sábado, 30 de julho de 2016

Habemus Sporting: Troféu 5 Violinos fica em casa


O Sporting recebeu o Wolfsburgo para o Troféu 5 Violinos e venceu por 2-1 com golos dos inevitáveis Slimani e Adrien.
No dia em que Meli se apresentou em Alvalade já se viu mais Sporting sobretudo na 1ª parte. Este período foi de bom nível e com domínio absoluto. A nossa equipa sentiu o regresso de Rui Patrício, William Carvalho, Adrien e de João Mário e  a qualidade foi notória. 
Habemus Sporting!!

O jogo foi relativo ao Troféu 5 Violinos e este fica em casa. No fim Adrien levantou o Troféu e em declarações afirmou que é natural existir interesse nos jogadores do Sporting mas que estão todos felizes no nosso Clube. 
Já JJ afirmou não acreditar na manutenção do 11 inicial do Sporting pois é o preço do sucesso. No entanto com jogadores que ainda vão entrar e também como os que já estão no Sporting e a crescer vamos ser uma boa equipa.
Quanto ao jogo, já deu para ver mais Sporting!
Como referiu JJ na véspera os 4 campeões da Europa fora titulares e notou-se bem a presença em campo. De um lado Patrício mostrou porque foi considerado o melhor guarda-redes do Euro16, William e Adrien já deram outra ordem ao nosso meio campo e João Mário não engana ninguém. Agora imaginem quando estes ´meninos` estiverem em forma!!
Equipa inicial: Rui Patrício; Schelotto, Coates, Rúben Semedo e Zeegelaar; William Carvalho, Adrien Silva, João Mário e Bruno César; Bryan Ruiz e Slimani.
O principal destaque vai para a colocação de Bryan ao lado/perto de Slimani na frente. Confesso que esperava que fosse Barcos a jogar na frente e ao lado de Alan Ruiz mas tudo indica que Barcos deve sair e assim só podia jogar Slimani. 
Mesmo castigado na 1ª jornada Slimani regressou ao 11 inicial e só precisou de 26 minutos para marcar. Cruzamento para dentro da área, falhanço do central alemão e Slimani dominou a bola e colocou-a no fundo das redes. 
Ora, como dizia, não estava á espera de Bryan jogar com Slimani na frente apesar de ser a minha dupla de atacantes preferida no Sporting! O costa-riquenho ainda não está ao seu melhor nível mas nota-se a sua qualidade em campo. 
No oposto dentro de campo, na baliza, Rui Patrício fez pelo menos duas defesas que salvaram o Sporting. Uma delas foi num remate fenomenal de Rodrigues de fora da área que Rui Patrício fez a defesa da noite. Na outra evitou o golo alemão a Max que apareceu isolado perante o nosso guarda-redes.
Depois, á sua frente e a constituir o quarteto defensivo estiveram os que JJ considera como os em melhor forma: Schelotto na direita, Coates e Rúben Semedo sendo que o uruguaio mais descaído para a direita e o português descaiu mais para o lado esquerdo. Na lateral esquerda jogou Zeegelaar!
No eixo do meio campo voltámos a ter a dupla William/Adrien com este último a ser o nosso capitão, como habitual. 
Ainda no meio campo, pela direita João Mário e pela esquerda um Bruno César que ameaça começar a Liga a titular. 
E enquanto esta equipa se manteve em campo a bola foi sendo nossa com mais ou menos acerto mas ainda sem muitas jogadas até ao fim da linha. De qualquer forma William já vai buscar jogo e este 11 já sabe muito bem o que fazer. 
Foi com naturalidade que chegámos ao 1º golo e logo de seguida ao 2º por intermédio de Adrien numa grande penalidade. 
Já deu para notar grande circulação de bola e a troca de flanco com mais rapidez, a maior segurança no jogo e na posse de bola, a maior segurança e domínio da nossa defesa em quase todos os lances da 1ª parte mas ainda nos faltou aquelas jogadas de entrada na área e as jogadas ao fim da linha. 
Também já gostei mais da pressão que efectuámos sobre a defesa adversária.
Á beira do intervalo a tal defesa de Rui Patrício que nos garantiu os dois golos de avanço na ida para o intervalo.
Na 2ª parte a história já foi diferente e no balneário ficou João Mário substituído por Iuri Medeiros. Passados 10 minutos Alan Ruiz substituiu Slimani, Palhinha substituiu Adrien, Jefferson entrou por Zeegelaar e João Pereira entrou por Schelotto o que deixou o Sporting algo desorganizado e mais lento de processos.
Curiosamente, com as substituições o Wolfsburgo ficou mais fresco, mais rápido e mais ofensivo.
O jogo ficou mais aberto e as jogadas de perigo junto á nossa baliza aumentaram e até que chegou o golo alemão em que se notou menos ritmo da nossa defesa em relação ao adversário.
Aos 76´ ainda entrou Podence por Bryan Ruiz, Ewerton por Rúben Semedo, Matheus Pereira por Bruno César, Naldo por Coates e Aquilani por William Carvalho.
Muito perto do final Aquilani poderia ter matado o jogo mas permitiu a defesa do guarda-redes do Wolfsburgo e Rui Patrício e a nossa defesa evitaram o empate. 
Adrien acabou por levantar o Troféu que mais uma vez fica em Alvalade e o Sporting já esteve mais perto do Sporting a que já estamos habituados. 
Agora é continuar a treinar para que daqui a 14 dias possamos estar todos em Alvalade, em forma, para derrotar o Marítimo relativo á 1ª jornada do Campeonato. 
É caso para dizer: Já temos Sporting!

Sem comentários :