quarta-feira, 14 de outubro de 2015

CD da FPF-ao serviço do SLB ou do futebol português??


Mais uma vergonha no futebol nacional!! 
O Conselho de Disciplina da FPF DECIDIU ARQUIVAR o processo que envolvia o lançamento de engenhos pirótecnicos por parte dos adeptos encarnados na Supertaça Cândido Oliveira em que o Sporting venceu por, 1-0.
Mas que vergonha!! Que grande palhaçada é o nosso futebol! 
Na imagem em cima, do Jornal Record desse mesmo dia , desse mesmo jogo, está uma prova mais que suficiente do que era preciso para aplicar um bom castigo! Mas o que aconteceu?? Mais uma vergonha e tudo enfiado para uma gaveta!
É que só falta dizer que o Rui Patrício está a fumar!!
Isto é de bradar aos céus!! VERGONHOSO! ESCANDALOSO! INCRÍVEL!
Então e no estádio do Bessa o que aconteceu ao Sporting pelo mesmo? MULTA DE 3.825€ DEVIDO AO COMPORTAMENTO DOS ADEPTOS LEONINOS DURANTE O JOGO!
E que tal esta dualidade de critérios?? MAS QUE GRANDE PALHAÇADA VEM A SER ESTA??
Como é que é possível esta gentalha ainda estar ao serviço do futebol nacional?
O que querem que as pessoas pensem que isto é? Corrupção não pode ser! Claro que não!! TUDO MENOS CORRUPÇÃO!!
O que será preciso para isto acabar? Mais mortes nos estádios? Parece que sim!!
Os membros deste concelho vergonhoso que só denegride o futebol português deviam ser os próprios a experimentar levar com uma tocha em cima, terem a roupa incendiada e ficarem com queimaduras e traumatizados! Provavelmente cairia o Carmo e a Trindade!
Os incidentes ocorreram na final da Supertaça Cândido Oliveira entre o Sporting e o Benfica que os Leões venceram. O jogo disputou-se no estádio do Algarve e como a noticia do Jornal Record prova, não foi só no final do encontro que as tochas foram arremessadas-foi também durante o encontro!
Para ajudar a noticia ainda fala em arremesso de cadeiras para o relvado e tudo na direcção de Rui Patrício.
Portanto como podemos ver , o CD da FPF parece estar ao serviço de certos Clubes. Quem sabe não terão já jantado no restaurante que todos sabemos.............
Como é possível um órgão máximo do desporto nacional estar a fomentar a violência no futebol? Sim porque estas cegueiras só prejudicam o desporto em si porque no próximo jogo teremos mais petardos, mais tochas, mais engenhos pirótecnicos, mais violência e tudo porque os senhores do CD da FPF não prestam um bom serviço ao nosso futebol e parece servirem certos interesses particulares.
Tenham vergonha e peçam a demissão porque para fazerem o que fazem qualquer cego consegue fazer(com todo o respeito que os cegos merecem).
AMORSPORTING AVISOU QUE NÃO ESTAVA A DORMIR!!
É que parece que o Srº Fernando Gomes, presidente da FPF, pediu ao mesmo CD "mão pesada para os árbitros que usaram os tais vouchers de refeições incluídos nas prendas de cortesia que o Benfica faz a árbitros , delegados da Liga e observadores". Mas como podemos ver , o CD é como se já tivesse feito tudo...................
Porque é que a FPF ainda não se pronunciou??
Estão com medo que algo seja ilegal e que aconteça alguma tragédia a esse Clube?
Não estão a branquear a situação pois não??
A FPF não pode fugir ao assunto e fingir que nada se passou! Anda tudo calado para ver se passa é? Mas não vai passar porque nós não vamos deixar!!
Recados aos árbitros ou mão pesada a quem recorreu aos vouchers? Ah, toma lá um castigo!! O que é isto , uma República das Bananas??
Queremos uma investigação a sério e não assobios para o lado!
Já confiscaram os extractos bancários da Catedral da Cerveja e do Benfica?
E os computadores do clube encarnado?
Interrogatórios , já fizeram alguns?
E as imagens do video da Catedral da Cerveja , já foram confiscadas?
E já sabem quais foram os árbitros ou delegados que utilizaram os vouchers?
E quanto custou cada uma dessas refeições? Já investigaram ao menos?
Outra coisa: os investigadores são benfiquistas??
A denúncia é verdadeira e é séria pois viola o código de ética da UEFA! A FPF não se pode limitar a enviar o processo para o Ministério Público e tem que intervir de qualquer forma.
Sobre esta matéria , Amorsporting encontrou num blogue leonino (Leoninamente) um texto muito interessante. Este texto é do jornalista António Tadeia que escreve o seguinte:

