terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Próximo objectivo: vencer em Varsóvia


Na senda do que já sabemos: o próximo jogo é o mais importante e pensar jogo a jogo, eis a nossa viajem até á capital polaca para jogar o nosso jogo mais importante. 
O jogo de Varsóvia frente ao Légia é portanto o mais importante não só por ser o próximo mas porque é o que nos pode deixar de fora das competições europeias e isso seria um 2º objectivo não concretizado(o 1º foi o da Champions). É um jogo de pressão acrescida, não nos espera um ambiente simpático mas nada pode servir de desculpa.... nem mesmo a temperatura negativa.
O jogo é de Liga dos Campeões e a humildade e a presunção de que mesmo com melhor equipa podemos perder, é meio caminho andado para trazermos a qualificação para a Liga Europa.
Em Lisboa vencemos por, 2-0. Como será na Polónia?
Nada de derbi....para já!
Este é o nosso jogo mais importante até porque mesmo que percamos na Luz ainda teremos muito campeonato pela frente. Venha então o 1º dos jogos que preencherão bem os nossos próximos dias com três frentes pela frente(Liga, Liga dos Campeões e Taça Portugal).
Nota: A Liga bem poderia agendar esta eliminatória da Taça de Portugal para Janeiro(por ex.) pois não há jogos da Liga dos Campeões e era escusado estar a sobrecarregar os ´grandes` com mais um jogo a eliminar em cima da ultima jornada(quase sempre decisiva) da Liga milionária.
Ora, as nossas hipóteses de seguirmos nas competições europeias são mais altas que a dos polacos pois basta um empate para o conseguimos e somos dados como favoritos mas, isso prova-se no campo e não no painel de qualquer casa de apostas!!
Penso que nunca poderemos jogar para empatar nem somente para segurar o jogo como o fizemos na 2ª parte com o Vitória de Setúbal.
Esta partida tem um cariz totalmente diferente e o Légia não tem nada a perder. Com certeza que vão tentar fazer o seu jogo da época e temos que estar preparados para isso. É que os polacos também jogam a sua permanência na Europa neste jogo!!
A temperatura vai rondar os 6 graus negativos e será preciso toda a nossa experiência para ultrapassar toda uma situação que nos é desfavorável. Tempo para adaptações ao tempo não existe e é como estiver que teremos que jogar e demonstrar que merecemos continuar nas competições europeias.
Como disse, os dois Clubes jogam um dos seus objectivos neste jogo!

Légia:
A temporada não começou bem para os campeões polacos que neste momento e depois de terem recuperado alguns lugares na classificação ocupam a 4ª posição a 7 pontos do líder. No entanto não é tarde para se sagrarem outra vez vencedores da Liga polaca pois os 8 primeiros passam para a fase de apuramento de campeão.
Entretanto mudaram de treinador, estreado em Lisboa, estão a subir na classificação, na Liga não perdem há 6 jornadas mas na que antecedeu a recepção ao Sporting empataram em casa depois de já estarem a vencer por, 2-0. Porém não jogaram alguns dos seus jogadores, uns castigados e outros poupados para a batalha de Quarta-feira.
Para aqueles que poderão pensar que serão favas contadas ou que somos superiores, não nos podemos esquecer que quase surpreenderam(ou surpreenderam) o Real Madrid sofrendo só mesmo no final o golo do empate dos espanhóis e que apesar de terem sofrido 8 golos do Dortmund lograram marcar 4 golos a esta equipa!! E se isto aconteceu é por algum motivo-o Légia também tem valor!
Penso mesmo que vai ser uma batalha em que seremos apertados e pressionados pois é um jogo de Liga dos Campeões e nesta competição não há tempo para relaxar pois os erros pagam-se caro. E se há lições que temos que aprender é a deste ano na Liga dos Campeões: perdemos por 1 golo de vantagem os dois jogos contra o Real Madrid e contra o Dortmund.
Que estes jogos nos sirvam de lição para o que ainda falta jogar.
A nível estratégico acredito que ambos os treinadores não mudarão muito...ou quase nada nos seus onzes habituais.
O Légia costuma jogar em 4-2-3-1, tal como jogou em Alvalade, na recepção ao Real Madrid e em Dortmund tendo como referência o avançado húngaro Nikolics que é o melhor marcador da equipa. Este jogador chegou a ser apontado ao Sporting este Verão passado e tem valor....cuidado!
Esta é a equipa tipo do Légia:


