sábado, 24 de setembro de 2016

Sporting vence Estoril com Bis de Dost em noite com 6 golos


E agora quem é que não pode perder?
Será que também irão dar esse titulo ao rival amanhã depois da nossa vitoria categórica por, 4-2 frente ao Estoril?
Tentaram colocar pressão estupidamente á 6ª jornada mas eis a resposta: grande exibição, 4 golos, Bis de Bas Dost  e mais uma noite memorável em Alvalade com 41.000 espectadores.
A equipa vai crescer mais!
Gostei de ver o Sporting jogar á excepção dos últimos minutos e com o resultado em 3-0. Esse relaxe ainda deu dois golos ao adversário mas sem necessidade nenhuma!
Este foi mesmo o único ponto negativo da noite.
A liderança está de novo em nosso poder depois desta vitória categórica sobre os estorilistas. Marcar 4 golos numa partida onde poderíamos ter marcado uns 7 ou 8 até é simpático para o nosso adversário.
Jorge Jesus mudou mas mudou para bem e para aquela que é quase a nossa 1ª equipa. 
Sporting: Rui Patrício: João Pereira, Coates, Semedo e Jefferson; Gelson, Adrien, William e Bryan; Alan Ruiz e Bas Dost.
De inicio entrou Jefferson e Alan Ruiz que não esperava que jogasse. No entanto seria substituído ao intervalo por André.
Mas em termos de jogo o Estoril preferiu resguardar-se no seu meio campo pois sabia que arriscando-se muito na frente poderia sair de Alvalade copiosamente derrotado. Assim recuou as suas linhas e fechava-se mesmo no miolo deixando as alas livres para João Pereira, Gélson e Jefferson e Bryan que souberam aproveitar não tanto na 1ª parte mas mais na 2ª metade do jogo.
E foi por onde o Sporting atacou e chegou mesmo a abusar na 2ª parte. 
Com o adversário fechado para tentar sair em transição rápida o truque era não perder a bola e mais uma vez esta equipa mostrou momentos sublimes. O Sporting troca a bola como bem quer e com uma categoria impressionante. 
Foi mágico ver William não falhar um passe ou ver a sua calma e colocara bola quer num lado, quer no outro. Para além disso ainda ofereceu o 3º golo da noite a Bas Dost(que passe, meu Deus!) e ainda participou no lance do nosso último golo.
William para mim foi o melhor jogador do Sporting em campo mesmo sem marcando 2 golos.
Mas Adrien também fez um bom jogo mas ainda não foi aquela força dentro de campo. Esta menos faltoso mas é muito influente.
Na 1ª parte até nem tivemos muitas ocasiões de golo mas dominamos a partida de alto a baixo. Foi mesmo avassalador o nosso domínio. 
Mas dominar não é sinónimo de golos e, 1-0 ao intervalo, era o resultado. O golo de Bas Dost a cruzamento de Gélson marcava o jogo.
Na 2ª parte continuamos a atacar pelas alas e o Estoril ainda não tinha mudado a sua estratégia.. 
Coates saltou mais alto que Moreira e fez o 2-0 e quando se esperava que apertássemos mais a equipa relaxou um pouco. Mesmo assim ainda marcámos por Bas Dost que fez o seu 2º golo e o 3º da noite.
O Sporting jogava bem! 
Porém o Estoril abria o seu jogo e quando se esperava pelo 4º golo do Sporting foi o Estoril que reduziu para 3-1. Transição rápida e cruzamento rasteiro ao 1º poste com um estorilista a marcar golo.
O Sporting reagiu e o jogo ainda não estava terminado. Primeiro, JJ fez as substituição que tinha por fazer mas ao colocar o André ao intervalo revelou-se uma boa substituição. 
No resto Markovic jogou e jogou mais qualquer coisa e Elias também.
No final chegaríamos ao 4º golo por André mas os canarinhos ainda marcaram outro golo fazendo o resultado final. 
Vitória justa e domino fantástico sobre a bola é o que se pode dizer deste jogo dando uma resposta clara àqueles que andaram a semear tempestades.
William foi o melhor numa equipa que espera-se que seja igual na Terça-feira.

2 comentários :

Mario Silva disse...

Foram 6 golos mas podiam ter sido 9...

O Bryan Ruiz ficou a dever 2 de baliza aberta (1 defendeu o Moreira com a perda quando se pedia um estouro para cima... outro foi um estouro pas nuvens de pé direito quando se pedia uma coloração magistral)... e o André ficou a dever outro, por chegar atrasado, ao melhor cruzamento e melhor jogada do Gelson (o puto merecia melhor acompanhamento)

Se sofre 2 golos é mau... falhar 3 à boca da baliza traz arrepios à memória...

Rui Cerdeira Fernandes disse...

Ganhámos e bem. Deu para dar minutos aos reforços e isto assim é que é rotação. O Sporting a trocar a bola é uma categoria e quando o Bas Dost aprender as jogadas......