sábado, 13 de fevereiro de 2016

Jornada do LEÃO(22ª): OBCECADOS PELA LIDERANÇA(0-4)


O Sporting viajou até á Madeira para defrontar um sempre dificil Nacional, comandado por Manuel Machado mas soube simplificar a sua vida. A goleada por 0-4 com Bis de Slimani, João Mário e Adrien carimbaram a volta á liderança. Pode-se dizer que esta equipa é obcecada pela liderança!!

Se estavam á espera de muitas dificuldades era legitimo mas logo aos 2 minutos Slimani deitou por terra qualquer intenção do Nacional. João Mário apontou um canto ao 1º poste e o argelino surgiu de rompante e inaugurou o marcador. Que começo!!
Jorge Jesus parecendo ouvir-me (eheheh) apostou no melhor onze do Sporting com destaque para a titularidade de Rúben Semedo que realizou uma grande exibição. Ele e Coates foram imperiais! Bravo!! 
Eis o onze inicial: Rui Patrício, João Pereira, Coates, Rúben Semedo, Zeegelaar, William Carvalho, Adrien, João Mário, Bruno César , Bryan e Slimani. 
O golo deixa qualquer equipa mais tranquila e foi isso que se viu em campo. O Nacional deixava dois homens na frente para lançar rápidas transições mas cedo viu-se que o Leão tinha a lição bem estudada. João Pereira e sobretudo Zeegelaar aproveitaram para ajudar o nosso ataque e que jeito deram. 
Mas o nosso meio campo esteve muito bem. William voltou ás grandes exibições realizando grandes passes e ajudando a nossa defesa e Adrien esteve no seu normal. Grande capitão! Estes dois homens secundados por Bryan e João Mário fizeram miséria nas alas , no meio, á frente e na defensiva pois quase nunca lhes tiraram a bola dos pés. Que maravilha! 
A bola estava dominada mas o Nacional até ao nosso 2º golo ainda acreditava numa gracinha. 
Bruno César começou com queixas musculares mas o Sporting pressionava e recuperava muitas bolas. Slimani e Bryan não deixavam o Nacional construir jogo e depois o nosso meio campo saltava mais alto e ficávamos com a bola. 
Até ao intervalo poderíamos ter marcado pelo menos por 3 vezes. Uma delas foi mesmo golo de Bryan mas o lance foi mal anulado por suposto fora de jogo. Depois Coates num cabeceamento falhou a emenda e Mané mais tarde, á beira do intervalo não acertou na baliza numa grande jogada do Sporting. Isto tudo explicava o domínio do nosso futebol com futebol apoiado e grande controlo de bola. 
De facto este nosso meio campo é um luxo e o puto maravilha afinal é..... JOÃO MÁRIO.
O Sporting na 1ª parte preferiu atacar pelo nosso lado esquerdo onde Bryan , Bruno César e Zeegelaar chegavam até Slimani para criar perigo. No entanto Bruno César teve que sair e Mané entrou para o seu lugar. Com isto João Mário foi para a esquerda e Mané ocupou a direita do nosso ataque. 
Ao intervalo, 0-1 para o Sporting.
No recomeço da partida e sem alterações no onze o Sporting entrou a todo o gás e pronto a resolver a contenda o mais cedo possível. 
A pressão exercida era a mesma e surtia efeito. William e Adrien cedo tomaram conta da bola e faziam dela ...magia. 
O 2º golo apareceu a culminar uma grande jogada da nossa equipa. Bryan fez um túnel já dentro da área adversária e o defesa cortou a bola com a mão. Bem assinalada a penalidade que o nosso capitão não falhou. O 0-2 era mais que justo. 
Apesar deste resultado não tirámos o pé do acelerador e William até participava mais nas manobras ofensivas. A bola era só do Sporting e este 2º golo matou a equipa do nacional. 
Aos 63´ o 3º golo da partida e de novo para nós. Slimani insistiu e conquistou a bola á entrada da área do Nacional, isolou-se mas atirou á trave. No entanto a bola ressaltou para João Mário que não falhou a baliza. Este golo era o corolário do nosso futebol num relvado em mau estado.
O Sporting praticava um futebol  vistoso, prático, apoiado, dominador e hoje....eficaz. Na defesa tudo era perfeito e Coates com mais trabalho que Rúben esteve quase sempre bem. 
A 20 minutos do final , JJ , tirou Adrien que não falhará o jogo com o Boavista e colocou Aquilani na sua vez. O italiano entrou bem na partida e também já com Schelotto em jogo participaram no nosso 4º golo. Schelotto em velocidade foi carregado á entrada da área do nacional mas Bruno Paixão marcou grande penalidade. Sem Adrien Slimani marcou com categoria o 0-4 da partida.
E assim, com uma exibição de luxo, o Leão volta ao comando da Liga Portugal. 
Para Amorsporting o melhor em campo acaba por ser Slimani. Não que não tivessem existido outras grande exibições mas porque o argelino marcou 2 golos e mostra que está de volta á sua melhor forma e cheio de animo. Sli, para não variar, limpou a sua área. Realizou uma pressão alta e com resultados. Correu , saltou , tabelou e marcou. Ainda teve tempo para falhar no 3º golo mas mais uma vez foi o melhor. 
Também gostaria de destacar William , Adrien, João Mário e Rúben Semedo que estiveram muito bem. Puto maravilha é ...João Mário. Se existe um jogador que merece esse titulo esse é o nosso médio. João Mário corre, marca, dribla , defende, dá a marcar, joga da direita, no centro, na esquerda e dá show. 
Grande exibição do Sporting! A nossa obsessão é pela liderança.

Sem comentários :