quarta-feira, 18 de maio de 2016

Jorge Jesus


Jorge Jesus é um grande treinador. Que ninguém tenha dúvidas disto!
No entanto nunca se consegue agradar a todos se é que é esse o objectivo. Então qual o objectivo de Jorge Jesus?
Para mim o seu objectivo é vencer e para isso estuda, cria, aplica no treino e exige no jogo tudo o que aprendeu e criou.
É um obcecado pelo jogo e pelo treino. É este treino a que dá muita atenção que é fundamental pois é ai que o jogador aprende o que tem que fazer nos jogos e JJ exige sempre máxima concentração. Mas isto não é nenhum segredo.

O que também não é segredo é a sua maneira de ser. Jorge Jesus é recto, inteligente, sarcástico, tem um ego enorme mas é um excelente treinador.
O nosso mister tenta passar a sua mensagem que no fundo é a sua cultura táctica e a sua ideia e para isso passa muito tempo em Alcochete a trabalhar o que também ajuda a fugir á pressão.
É um homem que dá muitas calinadas na gramática e sabe disso mas admite que não será agora que vai mudar. No entanto diz que não liga muito a esse aspecto até porque valoriza mais a sua formação como treinador, as suas ideias, o treino e na área de trabalhar com seres humanos. É isso que lhe dá conforto e segurança.
JJ também admite que não tem nenhum hobbie, aliás ......o seu hobbie é estar com os amigos á mesa, estar no seu cantinho pois nem gosta muito de viajar. Também não é supersticioso mas em jogador ...era. Acredita é no trabalho e nas pessoas que trabalham consigo!
O nosso mister é famoso por ser bom treinador, pelas suas calinadas mas também por adaptar jogadores com muito bons resultados. Eu diria que é um predestinado do futebol, não tanto como jogador mas sim como treinador e isso é o que interessa na sua profissão.
Quando adapta olha obviamente para a qualidade técnica do jogador mas também a sua componente física. Depois parte para a parte técnica e táctica que é ele que ensina, isto é, é preciso ter em conta estas três vertentes: física, técnica e táctica.
Mas isto só se faz se o jogador acreditar que é capaz: se ele não acreditar, não se consegue fazer nada!
Depois o sistema de jogo que diz não haver o melhor pois cada equipa , cada treinador tem o seu e nele tem que acreditar mas mais do que isso tem que o desenvolver.
"Os sistemas de jogo, como é óbvio, têm dinâmicas e é preciso dar-lhes uma ideia. Tudo parte do sistema, a primeira abordagem a ter é em relação ao sistema. É a partir dele que defines tudo: a forma como defendes, a forma como atacas, a forma como pensas o jogo. E isso é uma criação do treinador. As jogadas das minhas equipas são criadas pela minha cabeça e executadas pelos jogadores. Sou eu que as crio, em função dos posicionamentos dos jogadores. Para mim, o futebol é arte. Arte de quem joga e arte de quem treina. O treino e o jogo são isso: a junção da arte de quem treina com a arte de quem joga. O treinador é um pouco como o jogador, tem de nascer para o ser. Depois desenvolve-se com treino. O treinador só perceber de treino não chega, há muitas coisas que o envolvem e que ele tem de perceber.
Podes ter 11 bons jogadores, mas se não tiveres um bom treinador não ganhas. Porque os 11 bons jogadores pensam cada um pela sua cabeça. O que importa aqui é teres um treinador que saiba rentabilizar o pensamento da equipa em função da qualidade individual dos jogadores. Na minha opinião, numa equipa de sucesso, 60 por cento é do treinador." Este é o testemunho de JJ em Dezembro de 2015 numa entrevista ao Jornal macaense, ´ponto final´.
É indesmentível que o homem gosta muito dele próprio e assim tem que ser. Primeiro há que gostar-mos de nós e não interessa o que os outros digam. Assim ganhamos confiança mas depois temos que saber doseá-la pois tudo o que é demais cansa. JJ deveria ser um pouco mais comedido.
Mas será JJ capaz de se arrepender de algo ou de engolir quando algo corre mal?
Na mesma entrevista chega-nos a resposta que penso se aplicar um pouco a....hoje:
"Arrependo-me muitas vezes de indecisões de momento ou de decisões que depois se mostraram erradas."
"Penitencio-me, culpo-me. Quando as coisas correm mal, eu não passo a bola, tenho sempre de perceber porque é que correram mal, há sempre uma explicação. E isso faz com que eu me martirize muito. Mas esse processo também nos dá experiência."
Pegando nesta última frase de JJ penso que posso falar um pouco desta época e no que penso que JJ fez de melhor e de pior.
