sábado, 19 de dezembro de 2015

"A saída das notas que apitaram o Sporting é a mais vil forma de coação sobre os árbitros"


Sem papas na língua! Assim é Octávio Machado e assim deverá continuar. Este é o nosso melhor defesa central e também..... ponta-de-lança. Ao ataque sobre a Liga de Clubes e sobre o que considera a verdadeira coação sobre os árbitros. 
OM-"No dia 2 de Janeiro só há jogos em Inglaterra e Portugal. Em Inglaterra.....
..... ultrapassaram o problema e é um ótimo exemplo. Os jogadores, treinadores, dirigentes não gozam o feriado, o futebol, quando nasce, é para todos e vive essencialmente dos clubes, são os clubes que fazem o futebol, aquilo que se devia ter feito era proteger os clubes. Temos de ir ao encontro dos clubes que trabalham a sério e lamento profundamente, pois acontece com o Sporting como outro qualquer".
Para quem tanto fala em coação dos árbitros aqui fica um pedido de reflexão de Octávio:
OM-"Vamos entrar num período de paz, de reunião em família, mas deve ser aproveitado para reflectir por todos. Os árbitros deviam ser melhor defendidos e assinalo com grande desgosto e tristeza não termos um árbitro na fase final do Europeu. A saída das notas que apitaram o Sporting é a mais vil forma de coação sobre os árbitros. Só vejo nesta intenção coagir os árbitros que apitam o Sporting, nas decisões que têm de tomar. Não tenho medo das palavras, o Conselho Arbitragem não agir é uma espécie de conivência interna".
É mais do mesmo e assim será durante muito tempo. Não há forma de sairmos deste marasmo de ideias , de truques, de arranjinhos, de combinações, de erros de arbitragem crassos e decisivos, de dirigentes que não desejam a mudança porque lhes convém, de negócios escuros, de negociatas esquisitas, de colocação de pessoas certas nos locais próprios, de prendas aso árbitros e quem sabe de resultados combinados. 
O futebol é para ser jogado dentro de campo mas em Portugal, joga-se muito fora dele. É por estas e por outras que raramente vemos um estádio cheio.
É que já ninguém acredita no futebol, na politica, na justiça nem num que o futuro próximo seja uma possibilidade. 
Por nós, adeptos, seremos sempre o apoio que o Sporting precisa. Hoje mais que nunca temos que ser unidos e remar para o mesmo lado porque o futebol tornou-se numa selva.....

Sem comentários :