A dúvida será se o Légia iniciará o encontro pressionando alto e cortando a nossa 1ª fase de construção ou se terá uma atitude mais comedida e de espera pelos nossos erros. Esta é uma duvida que muitos dos nossos adversários têm mas como disse anteriormente, o Légia não tem nada a perder e assim acredito que virão atrás do prejuízo.
Acredito que pressionarão logo á saída da nossa área e tentarão dificultar ao máximo que William e Adrien construam jogo.
Neste caso o nosso jogo obrigatoriamente será directo e com recurso ao jogo aéreo de Bas Dost muito á semelhança do que fizemos na 2ª parte com o V. Setúbal. O problema é que jogando directo podemos não ter as 2ªs bolas e consequentemente não termos tanta posse de bola. É que o Sporting prefere ter bola e assumir o jogo e na Quarta-feira não será diferente tal como fazemos em qualquer Estádio(foi assim em Madrid e em Dortmund).
Os polacos aplicam então um 4-3-2-1 mas com diferenças a defender e a atacar(como todas as equipas):
Em acção defensiva, o Légia recua e fecha-se colocando sempre 5 homens no meio campo(4-5-1). Para qualquer equipa passar esta barreira de 5 elementos é o mais difícil!
Em acção ofensiva, apresenta dois extremos bem abertos, um médio ofensivo que será um 2º avançado que andará a mover-se entre linhas e um ponta-de-lança que em principio será Nikolics, isto é, será praticamente um 4-4-2 com V. Odjidja-Ofoe a ser o tal 2º avançado. Cuidado William!!
Sporting:
Quanto á nossa equipa, penso que será praticamente a mesma que iniciou o nosso ultimo jogo até porque Joel Campbell não viajou e isso corta uma possibilidade. A excepção é João Pereira que a meu ver dará lugar ao Ricardo Esgaio pois está castigado.
Esta deverá ser a nossa equipa:


Não prevendo grandes mudanças na equipa resta que o Sporting apresente a mesma dinâmica que teve no jogo com o Real Madrid. É que se Bryan Ruiz ou quem jogar a 2º avançado não recuar para fechar e garantir igualdade numérica no meio campo, Adrien e William ficarão um pouco desamparados e isso será meio caminho andado para perdermos.
A diferença é que com o Real Madrid, foram estes que assumiram o jogo e na Quarta-feira teremos que ser nós. Podemos não o conseguir pois como disse seremos apertados mas, este é o nosso principio de jogo e penso que seremos fiel a ele.
Será então importante ter o controlo da partida e sermos nós a impor o ritmo. Acontece que a ´sonolência ` que por vezes a nossa equipa coloca no jogo chamando o adversário não é bom para o Légia que precisa vencer. Por isso eu digo que será importante ver como reage o Légia, se com muito respeito ou sem nenhum!!
O nosso objectivo passa impreterivelmente por ter bola e normalmente o William cai numa lateral para iniciar a nossa fase de construção e Adrien, se for preciso vai buscá-la do outro lado.
Para sair a jogar desde a nossa área é isto que temos que conseguir fazer.
Claro que a equipa tem que se mexer para que isto seja possível. Abrir linhas de passe ao colega do lado é dar várias saídas ao portador da bola e isto é o jogar um futebol apoiado que tanto gostamos de jogar. É desta forma que conseguimos sair de zonas de aperto com a bola controlada mas neste jogo temos que ver 1º como está o relvado. Se estiver com muita neve teremos que ser práticos e se for preciso jogar simples e para fora que seja.
O jogo directo mudará tudo!!
Jogar em jogo directo mudará tudo na nossa 1ª fase de construção pois não conseguindo sair a jogar a partir da nossa defesa restará tentar ganhar as 2ªs bolas. Se conseguirmos ter bola tudo muito bem , se não.....temos que correr mais para a recuperar!
Este é também um jogo de pormenor e quem errar menos ....vencerá! Portanto aproveitar o nosso jogo aéreo ou as bolas paradas pode ser fundamental. Também não nos podemos esquecer das transições rápidas que se derem azo a que aconteçam pode resolver a partida.
A outra hipótese e em termos tácticos, será o sistema que utilizámos em Dortmund.


