do meio campo para a frente há a registar o regresso de Bryan á esquerda e de Alan Ruiz para o lado de Dost.
Equipa do SCP: Beto; Esgaio, Coates, Douglas e Jefferson; William, Adrien, Bryan Ruiz e Gelson,; Alan Ruiz e Bas Dost.
O Sporting entrou com vontade e com mais iniciativa com mais posse de bola, domínio de jogo mas como pouca definição de jogo no ultimo terço do campo. Os cruzamentos ou saiam quase todos sem destinatário ou nem sequer a bola levantava. Um mal deste Sporting!
William e Adrien conseguiam ter bola e faziam jogar a equipa mas era Gelson o mais inconformado. Da direita do nosso ataque saiam as jogadas mais perigosas enquanto do lado oposto não estava....ninguém.
Entrámos a pressionar bastante alto e sem deixar o Belenenses construir jogo e durante a 1ª parte só conseguiram ter uma boa oportunidade que Beto evitou com uma grande intervenção.
Alan Ruiz também dava sinais de querer fazer um bom jogo e verdade seja dita, já esteve melhor. Porém, não chega mas os seus remates levaram perigo á baliza de Joel(ponham os olhos neste menino). De qualquer forma com Alan Ruiz em campo temos mais bola mas pouca profundidade de jogo.
No meio campo as 2ªs bolas eram quase todas nossas e isso ia alimentando o nosso jogo.
Mas do outro lado estava uma equipa que juntava muito as suas linhas e que era muito compacta e fechada. O Belenenses recuava e não deixava espaço para o SCP mas a nossa criatividade não existe. Basicamente é passar a bola ao Gelson e esperar que faça um bom cruzamento.
Transições rápidas é coisa que não existe neste Sporting e marcar bem cantos nem falar.
Foi assim naturalmente que chegámos ao intervalo empatados a zero.
Na 2ª parte muita coisa mudou.
Alan Ruiz logo a abrir rematou para defesa apertada de Joel mas o Belenenses surgiu mais pressionante e a dificultar a nossa 1ª fase de construção. William e Adrien estavam muito marcados e a pressão exercida pelos atacantes do Belenenses dificultava muito o nosso jogo.
Gelson continuava a ser o nosso homem mais perigoso mas sem consequência no marcador e Coates subiu no ar para tentar a sua sorte mas foi uma raridade.
Andámos um pouco perdidos no campo e JJ viu-se obrigado a tirar mais uma vez , um apagado Bryan Ruiz pelo seu compatriota, Joel Campbell. A nossa ala esquerda continuou coxa mas no ataque estávamos melhor. Mal entrou em campo o SCP aproveitou para carregar no acelerador e por pouco não chegou ao golo.
Campbell entrou pela esquerda mas o passe para Dost foi um pouco puxado e depois aos 65´ Adrien na cobrança de um livre directo obrigou Joel a uma grande defesa com a bola ainda a bater na trave da baliza do Belenenses.
Mas a equipa azul era muito perigosa e não era só em transições. Muito por culpa do seu bom meio campo com jogadores fortes fisicamente e com o experiente Vítor Gomes começou a ter ascendente na partida e quer pela direita ou pela esquerda levou muito perigo á nossa baliza.
Beto levou inclusive uma bola no poste e fez boas intervenções impedindo o golo adversário. O Sporting ía dando algum espaço aos extremos azuis.
Jorge Jesus vendo que a contenda não se decidia e que o SCP perdia poder na partida mudou Alan Ruiz por Castaignos e foi este que cruzou para a aquela que seria uma penalidade para o SCP mas mais uma vez para o Sporting as mãos na bola não se vêm!! Castaignos cruzou da direita e Bas Dost não chegou ao lance mas o defesa azul domina a bola com o seu braço.
Para além deste lance viu-se pouco.... em campo.
O jogo tornou-se mais aberto pois o nosso meio campo não era aquele que conhecemos pois acredito que o cansaço se faça sentir em Adrien e William. Por isso, JJ fez outra substituição: aos 82´ Bruno César entrou por William para dar outra frescura ao nosso meio campo mas foi mesmo na marra que conseguimos vencer.
Já quando ninguém acreditava no nosso golo, a bola é levada por Gelson até á entrada da área do lado esquerdo do nosso ataque, deixa para Campbell que mais uma vez cruza perfeito ao 2º poste onde Bas Dost livre de marcação marca o único golo da partida. Viste como se cruza. Gelson?
O jogo praticamente terminou com o golo e a festa fez-se do nosso lado.
Como melhor em campo do Sporting vou eleger Bas Dost que acaba por marcar um golo decisivo. Dost fez um jogo sofrido no meio dos centrais adversários mas marcou na quase sua 1ª oportunidade de golo.
Não posso deixar também de referir a boa prestação de Beto e de Coates que foram gigantes. Beto evitou dois ou três golos quase certos do Belenenses e Coates mostra que tem um coração enorme e voltou a carregar a equipa ás costas.
Não fizemos uma grande exibição mas vencemos.
Agora a Liga segue no ano que vem e espero que os jogadores aproveitem bem esta época para retemperar forças. Até lá 2 jogos da Taça da Liga em que muito possivelmente será a ultima oportunidade para alguns jogadores jogarem no Sporting.

Se ainda não segue AmorSporting nas redes sociais é só clicar na imagem seguinte. Obrigado.

1 comentário :

  1. * O Belenenses acabou por vender muito caro a derrota e só é estranho não jogaram também desta forma com os nossos rivais.

    ... assim manda o mendes/mala/conluio/presidentes doutros clubes mas ferrenhos benfiquistas etc...

    Uma das formas de corrupção que já são corriqueiras no futebol português, uma CORRUPÇÃO SILENSIOSA... também houve épocas atrás que a sul do Mondego só tinhas praticamente o Sporting e o benfica na 1a Liga, décadas de campeonatos em que tinhas o Porto A a jogar contra o Porto B, C, D, E, F, etc.

    Lógico que torna as coisas imensamente mais fáceis para o A ser campeão... e as vezes não é preciso practicamente nenhuma ajuda de árbitros.

    E silenciosa porque ao fim dum par de anos não é absolutamente necessário dizer coisa alguma, quer declarações públicas ou conversas de balneário (por isso fazem campanhas para o silêncio de todos) ... basta o prémio de jogo po sporting ser 10.000 por jogador, e benfica e outros ser 1000 ou 2000, por exemplo ...os jogadores sabem logo quando devem *morrer a tentar* e quando a coisa não dá espiga nenhuma se for um passeio.

    O Sporting pode contar com isto em practicamente todos os jogos;-*os carregados do benfica* expressão que apareceu nas escutas que levou à prisão de dirigentes do Leixões o ano passado()

    Sporting para vencer isto, tem de ter o melhor treinador, a melhor atitude e os melhores ponta-lanças em Portugal... e isto tudo foi procurado como se vê pelas contratações, mas realmente têm todos estado todos aquém das expectativas até agora, mais atitude e ponta-lança (Dost não pode nem deve jogar sozinho na frente->dá numa aberrante incapacidade de marcar golos) que treinador na minha opinião.

    Agora dar um tiro no pé, correr com todos e começar de novo, é o que as campanhas na jornalixeirada quer, não vai resolver nada, vai agravar tudo e muito.

    ResponderEliminar

Comente em AmorSporting: