sábado, 22 de outubro de 2016

Sporting vs Tondela: A minha equipa


O Sporting recebe o ´maldito` Tondela em jogo da 8ª jornada da Liga NOS pelas 18H15 e em Alvalade. A nossa equipa vai tentar exorcizar o fantasma da época passada mas também o dos jogos seguintes á Champions em que temos escorregado. Foi em Vila do Conde e em Guimarães onde sofremos 6 golos e marcámos somente 4.
Qual será o nosso 11 inicial? Haverá mudanças na equipa ou JJ apresentará o mesmo 11 em dois jogos seguidos?
Eu escolhi a minha equipa.
Já o tinha referido em outras ocasiões mas volto a dizê-lo: gostei muito da nossa equipa em Madrid e é nessa em que eu acredito mais excepção seja feita ao nosso lateral esquerdo. Também se jogar o João Pereira ficamos bem representados e entretanto o Adrien lesionou-se e não pode jogar.
Aquela atitude foi fantástica e deu quase quase para deixar a Europa inteira de boca aberta. No entanto isso não nos valeu de nada pois acabamos por oferecer os 3 pontos que são o mais importante.
Ficou então a base da equipa que foi Sol de pouca dura pois mudanças e mais mudanças tirariam as rotinas mais desejadas numa equipa que estava a crescer e a mostrar bons resultados. 

Quando tudo parecia estar a correr bem e a sofrermos poucos golos eis que em poucos jogos sofremos muitos golos mas os culpados pareceram ser os nossos laterais, que foram os que mudaram e mudam constantemente. Defensivamente não estamos a acertar!!
Penso então ser o momento certo para mudar algo que não os nossos laterais. Refiro-me a mudar o Rúben Semedo pelo Paulo Oliveira pois dentro de uma equipa em que sofre muitos golos tem que haver hipóteses a outros jogadores. Eu dava, já neste jogo, a minha chance ao nosso capitão em Famalicão!
Assim a minha defesa seria a seguinte se bem que estou impedido de colocar o Jefferson que está lesionado: Rui Patrício, Schelotto, Coates, Paulo Oliveira e Zeegelaar.
Do meio campo para a frente também mudaria um jogador: Markovic cederia o seu lugar na equipa ao Bruno César sendo que isto acarretaria a que o Bryan jogasse ao lado de Bas Dost.
Assim William Carvalho e Elias seriam os médios centros e construtores do futebol da equipa, Gelson e Bruno César seriam os nossos alas/extremos e na frente o Bryan acompanharia o Bas Dost.


Como refere Jorge Jesus nós estamos bem ofensivamente. Onde temos pecado mais é defensivamente sendo que os nossos primeiros defesas em campo são os dois avançados. Estes é que têm que pressionar bem e fechar os espaços que por exemplo não conseguiram impedir com o Dortmund. 
Outras equipas irão tentar o mesmo se bem que duvido que tentam entrar pelo meio sem a mestria dos jogadores alemães.
Creio que pelas palavras de Petit, o Tondela, mais uma vez não virá só para defender. Eu já vi esta equipa a trocara bola e em principio não vai ser nada fácil a nossa tarefa.
No entanto e disso não tenho duvidas é que se colocarmos tudo em campo para vencermos mais um troféu, os três pontos, seremos os vencedores no final da partida. 
Com o Paulo Oliveira que é um excelente central estaremos muito bem seguros e isso viu-se no jogo de Famalicão onde formou parelha com Douglas. 
E porque não Douglas a titular? Neste aspecto penso que o Paulo está á mais tempo na equipa e que merece reconquistar o seu lugar.
E o futebol é mesmo assim: quando não se está bem dá-se lugar a quem esteja melhor. Se na frente de ataque a nossa dinâmica não justifica grandes mudanças já na nossa defesa penso ser o momento certo para dar oportunidade ao Paulo Oliveira e ao Jefferson ....se estivesse operacional para o jogo. Não estando, joga quem está, o holandês.
Quanto ao Elias, o melhor é mesmo continuara jogar para que entre ele e os restantes companheiros se sintam mais entrosados. Nós precisamos de jogadores que consigam entra na equipa quando for preciso e o Elias é um deles. 
Neste aspecto o Alan Ruiz pode continuara jogar mas aos poucos, o Matheus por exemplo sendo extremo tem que dar tempo ao Gelson pois estamos a ficar muito dependentes do jogo dele e também não me posso esquecer do André que sempre que tem entrado tem mostrado raça e muito empenhado.
E esta sim seria a nossa verdadeira rotação da equipa.
Exige-se uma vitória sem sofrer golos, queremos mais um troféu, os três pontos, e uma partida bem conseguida. Há que sofrer pois não existem jogos fáceis mas temos que mostrar dentro de campo que realmente somo os favoritos.
Não temos tempo para mais más abordagens ao jogo!

Sem comentários :

Enviar um comentário

Comente em AmorSporting: