terça-feira, 20 de outubro de 2015

15 dias depois...o Conselho Arbitragem pronunciou-se!!


Vejamos as coisas de outro prisma: ainda foi este ano que o Srº presidente do Conselho de Arbitragem se pronunciou sobre as ofertas dadas pelo Benfica aos árbitros. 
E pronunciou-se para dizer que não tinha conhecimento destas ofertas e só o soube devido á denúncia efectuada pelo nosso presidente!
Ok! Em que filme é que eu já vi isto? Pinóquio? Mentiroso compulsivo? Não me recordo bem!!
Enfim....emitir um comunicado passados 15 dias nem sei como o classificar.
Afirma Vitor Pereira que logo na manhã seguinte á denuncia interpelou os outros 4 quatro membros da Secção Profissional e também não faziam a mais pequena ideia que caixa era aquela e quiçá quem foi Eusébio!!
Mas queres ver que agora, só eu é que sabia??????
Amanhá por certo será o Srº Presidente da Liga, da FPF, da APAF, da PJ, do KGB, do FBI também a dizerem que não sabiam que eram oferecidas aquelas prendas!
Bem.....o que é certo é que este srº não sabia (?) mas sabiam todos os árbitros que arbitraram os jogos do Benfica e do Benfica B , no Seixal e no estádio da Luz, pelo menos na época passada!!
Estou a dizer alguma mentira , não??
No entanto Vítor Pereira está certo quando afirma que "não compete ao presidente CA fazer juízos de valor sobre o teor das revelações, restando-lhe aguardar pelas decisões dos órgãos da Justiça desportiva". 
O problema é quando afirma que "com certeza que a investigação provará a seriedade dos árbitros."
Leia o comunicado na íntegra:

1. O presidente do CA não tinha conhecimento das ofertas feitas pelo Sport Lisboa e Benfica aos árbitros reveladas pelo presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho;

2. O presidente do CA apenas soube destas ofertas através da revelação feita pelo presidente do Sporting Clube de Portugal na edição de 5 de outubro de 2015 do programa Prolongamento, emitido a partir das 22h00 no canal televisivo TVI24;

3. Na manhã do dia seguinte, terça-feira 6 de outubro, o presidente do CA da FPF questionou os outros quatro membros da Secção Profissional sobre se tinham conhecimento das ofertas denunciadas pelo presidente do Sporting Clube de Portugal, tendo todos afirmado que desconheciam;

4. Às 15h08 do mesmo dia, a Secção Profissional do CA solicitou ao Departamento de Arbitragem que as declarações produzidas na véspera pelo presidente do Sporting Clube de Portugal na TVI24, e reproduzidas nos jornais de 6 de outubro, fossem enviadas para o Conselho de Disciplina, o órgão com poder disciplinar na FPF;

5. O presidente do CA lamenta que, na sua edição de 8 de outubro, o jornal O Jogo tenha publicado uma notícia com o título falso“Vítor Pereira sabia das prendas”, com o principal destaque na capa, e que o seu “Termómetro Desportivo” de hoje contenha uma pergunta que parte do errado pressuposto de que “Vítor Pereira já tinha conhecimento das prendas oferecidas pelo Benfica aos árbitros nos jogos domésticos”;

6. Tendo enviado a denúncia para os órgãos competentes da Justiça desportiva assim que dela tomou conhecimento, não compete ao presidente do CA fazer juízos de valor sobre o teor das revelações, restando-lhe aguardar pelas decisões dos órgãos da Justiça desportiva;

7. O presidente do CA faz um apelo a todos os intervenientes do futebol para que defendam a imagem da modalidade, o desportivismo e o ‘fair-play’.

8. O presidente do CA reafirma a sua confiança nos árbitros portugueses e está certo de que a investigação provará a seriedade dos árbitros.

Então só fala dos árbitros? E dos delegados ao jogo que pelos vistos já utilizaram estes vouchers com jantares? Ah! Sobre os delegados que fale o Fernando Gomes!! 
Eu até me admiro como é que este caso ainda não está arquivado!!

Sem comentários :