terça-feira, 26 de janeiro de 2016

(3ª) Taça Liga: Sporting vence mas é eliminado


O Sporting está fora da Taça da Liga mesmo vencendo o Arouca em jogo muito pobre , num relvado lastimoso mas com uma atitude bem melhora. No outro jogo o Portimonense que chegou a estar a perder por 2-0 deu a volta ao marcador acabando por vencer por 2-3. Como bastava empatar , marca assim, presença nas meias-finais da Taça da Liga. O nosso golo foi do holandês Zeegelaar.

Com esta exibição muito fraquinha dos leões , pelo menos na 1ª parte, ficou provado de que estão jogadores no Sporting ....que não estão a justificar. 
Jorge Jesus mexeu na equipa sabendo que Teo e Marcelo devem estar de saída. Quanto a Mané tenho duvidas pois entrou na 2ª parte e foi ele que mexeu no jogo. Destaque para a estreia de Jug que esteve bem! Vejamos o onze inicial: Azbe Jug; Schelotto, Paulo Oliveira, Ewerton e Zeegelaar, Esgaio, Aquilani, André Martins, Matheus, Tanaka e Montero.
A 1ª parte foi muito lenta e isso permitiu uma melhor entrada do conjunto arouquense que até teve algumas situações de perigo dentro da nossa área. Jug foi colocado á prova num lance em que defender bem um mau corte de Paulo Oliveira. 
Aquilani tentou pautar o jogo mas os jogadores estavam muito presos ao relvado ou o frio parava-lhes os músculos!? Também a rotação das equipas tornou o jogo mais...parado. 
O Sporting praticamente não incomodou o guarda-redes do Arouca.
Montero era facilmente desarmado, Schelotto e Zeegelaar ainda procuram os mecanismos mais correctos, Esgaio que jogou a médio defensivo tinha muitas dificuldades e nas alas o jogo não saia. Foi um futebol muito previsível e triste duma equipa que precisava de muitos golos.
Na 2ª parte, JJ , tirou Tanaka e Matheus e colocou Mané e Gelson Martins e pode-se dizer que o Sporting melhorou significativamente. Carlos Mané trouxe velocidade e profundidade ao nosso jogo e o domínio foi absoluto. A jogar desta forma poderia fazer falta á equipa principal.
Pressionámos mais o adversário e não o deixámos sair do seu meio campo. Schelotto subiu mais no relvado mas Zeegelaar esteve muito faltoso. 
Criámos algumas situações de golo, rematámos mais á baliza e o guarda-redes adversário teve muito mais trabalho. Adivinhava-se o golo leonino que surgiu numa recarga a um cabeceamento de Montero. Livre , cabeçada de Montero , recarga de Zeegelaar e golo do Sporting! Até final voltámos a criar mais uma ou outra ocasião mas os remates foram sempre tortos ou fracos. 
Podence também entrou em campo mas mostrou que ainda está muito ...verde.
Três pontos conquistados mas só contam para as estatísticas!!
Para Amorsporting o melhor em campo foi Aquilani. O italiano correu quilómetros e tentou carregar a equipa ás costas mas para um tecnicisma aquele relvado foi um empecilho. Aquilani comandou a nossa equipa mas poderia ter feito mais mas não se pode fazer tudo numa equipa.

Sem comentários :