segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Venha de lá essa Dor(yen).... ou não!


Foi conhecida há poucos minutos a decisão do TAS, Tribunal Arbitral do Desporto, que opunha o nosso Clube á Doyen Sports tendo esta sido desfavorável ao Sporting. 
O caso é referente á transferência do jogador argentino Marcos Rojo do nosso Clube para o Manchester United tendo o Sporting rescindido o contracto com este fundo de investimento.
A Doyen Sports reclamava 17.2 Milhões de euros....
correspondentes aos 75% dos 23 Milhões de custo desta transferência e neste caso e porque o Sporting já pagou á Doyen 4,5 milhões do montante que esta reclamava, e se for esta a decisão final porque o Sporting ainda pode recorrer para o Tribunal Federal da Suiça, teremos que ressarcir este fundo de investimento em 12.7 Milhões de euros.
Ora bem, a Doyen reclamava os 75% de um negócio efectuado no tempo de Godinho Lopes mas devido a vários factores já muito conhecidos Bruno de Carvalho decidiu que não seria bem assim. Agora , e passado muito tempo, o TAS declarou que o fundo de investimento tem a sua razão. 
esta é uma decisão que era esperada para hoje e que não é o que os sportinguistas esperavam restando ao Sporting o recurso para o tal Tribunal Federal da Suiça.
O veredicto demorou algo a sair o que deu tempo de realizarmos algumas transferências e utilizar esse dinheiro em outras prioridades. Não nos podemos esquecer que também para aquela transferência se ter efectuado era preciso que o passe de Marcos Rojo estivesse 100% dum só ´lado´. Neste caso esteve do lado do Sporting e agora ou é tempo de pagar ou de recorrer.
As últimas noticias não diziam de um desfecho favorável ao Sporting e esta será uma guerra não só perdida pelo nosso Clube mas também por um futebol mais transparente e sem negócios escuros.
Porque será que não estamos muito surpreendidos com esta decisão?
Ao que se sabe , as partes já foram notificadas e esperam-se as reacções a este desfecho!

Sem comentários :