domingo, 1 de maio de 2016

Jornada do LEÃO(32ª): Sporting quer ser campeão(1-3)


O Sporting quer ser campeão e deitar o país a baixo! É esta a conclusão depois de uma grande vitória no Dragão por, 1-3 como golos de Slimani(bis) e Bruno César. 
A nossa equipa estava obrigada a vencer para poder continuar a acreditar que ainda pode vencer o campeonato. Era também um jogo em que o nosso rival tinha esperanças de se distanciar de nós. No entanto foi um grande espectáculo de futebol e não façam parecer com que tivéssemos sido beneficiados.
Mas que grande Sporting se apresentou no Dragão mostrando que é feito para enfrentar grandes equipas e suportar alta pressões. Vencemos bem e fomos uns justos vencedores.
Jorge Jesus não mudou a equipa e fez alinhar o mesmo onze do ultimo jogo: Rui Patrício, Schelotto, Coates, Rúben Semedo, Zeegelaar, William, Adrien, João Mário, B. Ruiz, Teo e Slimani e cedo se viu ao que a nossa equipa ía - á vitória.
João Mário teve a 1ª ocasião de golo logo aos 5´de jogo mas falhou só na cara de Casillas. 
O Sporting tinha como missão pressionar as saídas de bola do FC Porto que são muito más. Com isso recuperar bolas e sair em ataque rápido mas os azuis e brancos não são uma equipa qualquer e nem sempre o conseguimos fazer.
Digamos que na maior parte do tempo conseguimos ser mais consistentes, mais rápidos, mais audazes e sobretudo muito mais pragmáticos. 
Claro que o FC Porto também poderia ter-se adiantado no marcador com uma bola no poste que sobra caprichosamente para as mãos de Rui Patrício e de ainda Aboubakar ter desperdiçado uma boa oportunidade na cara do nosso guarda-redes.
Quem viria a marcar foi o Sporting , por Slimani, que já tinha deixado o seu aviso. William abre muito bem na direita em João Mário, esteve faz uma cueca a Angel, entra na grande área e oferece o golo ao argelino. Parecia fácil mas foi um grande trabalho de João Mário.
De seguida , o mesmo Slimani teve o 0-2 nos pés mas falha inacreditavelmente mesmo quase na linha de golo rematando contra o espanhol do FC Porto.
Aos 32 minutos o caso do jogo que deu o empate mas curiosamente José Peseiro e Pinto da Costa não falam nele. Aboubakar faz falta sobre Shelotto á entrada da área , a bola sobra para Brahimi que simula uma penalidade de Coates e quem assinala a penalidade é o árbitro auxiliar do outro lado do campo. De facto o uruguaio estica a sua perna mas Brahimi faz-se claramente á falta. Mal assinalado , cartão amarelo para Coates mal mostrado e o mesmo cartão que fica por mostrar por simulação.
O empate estava feito e o mesmo Herrera poderia ter adiantado o FC Porto no marcador mas á saída de Patrício rematou muito torto.
Até que aos 43´a classe de Bryan Ruiz fez-se notar. lançamento lateral no enfiamento da área azul e branca , Ruiz recebe a bola, rodopia e cruza geometricamente para a cabeça do goleador, Slimani. Que golo do argelino. Já lá vão 26 golos!
Ao intervalo o Sporting vencia por 1-2.
No reatamento os da casa vieram melhores e depois de mais uma simulação para penalidade de Corona Maxi remata á figura de patrício e Sérgio Oliveira remata á trave.
Em contra partida Coates de cabeça, num canto , e João Mário num remate á entrada da área colocaram Casillas mais uma vez de aviso. 
Aos 67 minutos aí sim, parece existir falta de Coates sobre Aboubakar dentro da área que Artur Soares Dias não assinala. No entanto se repararem Corona faz uma entrada perigosa no lance com Zeegelaar e daqui nasce a falta da penalidade não assinalada. Já para não falar que o camaronês parece estar fora de jogo mas só uma grande visão poderia esclarecer.
O Sporting continuava a ter mais bola, a ser mais consistente, defendia mais em bloco e não cometia tantos erros. Isso também lhe ia dando mais confiança e ao aproximar-se o final começaram as substituições. 
Antes a defesa da tarde a pertencer a Casillas a um cabeceamento de Slimani. Que defesa fenomenal!! 
Aos 78´entra Bruno César por Teo e Bryan pasaa a jogar mais perto de Slimani e passados 6 minutos de ter entrado , João Mário isola o Chuta-chuta e este com muita sorte marca o 3º golo do Sporting. Nem se consegue explicar be este golo pois a bola sai rasteira e depois de ser defendida bate nas costas de Casillas e entra na baliza.
Até final saiu Bryan por Gélson e João Mário por Paulo Oliveira. 
Resultado final 1-3 , justo para o Sporting que foi a melhor equipa.
Melhor jogador em campo para Amorsporting foi: Slimani.
Islam não perdeu uma bola no espaço aéreo e é um autêntico quebra cabeças dentro e fora da área. Pressiona, corre, corta, ajuda a defender, marca golos e sobretudo está mais conhecedor do seu espaço e tem muito mais técnica.
Não queria porém de destacar o João Mário. Muito sinceramente , se o outro vale 80 milhões o que valerá este nosso jogador? Que técnica, que sabedoria com a bola nos pés, que solidariedade para com Schelotto, que maravilha é ver este jogador jogar quer no meio quer na ponta. Dribla, aguenta o jogo, cruza, marca golos, enfim.....João Mário já é um caso sério!!
Grande vitória e tudo é possível.

Sem comentários :