segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Jornada do LEÃO(21ª): Sporting desperdiça liderança(0-0)


O Sporting empatou com o Rio Ave sem golos e desperdiça mais 2 pontos e perde a liderança(por golo average-confronto directo só se aplica depois dos 2 jogos realizados entre si). Foi um Sporting sem chama, sem outra velocidade e se me permitem, pela 1ª vez, com JJ a inventar!!
O Sporting estava a ganhar, sofria mas ganhava, e então mudou a equipa porquê? Porque tirou Bryan para a linha e colocou Teo de inicio? Os resultados viram-se!! O colombiano foi uma nulidade e Bryan andou desamparado do lado esquerdo.
Para mim, Jorge Jesus mexeu na equipa e fez muito mal. O 1º erro foi ter colocado Teo a titular e o 2º erro foi quando o tirou e colocou Barcos. O argentino era o jogador menos preparado para jogar de todos os suplentes e num banco com Gelson e Bruno César. A equipa inicial foi a seguinte: Rui Patrício, João pereira, Paulo Oliveira, Coates, Zeegelaar, William , Adrien, Bryan, João Mário, Teo e Slimani.
A equipa entrou com vontade apesar do Rio Ave pressionar á frente e tentar dificultar a nossa fase de construção. Não o conseguiu a espaços mas sempre que podia obrigava Rui Patrício a bater para a frente. Depois fecharam-se bem e William e Adrien tinham dificuldade em manobrar as operações. No entanto foram surgindo algumas oportunidades de golo que não conseguimos materializá-las em golo. Bryan ganhando um ressalto, isolado, remata contra Cássio e Slimani isolado pela direita remata fraco e á figura. 
Os vila-condenses não se amedrontaram e conseguiram chegar á nossa baliza e com perigo. Tarantini cabeceou ao lado e numa perda de bola de Adrien , um forasteiro isolou-se e Rui Patrício evitou males piores. 
O jogo estava mexido e o Sporting voltaria a causar perigo: Slimani ofereceu o remate de Adrien mas Cássio tirou para canto, neste canto Teo cabeceia e Cássio volta a tirar o golo e depois João Mário num grande trabalho individual a permitir mais uma grande defesa ao guarda-redes do Rio Ave.
O Rio Ave respondeu com um remate perigoso á beira do intervalo que Rui defendeu para canto.
O intervalo chegou com muito desperdício da nossa parte.
Para a 2ª parte viemos com outra vontade mas foi o nosso adversário quem falhou uma oportunidade clara de golo. Ao 2º poste Kuka isolado cabeceou como mandam as leis mas ....saiu por cima da baliza. 
Depois, aos 50 minutos Rúben Semedo substituiu Paulo Oliveira lesionado e aos 57 Slimani desperdiçou uma chance de ouro. A bola é colocada ao 2º poste e este sozinho cabeceou por cima da baliza de Cássio. A superioridade do Sporting era maior , mais posse de bola, mais bola de um lado para o outro, muitos passes curtos, mas cruzamentos eram quase sempre mal medidos ou tortos. Quando chegavam a Slimani chegavam em condições pouco vantajosas para este. 
O Sporting enrolava muito a bola junto á area adversária e o nosso lado esquerdo era inútil. Assim como Teo que não se viu em campo. Antes deste ser substituído houve um golo  anulado ao Sporting mas acabou por ser bem anulado por falta de Coates sobre um defesa do Rio Ave. 
Bryan fazia o que podia mas quem carregava a equipa ás costas era Adrien. Grande jogo do nosso capitão que correu quilómetros mas hoje faltou-lhe melhor companhia. William não esteve mal mas também não passou do mesmo e João Mário esteve mais preso.
Aos 60 ´ o 2º erro de Jorge Jesus: saiu Teo e entrou Barcos. Então não era melhor ter mudado Bryan para o lado de Slimani e ter colocado o Bruno César ou o Gelson Martins? Não! Colocou um jogador que mal chegou e sem jogar á 2 meses. Para mim esta substituição matou a equipa e praticamente a deixou a jogar com 10 jogadores. 
E a partir daqui as coisas pioraram , a equipa ressentiu-se não sei de quê e ficou mais presa de movimentos. As jogadas eram tiradas a ferros e só Adrien conseguia que a equipa se mexe-se. Depois quase no fim ainda tirou William e colocou o Gélson mas já era tarde demais. João Mário viria para o lado de Adrien mas Gelson entrou tarde no jogo mas ainda tentou mexer com a equipa. 
Ainda tivemos ocasiões de marcar mas os cabeceamentos eram mal medidos ou os cruzamentos não saiam. Muitas vezes enrolámos a bola na linha final e não tirámos proveito de nenhum lance de bola parada. Mas quem ensinou a marcar cantos daquela forma? Parecem cantos á equipa da distrital!!!
Enfim , para o fim nem houve muito querer nem muita vontade em realmente vencer o jogo pois quase ninguém se mexia e teimavam em entrar pelo meio que era onde estavam mais jogadores do adversário.
Quanto mais do fim nos aproximávamos mais a pressão aumentava e golos nem vê-los. O jogo acabou como começou e quem diria: carlos Xistra fez uma boa arbitragem. Se fosse sempre assim.....
O resultado não foi o mais justo mas também não fizemos tudo o que estava ao nosso alcance.
Mais 2 pontos desperdiçados e a consequente perca da liderança isolada. Continuamos a depender de nós mas perder estes pontos e antes do clássico Benfica-FC Porto não calhou nada bem!
O melhor em campo foi Adrien que acabou de renovar o seu contracto connosco e que mostrou que é um verdadeiro capitão.

Sem comentários :