quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Não pensem que se livram assim tão fácilmente


O Sporting já reagiu ao caso do arquivamento das prendas de cortesia aos árbitros por parte do Benfica. Nós lutaremos contra o que achamos ser ILEGAL e do que não está englobado na lei mas parece que ´não interessa´ e então passa a estar só porque o querem que assim seja. 
O nosso Clube vai recorrer , como BdC já tinha anunciado, e não pensem que se vão livrar assim tão facilmente.
Provavelmente o recurso será a nível nacional mas suspeito que também para instâncias internacionais.
Realmente estamos num país em que as escutas do apito dourado são consideradas ilegais e as prendas que nem na lei estão contempladas são consideradas ´simbólicas´. Enfim depois do dolo sem intenção já tudo é possível!! 
Amorsporting transcreve essa reacção:

"Infelizmente pelo próprio decurso do inquérito promovido pela Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga,  pelas questões colocadas, nomeadamente aos árbitros, e pela condução da inquirição no que diz respeito ao Presidente do Sporting Clube de Portugal (que, no momento certo, irá pelo mesmo ser revelada), não era expectável outra decisão diferente da que hoje foi conhecida.

Infelizmente o Futebol Português parece continuar a querer ser reconhecido na Europa como um excelente formador de talentos, uma  nação com Clubes de dimensão europeia mas um dos países com piores práticas de futebol.

O Sporting Clube de Portugal irá recorrer da decisão hoje conhecida e não serão estas tomadas de decisão,  que prejudicam gravemente o futebol,  que irão demover o nosso Clube, em todas as instâncias necessárias, para a penalização de quem comete actos como os ora mencionados (relembramos que se trata da oferta de 1120 jantares por época a árbitros, delegados e observadores) e para a modernização, credibilização e dignificação do Futebol que, decisões como esta  ou a criação de conceitos inexistentes como o de “dolo sem intenção”, não permitem."

1 comentário :

M Santos disse...

Infelizmente, só se confirmou aquilo que todos nós já suspeitávamos que iria acontecer.
Inclusive, o timing das mesmas também não é inocente. Tudo teria de ser "resolvido" antes do dérbi e antes que o Sporting começasse a ficar inalcançável. Agora a dois pontos, com os apitadores libertos do efeito "voucher", processo a Slimani, dérbi mais próximo, alguém acredita que os vermelhóides queiram estar nesta situação na véspera do mesmo? Perdendo, ficavam a cinco e com a vida muito difícil.
Coincidências? Não acredito nelas....
Mais outra coincidência - a entrevista há dias pelo chefe dos bois de preto a colocar o assunto "vouchers" cá fora, é porque já sabia de alguma coisa.