domingo, 17 de maio de 2015

Jornada do LEÃO(33ª): Leão devora Sp. Braga(4-1)


Ultimo jogo em Alvalade , despedida pelo menos de Nani, boa casa(36.900) e em perspectiva antecipação da final da Taça de Portugal. 
Marco Silva apresentou , quase, o seu melhor onze, com excepção de Ewerton que estava lesionado. Assim a equipa começou o jogo desta forma: Rui Patrício, Miguel Lopes, Jefferson, Paulo Oliveira, Tobias, William Adrien, João Mário, Nani, Carrillo e Montero.
O Sporting começou melhor o jogo com William e Adrien a descerem para pegarem na bola e depois a distribuírem bem a bola para as laterais.
O Sp. Braga , muito desfalcado, fechava-se no seu meio campo e tentava jogar em transições rápidas. No entanto a equipa sabe ter a bola e foi numa jogada de insistência , com a bola a viajar de flanco para flanco , que saiu o golo. A bola é posta dentro da área e Tobias Figueiredo a mostrar que ainda não aprendeu. Chegou tarde ao lance e fez uma penalidade sem qualquer necessidade! Temos falado nisto a época toda!!
Pardo não falhou a penalidade e colocou os bracarenses na frente. 
O Sporting reagiu bem mas Carrillo , já dentro da área rematou ao lado. A luta equilibrou-se um pouco no meio campo mas foi sol de pouca dura pois o domínio leonino  não demorou a acentuar-se. O Braga recuou ainda mais e era bola para um lado, bola para outro, cruzamentos que no entanto a Miguel Lopes saiam mal, jogadas pelo meio com passe curto mas o golo não aparecia.
O Braga também não deixava realizar transições rápidas e isso para nós era muito importante. 
Rui Patrício não fazia uma defesa sequer e era mais um espectador. A nossa posse de bola melhorou obrigando o adversário a recuar cada vez mais mas os nossos atacantes continuavam a chegar tarde aos cruzamentos de Jefferson. 
Cantos e livres para Nani também já se sabia que não davam em nada e assim eram mais lances desperdiçados.
Aos 31´ Montero fez um chapéu a Matheus e na sobra Carrillo empurra para a baliza mas a jogada foi bem anulada.
O golo surgiu aos 43´também numa grande penalidade. cruzamento da direita e quando Carrillo tentou ganhar espaço para chegar á bola parece(mas é muito duvidoso) que houve um toque que o tirou da jogada. Adrien não falhou o seu 7º golo na Liga e empatou o jogo.
Logo de seguida , a 1ª transição rápida dos leões e quase o 2º golo. A defensiva dos bracarenses conseguiu cortar e o resultado foi, injustamente, empatado para o intervalo.
No recomeço o Sporting veio disposto a dar a volta ao marcador e William começava a fazer magia. Grande exibição de William Carvalho a prometer um grande final de época.
Logo aos 48´, boa jogada dos Leões com Carrilho a ir á linha final e a cruzar ao 2º poste mas Nani cabeceou por cima mas torto. Aliás o peruano ameaçava aparecer mais na 2ª parte e assim foi. Ganhou a bola , pressionando, o defesa e ganhou canto. No canto , Tobias, cabeceou ao lado. 
Estava dado o mote para a 2ª parte !!
O Sporting pressionava mais com João Mário a ladear Montero e o nosso meio campo mandava no jogo ganhando quase todas as bolas. 
As jogadas de perigo iam surgindo e com elas apareciam cantos. Num deles, marcado por Nani(quem diria! Foi a 1ª vez que marcou para o 2º poste) apareceu William a cabecear, Matheus defendeu para a frente e Tobias a redimir-se e a colocar o SCP a vencer por, 2-1. 
Os Leões não baixaram o acelerador e continuaram a pressionar o Sp. Braga que estava amarrado á sua metade do campo. Nesta altura , o Sporting trocava bem a bola e ela chegava rapidamente á frente de ataque sobretudo a Nani e a Carrillo.
