segunda-feira, 7 de novembro de 2016

´Pecados ` de Jorge Jesus


No final dos jogos é normal que Jorge Jesus se apresente aos jornalistas e se refira ao que pensou da partida e aos aspectos técnico/tácticos que fizeram parte do jogo. 
Como técnico principal do Sporting está mais do que creditado para o efeito mas sente-se que acaba por abrir o livro demais. JJ acaba por dizer o que não devia pois tudo acaba por lhe ser atirado mais tarde para cima. 
Que ele não se incomode com isso ou nem o consiga controlar pode ser um facto mas se tivesse alguém que servisse de travão penso que ganharíamos todos com isso.
Não quero dizer que não goste de ouvir o que ele diz pois sou um adepto de futebol que gosta de saber todos os pormenores. O que digo é que há certos pormenores que deveriam ficar dentro do ambiente da equipa e outros que deveriam ser bem pensados se valerão a pena serem referidos.
Acredito que JJ fala muito e em direcções diversas enquanto deveria falar só de um aspecto-o jogo! 
JJ deveria referir-se só aos aspectos da partida de futebol que acabou de ´assistir` e não destacar aspectos que envolvam um atleta em particular. O discurso focado na equipa deve ser uma prioridade e nunca o de alimentar o seu ego pois isso já lhe saiu muito ´caro`.
Os jogadores já estão habituados a isso e sabem que JJ ao dizê-lo não o faz em género de critica mas são pormenores que dão a saber aos nossos adversários o que temos na nossa casa e o segredo é a alma do ´negócio`. 
Vejamos os exemplos: (Neste jogo)

-"Bas Dost é um finalizador. Trabalhamos como fizemos com Slimani. O Bas é mais difícil, porque a comunicação também é mais difícil. Estamos a conhecê-lo. Normalmente não tem intensidade durante os 90 minutos, pois está a conhecer e a adaptar-se. Não é num mês e meio que se criam raízes e compromissos com a equipa. Isso não se cria num mês nem em dois meses. Mas não é só ele."

Muito sinceramente isso é um aspecto para se dizer numa final de uma temporada e nunca no decorrer do campeonato. São pormenores que um defesa que o vai encontrar sabe tirar proveito disso.
Muitos treinadores não o dizem e no seu lugar responderiam muito por alto: "A finalização não tem sido a melhor mas estamos a trabalhar para a rever", "Alguém vai ter que pagar por estes golos falhados." , "Bas Dost, não marcou? No Sporting não individualizamos. Aqui foi a equipa que não marcou."
Estas são as respostas que JJ deveria dizer pois os jornalistas gostam é destas respostas pois é o que os outros lhes dão e eles parecem uns cordeirinhos. 
Jorge Jesus abre demais o livro e depois saem as perguntas traiçoeiras, as rasteiras e as perguntas indiscretas. Enquanto aos outros........nem as perguntam!!
No entanto é ele que se predispõem a isso e fala destes pormenores. 
Ainda no decorrer desta semana falou deste problema e que dizia que ainda teríamos muita falta do Teo Gutiérrez como que a dizer que não foi ele que o deixou sair.
Como vemos isto não pode cair bem num treinador pois parece que se está a desculpar desta saída e no caso de Dost, da sua demora na adaptação e falha de comunicação!!!!

-"Este ano andámos à procura da nossa dupla de avançados, uma dupla concretizadora. Quando Teo saiu, antevi que ainda iríamos lembrar-nos muito dele...Falta de golos? Perdemos qualidade em relação ao que tínhamos."