"A diferença entre cortesia e corrupção está no princípio
O Benfica não reagiu oficialmente às acusações lançadas por Bruno de Carvalho sobre as ofertas que alegadamente faria a árbitros, mas fontes do clube já se desdobraram em esclarecimentos destinados a desdramatizar a situação. Que a caixa só tem um custo de produção de 24 euros, aos quais se somam as entradas no Museu Cosme Damião e os jantares no Museu da Cerveja, mas que de qualquer modo o total respeita os limites máximos impostos pela UEFA, que é de 200 francos suíços, algo como 183 euros. Acredito. Mas não me chega. O presidente da APAF, José Fontelas Gomes, apressou-se a vir defender a classe, garantindo que nenhum dos seus membros aceitava ofertas que fossem além dos tais 183 euros. Percebo. Mas também não me chega. Porque a diferença entre cortesia e corrupção não está no valor da oferta mas sim no princípio.

Nunca decidi jogos, como podem inadvertidamente fazê-lo os árbitros, mas sempre tive como muito claro que as minhas responsabilidades como jornalista não me permitiam aceitar ofertas de dirigentes de clubes, jogadores, treinadores ou empresários. E poucos saberão como me era sempre difícil explicar a familiares e amigos próximos as razões pelas quais não podia pedir sequer bilhetes para ir ver este ou aquele jogo, que já tinha lotação esgotada, mesmo que me oferecesse para os pagar – porque do outro lado podia sempre vir uma resposta como o “deixe lá estar isso: um dia destes faz-me um favor a mim”. A verdade é que nunca fiz pedidos desses e que jamais os farei. Porque a última coisa de que precisaria era de que um dia alguém me viesse recordar que uma vez lhe tinha pedido um bilhete para ir à bola, comido um almoço à conta ou aceite uma lembrança. Ora se isso é válido para mim, que – repito – não decido jogos, muito mais devia sê-lo para os árbitros, que com azar até podem fazê-lo.

É verdade que, por tradição, vários clubes fazem ofertas a árbitros há décadas. É uma questão de cortesia, alegam. Mas mais do que ir buscar o limite máximo de euros que a UEFA impõe, o presidente da APAF devia ter sido claro nas indicações a dar aos seus homens: não há razão nenhuma para que essas ofertas, mesmo sendo legais, sejam aceites por agentes que já são relativamente bem pagos para cumprirem as suas tarefas de modo profissional. Da mesma forma que não há razão nenhuma para que os clubes pensem em oferecer aos árbitros presentes cujo valor se aproxima da metade de um salário mínimo. Porque ninguém oferece presentes a juízes do tribunal antes de uma audiência. E porque não se pode bradar pela verdade desportiva, condenar a “fruta” e o “café com leite” e depois ser assim tão cortez com os árbitros. É que às vezes mais vale ser bruto."

Espero que estes senhores do CD da FPF tenham lido este texto porque o que é certo e comprovado é que o Benfica coloca á disposição de 14 "árbitros"(7 para a equipa A e mais 7 para a equipa B), todos os jogos no Seixal e na Luz, 7 CAIXAS COM ESTAS PRENDAS.
Isto é: Em todos os jogos do Benfica A e B estão lá as caixinhas para os senhores juízes levarem como sendo uma cortesia! Se estão lá á disposição e são possivelmente ilegais(se ultrapassarem os limites) então trata-se de CORRUPÇÃO!!
No entanto para António Tadeia só o simples acto "de se oferecer uma prenda cujo valor se aproxima de metade do salário mínimo" é suficiente para uma sanção!
Agora falta é averiguarem se é ilegal ou não e não andarem a assobiar para o lado!!
P.S.- Quando se oferece algo que é ilegal o que chamamos? Tentativa de corrupção não é ??

Sem comentários :