segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Labyad, Viola e Rosell.


O Sporting ainda tem 3 jogadores que não fazem parte das contas para o plantel 2015/2016. Ainda é possível colocá-los em certos Clubes mas de países em que os mercados ainda o permitam. 
Os casos a que nos referimos são de conhecimento público e bastantes dispendiosos para o nosso Clube. Labyad , Viola e Rosell não são jogadores quaisquer e daí a dificuldade de os colocar. 
O marroquino de 22 anos ainda é um jovem e foi contratado por Godinho Lopes mas acontece que para além de não ter conseguido convencer JJ , para ficar no Sporting, ainda tem um salário proibitivo. 
Neste momento as informações dão conta que estará no Dubai em negociações com vários Clubes. Na bagagem levou condições pré-estabelecidas: obrigatoriedade, de quem ficar com o atleta (por empréstimo) , de lhe suportar a totalidade do seu salário(1.000.000 de euros líquidos por época) e opção de compra. 
O objectivo é encontrar um Clube no Médio Oriente ou no Golfo Pérsico que lhe dê garantias de poder continuar a fazer o que mais gosta - jogar futebol. Claro que a questão financeira sempre foi um grande obstáculo para a concretização desse objectivo mas a esperança é a última a morrer. O jogador não deverá querer perder dinheiro mas o Sporting não está interessado em ter um jogador complicado nos seus quadros. O mercado nos Emirados Árabes Unidos fecha no dia 15 deste mês e até lá é rezar para quem alguém lhe pegue. Não vai ser fácil!
Quanto ao argentino Viola as coisas não estão melhores. O argentino de 24 anos é um avançado que há semelhança de Labyad, ainda tem margem de progressão.No entanto , o seu salário(900 mil euros líquidos anuais) não é condizente com a sua performance como jogador. 
Veio muito jovem para Lisboa e apesar de ter realizado alguns jogos pelo Sporting não foi o suficiente para mostrar mais. O jogador já esteve emprestado ao seu ex-clube, Racing Avellaneda,em 2013/14 e ao Karabukspor , em 2014/15 e tem contrato até 2017. 
Neste momento especula-se que não terá ofertas mas que poderia servir de moeda de troca por Cervi que o Sporting negoceia. No entanto o jogador não pretende regressar ao seu país.
A vontade do jogador é ficar e até não seria mal de todo ficar na equipa B , auferindo menos, e ser melhor observado. Quem sabe não estaria aí a sua grande oportunidade e em Janeiro logo se via.
Quanto a Oriol Rosell também existe uma oportunidade de negócio que é regressar ao Clube de onde veio - o Kansas City , da Major League.
O médio espanhol de 23 anos também ainda é um jovem , apresenta(no meu entender) margem de progressão mas não será bem o tipo de jogador que JJ aprecia. Foi contratado por cerca de 1.000.000 de euros e é precisamente de onde veio que o pretende de volta. O nosso Clube, obviamente, não deseja perder dinheiro com o negócio e as propostas que surgiram não foram suficientemente boas para nos convencer a libertar facilmente o jogador. 
Na minha opinião trata-se de um bom jogador que merecia jogar mais para poder evoluir. 
São de facto estes três caso que temos para resolver mas agora a missão é bem mais difícil pois a maior parte dos mercados já encerraram. Restam poucas oportunidades e seria excelente poder poupar uns milhões de euros em salários. 
Médio Oriente, Academia Sporting e Estados Unidos, são as hipóteses mais fortes que se afiguram de mais fácil resolução para labyad, Viola e oriol Rosell.

Sem comentários :