sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

L.Europa: Tragam uma aspirina... da Bayer(0-1)


O Sporting poderá ter claudicado a sua continuidade na Liga Europa com a derrota em Alvalade por, 0-1. Os Leões receberam o Bayer Leverkusen e perderam num jogo a contar para os 16-avos-de-final desta competição de dimensão europeia.
O resultado foi o pior que poderia ter acontecido mas cedo se adivinhou o que iria mesmo acontecer. Avisados ou não a nossa equipa deixou tudo aberto para os alemães marcarem um golo e poderiam ter marcado mais golos. Foi deveras um dos piores jogos que o Sporting realizou, esta temporada , e há ilações a tirar.
As que eu tiro é que ainda estão jogadores no Sporting que não merecem cá estar. Ou porque não aprendem de forma alguma ou porque definitivamente as suas acções facilmente não serão perdoadas. E bem se pode falar em patinhos feios porque as acções ficam com as toma e depois têm que sentir as consequências!! Uma verdadeira família apoia mas também se dão lições!!
Ora bem, o nosso técnico decidiu mexer na equipa e pode-se dizer que a qualidade notou-se!! As mudanças foram as suficientes para deixar a equipa com muitos pontos fracos. Jefferson regressou á esquerda, Aquilani fez companhia a William no meio, Mané surgiu a titular e na esquerda do ataque e Teo substituiu Slimani no onze inicial. 
Portanto foram 4 substituições, na prática....só duas porque para mim jogámos quase sempre com 9 jogadores em campo. E voltamos á questão do patinho feio........mas vejamos o onze inicial: Rui Patrício, João Pereira, Coates, Rúben Semedo, Jefferson, William, Adrien, João Mário , Mané, Bryan e Teo Gutiérrez.
Enfim e sejamos directos: para mim jogar com Mané e Teo na equipa titular é jogar com jogadores a menos. PONTO! Mané não aprende como tem que jogar e o melhor era mesmo sair ou ser emprestado. Quanto a Teo não é nenhum totó mas está a pagar o preço de ter perdido o `comboio´.
Mas falemos do jogo.
Os alemães foram muito superiores ao Sporting e foi .....uma lição táctica. Ontem JJ perdeu a toda a linha pois a equipa que gere não fez nada de bom. Fomos lentos , previsíveis, sem ideias, sem garra, sem qualidade de pressão, sem arte , sem inspiração e sobretudo sem oportunidades de golo. Mau demais para uns 16-avos-de-final de uma competição europeia.
Mas estamos eliminados? Não, nada disso! Este Bayer venceu mas não me convenceu muito e se o Sporting jogar ao seu mais alto nível temos equipa para vencer ...na Alemanha.
Mas em Portugal o Bayer fez o que quiz. Fechou-se bem no seu meio campo, recuou as suas linhas e soube pressionar com dois ou mais homens o portador da bola leonina. Ganhou muitas bolas e soube partir em transições rápidas e sempre com 4 homens no mínimo.
Sem Adrien nem Slimani o nosso futebol foi muito mau para ser verdade. O nosso jogo foi aos trambolhões e com muitos passes perdidos. O truque era mudar de flanco com rapidez e impor um ritmo de jogo elevado mas foi tudo o que não fizemos. 
O adversário marcou aos 27 minutos mas poderia ter marcado mais vezes e este resultado até foi lisonjeio para nós. No golo Rui Patrício e Coates ficam mal na foto pois um ficou á espera do outro e deu no que deu. 
O guarda-redes do Bayer fez uma única boa defesa a remate de Jefferson e mais não fez. Porquê? Porque Teo está lento, pesado e trapalhão. Provavelmente acusa a pressão e de ter estado na praia durante alguns dias. Depois Aquilani não aproveita as oportunidades que lhe dão e Rúben na 2ª parte exagerou numa entrada e viu o seu 2º cartão amarelo e consequente expulsão. É o preço da juventude!
Bom foi os 4 amarelados que participaram no jogo não terem ficado impedidos de jogar na Alemanha. No entanto , já sabemos que  Rúben não vai viajar e que para passar esta eliminatória temos que vencer em casa deste adversário difícil mas não impossível de vencer. 
Para mim ui Patrício acaba por ser o melhor em campo por ter feito um para de boas defesas e de ter evitado mais golos.
Foi mau demais.

Sem comentários :