Os espaços eram maiores e o Sporting não os aproveitava para matar o jogo. Era preciso mais um golo. 
O Braga tinha que apostar mais e S. Conceição mexeu na equipa. Essa mexida teve o seu efeito e só carlos Xistra não viu a penalidade feita por Miguel Lopes. Sim, era penalidade. Em vez disso, Pardo viu cartão amarelo. 
O Braga subiu as suas linhas e adivinhavam-se mais golos. Mas quem desperdiçava era o SCP.
Aos 60´ João Mário rematou á figura de Matheus depois de uma boa jogada.
Marco Silva tirou Montero e deu minutos a Slimani e foi ele que logo depois chegou atrasado a um belo cruzamento de Jefferson. 
Carrillo também aproveitava a autoestrada do seu lado para ir assistindo para mais falhanços e desperdícios.
Marco Silva mexeu , mas por precaução. Saiu Jefferson e entrou Cédric. Miguel Lopes foi para a esquerda e passámos a atacar quase sempre pela direita do nosso ataque.
Foi então que apareceu o nosso 3º golo. 
Canto apontado na direita do nosso ataque, o defesa bracarense corta para a entrada da área , Adrien ajeita o esférico e faz um belo golo. Era o matar do jogo e o 3-1 , justíssimo.
O nosso adversário mexeu duplamente e passou a mandar no jogo mas já faltava pouco. No entanto rafa teve uma excelente oportunidade de fazer o 3-2 mas falhou. 
Logo de seguida, Nani , também não conseguiu acertar com a baliza e Danilo conseguiu mas a bola bateu na trave da baliza de Rui patrício. Foi num livre directo bem executado.
O Sporting já descansava mas podia ser perigoso!
Entretanto, Nani saiu para ser ovacionado pois foi o seu ultimo jogo em Alvalade e para o seu lugar entrou Mané. 
O jogo arrastou-se um pouco mas ainda haveria tempo para Slimani marcar o 4º golo do Sporting. 
Quem mais poderia assisti-lo?? Carrillo, pois claro!!
O final chegou com a vitória da melhor equipa em campo com má arbitragem de carlos Xistra(só podia) mas neste caso favoreceu o SCP.
Individualmente: Rui não fez defesas apertadas; Miguel Lopes atacou bem, cruzou mal e fez uma penalidade que o árbitro não viu; Jefferson fez um belo jogo até sair; Paulo Oliveira esteve imperial o jogo todo; Tobias muito infantil na penalidade que fez mas redimiu-se com o golo do empate. Depois fez uma exibição tranquila. William foi gigante. Ganhou todos os lances no meio campo , pegou na bola e tanto punha na esquerda ou na direita. Não falhava passes e ainda rematou á baliza e está no 2º golo do Sporting. Adrien também esteve muito bem. Lutou bastante , quando não era William era ele que vinha buscar jogo. Marcou dois golos e soube tratar bem a bola. Para Amorsporting foi o melhor em campo. João Mário também fez uma bela exibição. Parecia que tinha o Diabo no corpo. Aparecia em todo o lado e aquela asa direita do Sporting com Carrillo, Cédric ou Miguel Lopes e ele prometem muitos golos. Quase marcou mas os vários remates não alvejaram bem o alvo. A subir de forma. Carrillo também voltou a ser um dos melhores. Não podia ser de outra forma. No entanto parece que se está a controlar mais fisicamente. Nani não fez uma grande exibição mas quando quer jogar de 1ª o SCP é outro. Mereceu a ovação dos sportinguistas pois está a realizar uma grande temporada. Montero fez pela vida. Mexeu-se bem mas lá está, tem que sair da zona do ponta-de-lança. Não teve muitas hipóteses de marcar. Slimani entrou para ganhar minutos e ainda conseguiu marcar. Mané não teve tempo quase para nada e Cédric fez o que sabe fazer muito bem. 
Fica uma vitória justa dos Leões que voltaram ás boas exibições.

Sem comentários :