Não posso concordar com o que JJ diz pois soa a desculpa
Ao dizer que aos poucos os jogadores vão-se adaptando está a mandar a responsabilidade para a nossa politica de contratações e isso dentro de uma equipa não pode ser dito.
A tal voz única tem que existir e neste aspecto trabalhamos ainda muito mal. Não o gostava de estar a dizê-lo mas penso que é um pormenor muito importante que devíamos saber corrigir pois ainda há muito tempo. 
Não pode haver desculpas e as coisas têm que ser assumidas pelos responsáveis mas neste aspecto quem está no Sporting tem tomates e assume-as. 
Nunca tivémos(ou há muito tempo) uma simbiose tão grande na nossa estrutura de futebol e isso nota-se mas é preciso dar o passo seguinte. Porque o Nuno Saraiva não controla o que JJ diz nas conferências de imprensa e nos Flashe´s? Não seria uma boa tarefa para o nosso Director de Comunicação?
Penso que sim pois desta forma JJ estaria mais resguardado das criticas e o Sporting não era um alvo tão apetecível.  
E nos aspectos tácticos da equipa digo o mesmo.
Nunca JJ deveria abrir o livro sobre qualquer pormenor táctico da nossa equipa como o fez anteriormente: 

-"A equipa tem – pelo menos hoje teve – dinâmica de jogo e qualidade, falta-nos fazer golos. Temos de trabalhar nisso e adaptar os jogadores – Castaignos, Markovic e André – ao nosso modelo de jogo para serem aqueles que empurram a bola para dentro da baliza. Porque criadores existem. É trabalhar mais esse aspecto. O Sporting precisa de arranjar uma solução para fazer golo, perdemos um bocadinho de qualidade em relação ao que tínhamos."

O Sporting precisa de arranjar uma solução para fazer golo pois perdemos qualidade em relação ao que tínhamos? Será que a nossa linha atacante gostou de ouvir isto publicamente?
Não que seja uma critica, (lá está!) mas não fica bem dizer isso de uns jogadores, sector ou da equipa! 
O que se deveria dizer é que está-se a trabalhar para ter índices altos ou mais elevados de finalização ou que no nosso Clube não se individualiza um sector ou um par de jogadores. Quando vencemos , vencemos todos mas quando perdemos não é só devido aos avançados não marcarem!! É sim, porque a equipa não conseguiu vencer! A EQUIPA!!
Mas o seu livro está longe de ser um livro mau pois por onde tem passado sabem o que ele quer dizer. O problema não é bem esse pois é normal que no Benfica tenham gostado muito dele e que no Sporting se goste muito dele. O problema é que tudo o que é demais cansa e para o fim, no rival, já tivesse muitos anti-JJ´s e comece a tê-los no Sporting.
Mas mais.
Ainda me vai que dizer e comprovar em quantos cantos e livres indirectos conseguiu que a equipa fizesse a diferença dentro de campo!! Eu quase que lhe respondia como ele: BOLA, ZERO!!
Foram de facto muitas poucos os cantos e livres indirectos em que conseguimos fazer a diferença, ou seja, marcar golos. 
Para mim é um tédio ver mais um toque, mais uma invenção, mais um passe!! PORRA, com tantas torres dentro da área e inventamos jogo como se tivéssemos anões na equipa??

Coates-1.96m
Rúben Semedo-1.89m
Marvim-1.86m
William-1.87m
Bas Dost-1.96m
Bryan Ruiz-1.88m
Schelotto-1.87m
Luc Castaignos-1.88m
Paulo Oliveira-1.87m
André-1.84m
Alan Ruiz-1.83m

E como foi ontem o nosso 1º golo? Não foi com dois toques de cabeça dentro da área adversária?
Sei que temos recorrido algumas vezes ao Coates em lances de futebol aéreo mas tem que ser mais! 
É também verdade que se marcam cantos directos vergonhosos no Sporting. Uma equipa tem que saber a aproveitar os lances de bola parada para vencer um jogo e esta temporada, que temos essa ´vantagem`,  não parece que a estejamos a utilizar. 
Este é um pormenor que pode ser importantíssimo numa partida mas que não me parece que o Sporting esteja a ser inteligente o suficiente para a saber utilizar. Estamos á espera de quê?

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: