quarta-feira, 30 de março de 2016

O meu ídolo: ´Bala`...Krassimir Guenchev Balakov


Antigas Glórias - Balakov "A Lenda" - 40 Grandes Golos

Fez ontem 50 anos um grande jogador que passou pelo nosso Sporting e que eu em particular adorava. De facto Balakov foi um jogador que me encheu as medidas muito acima de muitos outros. Só mesmo Manuel Fernandes o ultrapassou na minha caderneta de ídolos!

Em 90, tinha eu os meus 16 anos e sendo sportinguista e jogador do desporto rei, idolatrava ´BALA` e foi com muita tristeza que o vi sair depois da vitória na Taça de Portugal de 95. 
Chorei como se tivesse 5 anos  e nunca me esquecerei dele em ombros pelo resto da equipa naquela que foi a sua despedida como jogador do nosso Clube.
Para mim, é claro, que nunca deveria ter saído como saiu, ou até nunca deveria ter saído porque um jogador desta qualidade não é todos os dias que se vê cá por estas bandas. 
Era um regalo ver esta Lenda a jogar futebol. 
Era como se fosse mágico e tudo poderia sair daquele pé esquerdo mas atenção: o seu pé direito não era cego nem nada parecido. Até fez grandes golos com o seu pior pé!
Balakov chegou ao Sporting em 1990 pela mão de Sousa Cintra juntamente com outro grande jogador, Iordanov. 
O búlgaro não enganava ninguém e mal tocou na bola foi ver magia a acontecer em campo. Bem precisou de muito tempo para se ambientar. Era como se tivesse nascido no nosso Clube e isso não era normal.
Jogador de visão de jogo invulgar, técnica fenomenal, remate fulminante e certeiro e especialista em bolas paradas(livres , cantos e penaltis). 
Balakov foi um nº10 como nunca tivemos no nosso Clube e até recebeu um prémio Stromp em 1992. De facto era um dos jogadores mais adorados pela massa associativa do Sporting mas mesmo assim saiu no Verão de 1995 quando vencemos a Taça de Portugal ao Marítimo por 2-0 com dois golos de Iordanov. 
Esse jogo viu ao vivo e nunca mais me esquecerei pois foi também o dia em que Luís Figo deixou o nosso Clube. E tudo porque os jogadores de classe mundial pretendiam ganhar mais e nós mais uma vez, parvos, não o quisemos dar!!
Balakov nunca teve aquela vida de estrela de equipa que bem merecia. Cá , podíamos lhe ter dado tudo o que precisava mas mais uma vez desperdiçamos um talento do futebol mundial por estupidez.
Transferiu-se para o Estugarda mas nunca obteve a glória que tanto merecia. 
Lá também só venceu uma Taça da Alemanha e mais tarde tornou-se no treinador adjunto daquele Clube. 
Seguiram-se outras paragens mas já como técnico principal e neste momento treina os búlgaros do Litex Lovech.
Ultimamente foi visto em Leiria onde a selecção portuguesa perdeu com a selecção búlgara em jogo amigável mas cá dentro de mim continuo a ver aquele golo em Setúbal em que driblou metade da equipa do Vitória e fez golo. Nesse dia e com esse golo acertei um 12 no Totobola!
Quem me conhece sabe que de facto era este o meu ídolo e que ´BALAKOV` era uma das minhas alcunhas ....no futebol de 11.
Nunca me esquecerei de ti, meu ídolo ´BALA`. 
Bem-haja e de ti só posso dizer:
OBRIGADO POR EU SER SPORTINGUISTA

Sem comentários :