É que tanto o Marvim como possivelmente o Ricardo Esgaio, são mais médios/extremos do que defesas. Depois porque surpreenderíamos o nosso adversário quer com 3 defesas centrais que cobrem as acções ofensivas dos nossos laterais e porque povoaríamos o meio campo e conseguiríamos ter mais posse de bola.
Se repararmos bem, os processo de jogo pelas laterais são practicamente iguais aos que utilizamos habitualmente. Os laterais sobem pela linha e os médios/extremos(Gelson e Bryan) jogando interiormente devolvem a bola ao nosso lateral que vai á linha cruzar. O bom neste sistema é que as costas dos nossos laterais são compensadas pelo defesa central de cada lado.
A defender serão 5 defesas, 4 médios e 1 avançado. Isto é: a defensivamente, esta táctica é mais um 5-4-1 mas a ofensivamente é um 3-4-3.
Não me admirava que utilizássemos este sistema mas prefiro claramente o que habitualmente utilizamos.

Acredito que em Varsóvia vai ser o bom e o bonito mas pelo que vi a nossa equipa fazer frente ao Vitória, sobretudo na 1ª parte, não tenho duvidas de que nos sairemos muito bem. A nossa equipa está em crescendo e acredito piamente que jogaremos o nosso melhor futebol e que esse chegará para passar ou até para vencer.
Sei é que qualquer falta de humildade da nossa parte nos pode ser fatal pois por muito que saibamos que o nosso orçamento é maior que o do adversário, que tenhamos melhores jogadores, que tenhamos um técnico melhor , etc, etc, o que conta é o que se faz dentro de campo e é aí que temos que demonstrar que somos efectivamente melhores.
Esta época já aprendemos mais lições e espero que as saibam aplicar ou que não as esqueçam pois se tivermos que aplicar o anti-jogo e jogar para fora que o façamos sabendo que também isso poderá servir contra nós. No futebol só o resultado interessa ...lembrem-se disso!!
As condições são muito diferentes do nosso país mas o futebol ganha-se da mesma forma-fazendo golos!! Venha de lá então o frio, a neve, o gelo, o relvado mais rápido ou mais ou menos dificuldade que não pode servir de desculpa para não colocarmos em campo tudo o que sabemos fazer para continuar nas competições europeias.
Em Varsóvia só a vitória interessa pois jogar para o empate é jogar para trás!
Vamos lá ter inteligência, estar concentrados, não inventar, aplicar o que sabemos e na frente, sermos pragmáticos na altura de rematar á baliza.
O sangue frio certamente não vai faltar mas para aquecer vamos ter que correr mais mas sobretudo bem.
Em Varsóvia, Paris, Milão ou em Melbourne...somos Sporting e é isso que termos que mostrar!
Eu acredito nesta equipa.
Para terminar deixo dois momentos onde podemos analisar um pouco esta equipa polaca.

Sporting-2 Vs Légia-0:

Légia-3 Vs Real Madrid-3: 

Força Sporting!!
Se ainda não segue AmorSporting nas redes sociais aproveite agora e clique nesta imagem:

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: