domingo, 4 de dezembro de 2016

Leão de luxo e desperdício fica a 2 pontos do líder


O Sporting recebeu o Vitória de Setúbal e venceu por, 2-0 como golos de William Carvalho e Bruno César em jogo da 12ª jornada da Liga. 
Depois do desaire do rival, era importante vencer para nos aproximarmos da liderança e em jogo dedicado aos núcleos do Clube a equipa sentenciou o jogo numa 1ª parte de luxo.
A vitória sobre o Vitória ....de Setúbal foi justa mas peca por escassa mas a equipa mostra que está em crescendo.
Vem na altura certa pois esta semana é muito importante para podermos concretizar os nossos objectivos.
O Sporting entrou com tudo frente ao Vitória que já tinha empatado os nossos outros dois rivais.
Jorge Jesus colocou exactamente a equipa que Amorsporting tinha preconizado e que grande 1ª parte vimos em Alvalade. Eu diria até que foi um luxo mas ao mesmo tempo, um desperdício de oportunidades de golo que aconteceram umas atrás das outras.
Registaram-se duas mexidas na equipa: João Pereira e Bryan Ruiz regressaram á titularidade em detrimento de Joel Campbell e Schelottom mas dentro de campo registou-se ainda outra alteração: Bryan jogou mais perto de Bas Dost e Bruno César encostou á esquerda. A diferença notou-se!
SPORTING: Rui Patrício, João Pereira, Coates, Semedo, Marvin, William, Adrien, Gelson, Bruno César, Bryan Ruiz e Bas Dost.
Ainda não estava decorrido o 1º minuto de jogo e Bas Dost já desperdiçava uma excelente oportunidade de marcar. Estava dado o mote para a partida.
Adrien Silva logo de seguida obrigava novamente Varela a defesa apertada mas William não falhou aos 5´ o cabeceamento que daria o nosso 1º golo. Finalmente conseguimos marcar num lance estudado e bem interpretado no entanto continuamos a desperdiçar alguns cantos e livres com invenções.
Estava aberto o marcador e o certo era carregar no acelerador para garantir uma boa vantagem que nos desse segurança.
Isso foi concretizado mesmo depois de terem anulado um golo a Bas Dost (duvidoso devido á posição do seu braço) por intermédio de Bruno César. Foi num grande golo de livre directo descaído para a direita do nosso ataque e de ângulo apertado. Ninguém esperaria que rematasse dali mas Bruno César que fez uma bela exibição fez o golo da noite.
Tal como AmorSporting tinha preconizado, o Vitória tentou impedir que William e Adrien pegassem no jogo mas era impossível concretizar esse objectivo. Os dois tanto caíam na esquerda ou na direita e conseguiam trocar a bola como se só eles jogassem sem adversário.
O Sporting era rápido , colocou intensidade QB e conseguia entrar pelas alas com Bruno César e Gelson a estarem muito bem nos seus papeis.
Na defesa quase que não havia espaço para o Vitória chegar á baliza de Rui Patrício e só por uma vez os setubalenses levaram perigo ao nosso reduto.
Na 1ª parte o nosso domínio foi avassalador e foi ver a serem construídas oportunidades atrás de oportunidades sendo quase todas desperdiçadas.
Foi uma maravilha que se viu no campo mas a 2ª parte seria completamente diferente pois o compromisso em Varsóvia assim obriga.
No regresso dos balneários a intensidade já foi outra, mais baixa, e o nosso jogo foi mais mastigado. Eu diria que a nossa preocupação foi mais a posse de bola mas mesmo assim Coates ainda marcou um golo, este sim LIMPO, que nos daria a tal segurança e margem confortável no marcador.
O Sporting tentava marcar este golo e o Vitória reduzir para entrar no jogo. Nem um nem outro conseguiram e a vitória dos Leões é inteiramente justa.
Diga-se que Rui Patrício evitou o golo do Vitória em grande defesa.
A partida de Varsóvia é importante mas JJ não arriscou substituições muito cedo porque não tínhamos o jogo garantido. Só nos últimos 15/10 minutos é que realizou 3 substituições: Joel Campbell entrou por Bruno César, Elias entrou por Adrien e Markovic entrou por Gelson.
A partida terminaria sem brilho e numa toada muito lenta mas já se pensava no nosso próximo jogo.
A nossa vitória foi mais que justa!
Como melhor em campo eu destacaria Gelson Martins que está um senhor jogador. Ataca, defende, sabe ter bola e oferece golos. É um gigante dentro de campo mas para os adversário deve parecer um diabo que andando á solta deixa perigo em todos os lances em que participa.
Foi uma vitória importante pois ficamos mais perto do nosso objectivo-o topo!

1 comentário :

  1. Uma arbitragem "inteligente", golos são para anular, agora faltas a meio campo, aí já não há problema. A reacção do Vitória, na 2ª parte, só acontece porque o "sr" árbitro não os deixou ir ao chão, mas eu já estava à espera, este árbitro é bem o "digno" sucessor do javardo do irmão.

    ResponderEliminar

Comente em AmorSporting: