segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Futebol, erro, manipulação e comunicação


Quem não se lembra deste lance da ´mão de Deus`? A Argentina sagrar-se-ia campeã mundial com o contributo deste golo......de Maradona. O futebol é mesmo assim! É um jogo de erros e normalmente vence quem erra menos. Injusto ou não isso não interessa no final do jogo. O que realmente interessa e é o que conta é que vence quem tem mais golos....a favor.
Uma equipa para vencer, é verdade que luta por isso, mas é porque a outra equipa também errou. Lembram-se de termos perdido aquele estúpido jogo na Madeira com o União por, 1-0 e de consequentemente termos saído da liderança da Liga? Um único erro, num único jogo e lá se foi o 1º lugar. Quem não achou que fosse injusto? 
Pois bem......nada foi mais injusto mas nós não jogamos sozinhos e se o FC Porto, naquela altura, saltou para 1º foi porque os seus resultados também o justificaram. É como no final do campeonato - o campeão é sempre a equipa mais regular!
O futebol tem ciência mas também é incerteza e é o que vivemos neste preciso momento no futebol português. O Sporting chegou a ter 7 pontos de avanço para o Benfica mas se perdemos esses pontos é porque falhámos mais que o adversário. Sim, nesse período de tempo, falhámos mais do que o rival. 
Se marcas um golo é porque um defesa falha o corte do lance ou da jogada mas também tens mérito de o teres conseguido...enganar. É esta simbiose que existe no desporto Rei e na maior parte de todos os jogos mas para que isso aconteça temos que contar também com outros factores de equilíbrio/desequilibro: qualidade dos jogadores, a sua inteligência , a sua forma, o momento, se estás concentrado, a aselhice, arbitragens, golos com a mão, etc....enfim uma panóplia de factores.
O que é certo é que errar faz parte do futebol como a água da vida humana e vence quem errar menos. 
Neste momento, o Sporting é a equipa que está a errar menos e por isso está em primeiro no campeonato. Claro que nada é eterno e de repente quem erra menos pode começar a errar mais(madeira, madeira, madeira). É a tal incerteza do jogo.
Os jogos também não são todos iguais e os adversários são todos diferentes por isso não se goleia em todos os fins-de-semana e não existem equipas imbatíveis. O futebol é jogado por humanos e isso torna-o .....falível! 
Como é jogado por humanos existem os tais aspectos do jogo que têm que ser iguais para todos como por exemplo as leis, seja na sua interpretação seja na arbitragem. 
O factor humano é fundamental a todos os níveis e este factor que tanto tem de bom como de mau depende de um equilíbrio que tantos o desejam mas que muitos, o evitam e não o desejam. 
O futebol tem-se revelado super actualizado com tudo o que é prejudicial e o lado mau do factor humano é hoje um dos factores mais utilizados no nosso futebol e até na FIFA e na UEFA se vêem casos de corrupção. Quando os líderes do futebol mundial não são capazes de dar o exemplo muito fica por fazer. 
Muito está errado e o dinheiro fornece hipótese para tudo.
O que eu digo é que qualquer dia, se vai jogar menos dentro de campo. Já hoje temos autênticas máquinas de comunicação e guerra informática para tentar ter avanço sobre os outros. Poucos ainda o saberão mas a comunicação e a manipulação da opinião pública é um meio poderosíssimo. Isto lembra-me que o crime está em constante evolução e o doping e a corrupção são os melhores exemplos. 
Acontece que a comunicação não é crime e tudo se pode dizer. Conseguir colocar noticias todos os dias na imprensa e todas a inventar sobre o Sporting é obra e uma forma de tentar desestabilizar. Este é um factor muito poderoso e que quem o sabe utilizar pode ter primazia sobre os demais. Não o é utilizado só agora. É sim, mais conhecido pois o nosso Clube tem-o denunciado. As provas estão á vista e é ver que existem histórias sobre quase todos os jogadores do nosso Clube e não dos jogadores dos outros rivais. É preciso ter imaginação!!
O problema é que isto é uma forma de crime que ninguém quer saber nem impedir pois dá para todos. Em Portugal vivemos nesta era e dificilmente sairemos dela pois os artista estão aí e tão cedo não desistirão. O que eles não gostam é de serem denunciados.
Portanto o futebol de hoje é bem diferente dos tempos antigos. 
No entanto há coisas que não mudam e se continuam a assistir no futebol nacional. Os truques e os jeitinhos continuam na berra e não aceito que digam que não existe corrupção porque há provas disso. Não existem é provas do hoje e do agora mas ela está lá. É difícil de a provar mas que ela está aí, está! Alguém me pode explicar porque é que o Bruno Paixão , depois de 4 anos sem apitar jogos do Sporting, é agora nomeado para o Nacional-Sporting? O srº Vítor Pereira até pode estar em guerra com o Sporting e FC Porto e até com falta de árbitros mas nomeá-lo logo agora, um momento crucial do campeonato? Se isto não é estranho o que será estranho? 
Em dois jogos mandaram o Carlos Xistra e o Bruno Paixão. Quem virá a seguir? O Manuel Mota ou o Cosme Machado, outra vez?
Mas no futebol não se manipulam jogos só pela arbitragem. Também acredito que exista manipulação através das apostas desportivas, da má interpretação das leis , do doping e do combinar entre Clubes seja através de jogos comprados seja através de empréstimo de jogadores ou até de jogadores comprados. Cá em Portugal penso que existe de tudo e só não se chega aos prevaricadores porque é mais uma coisa de que não se quer saber. 
Para mim existem coisas bem esquisitas e só as explico desta forma. Há certas coisas que não se compreendem!
O futebol está mudado em muita coisa mas não muda naquilo que é preciso: leis de jogo, utilização dos meios tecnológicos e politica contra dinheiro anónimo e corrupção no futebol. Isto sim , poderia ser um programa de um candidato á presidência da FIFA. Será?

Sem comentários :