A temporada começou como todos sabemos e ainda hoje todos os intervenientes refutam as culpas da mudança de JJ para o Sporting. Eu continuo a dizer que uma pessoa que já trabalha numa casa á 5 anos e que nos últimos 11 meses não recebe proposta para renovar que pelo menos merecia que lhe dissessem na cara que já não estavam interessados na sua continuidade e não lhe dariam um bilhete para Paris para ir ter com o seu empresário(supostamente lhe arranjaria uma equipa longe de Portugal). Mas enfim......para os benfas o que interessa é a sua versão e nessa JJ surge como traidor só porque assim teimam em o ver mas só para o Benfica ter a razão!
Depois quando se concretizou a mudança começou uma guerra de que JJ não conseguiu abstrair-se mas que não foi o Sporting que a iniciou nem muito menos , o treinador.
Saíram processos, acusações, insinuações, comentários menos respeitosos e em todo o lado, enfim......Jorge Jesus estava debaixo de brasas e só por ter assinado pelo Sporting porque se tivesse assinado pelo cascalheira nada aconteceria como aconteceu.
Mas o problema maior foi como ele respondeu e isso agora atingiu-o como um projéctil. Não o vai matar mas vai doer mas sou sincero......não deveria ter pressionado, pelo menos, Rui Vitória que era o que menos tinha culpa nesta história toda. Depois nem conseguiu parar e algumas coisas que disse agora servem contra ele. A história do Ferrari, o ter feito dele muito pequenino, a equipa dele ser a melhor, não caíram bem a Rui Vitória e foi indevidamente, muito duro com ele. Aqui JJ falhou muito!!
Continuo a gostar muito de JJ e vou continuar a gostar mas muito por ser um enormíssimo treinador e que fez quase um milagre esta temporada no Sporting.
É o homem certo no local certo mas precisa de ajuda do nosso Clube. Precisa que seja mais blindado e que não esteja sempre em declarações polémicas nem em ataques. Eu sei que já é crescido para ter juízo mas nós nunca somos sozinhos, detentores da verdade. Ele também tem que ouvir o que a nossa comunicação tem para lhe dizer.
Claro que se a nossa comunicação falha ou é má , essa ajuda torna-se muito difícil e esta temporada isto foi muito mal gerido.
Agora , olhando para trás vemos muito barulho e poucas consequências. Os ataques do rival foram menos mas muito mais precisos. É o jogo fora das 4 linhas de que tanto se fala mas que tão cedo não desaparecerá.
JJ também deixou-se enredar pela atmosfera que criaram á sua volta e agora......está a ouvi-las!!
Ainda houve uma altura na época em que disse que Rui Vitória poderia ser o seu sucessor no Benfica mas foi Sol de pouca dura. Até nem no final deste campeonato deu os parabéns ou uma palavra sobre o trabalho de Rui Vitória!!
Por muito que me custe e até nem gosto dele, mas Manuel José falou uma coisa certa á Antena1:
MJ- "Para mim, Jesus é o melhor de todos mas não é o melhor do mundo como ele pensa que é. Não tem respeito por ninguém – desrespeita toda a gente só para alimentar aquele ego enorme que tem. E não lhe fica bem. Mas também não pode ficar à espera que os outros o respeitem a ele. Quando se perde, temos também de perder o mau feito, sermos magnânimos e dar os parabéns aos que ganham. Saber perder também é uma virtude"
MJ- "Jesus quis entrar em mind games de uma forma que não é aceitável. Disse agora no final que ele inventa, os outros imitam e ele é que ganha. Mas quem ganhou foi Rui Vitória. Ganhou 20 dos últimos 21 jogos. É um treinador incompetente? Não sabe o trabalho que está a fazer? A equipa está mal organizada? Nestes últimos 21 jogos, o Benfica foi melhor que o Sporting."

Desculpa JJ, mas quando erramos temos que saber ......que erramos!!
Tirando este aspecto terás todo o meu apoio pois és um grande treinador e o certo para o Sporting.
O nosso projecto continua de pé.

2 comentários :

Anónimo disse...

Partilho totalmente da sua opinião. Aproveito para acrescentar o seguinte; enquanto JJ esteve ao serviço do seu anterior clube, eles tudo fizeram para conter e proteger JJ das suas já conhecidas incontinências verbais, falta de educação, de saber estar e falar. E acima de tudo de o fazer compreender que num clube e em especial numa equipa o NÓS sobrepõe-se sempre ao EU por muito grande que este seja.

Mas quando olhamos e ouvimos o nosso presidente ou Octávio Machado, percebemos que é difícil que tal aconteça pois cada um deles tem um maior EGO que o outro.

JL

Joaquim Saldanha disse...

De acordo. Nunca haverá grandiosidade sem humildade. É um grande treinador mas o seu ego já o fez morrer na praia 2 vezes.