quinta-feira, 9 de abril de 2015

Taça do LEÃO: Sporting na final da Taça de Portugal(1-0)


O Sporting vai tentar vencer a sua 16ª Taça de Portugal pois hoje, qualificou-se para a final desta prova ao vencer por, 1-0, o Nacional da Madeira. 
Alvalade registou um pouco mais de 16.000 espectadores , o que foi estranho pois tratava-se de um apuramento para uma final........O golo foi obtido mesmo perto do final da partida por Ewerton.
Marco Silva não inventou e apresentou o seu onze habitual, exceptuando a continuação a titular do lateral Miguel Lopes. Assim: Rui Patrício, Miguel Lopes, Jefferson, Ewerton, Paulo Oliveira, William Carvalho, Adrien, João Mário, Nani, Carrillo e Slimani.
Cedo se percebeu que a disposição dos 2 onzes eram iguais com a diferença do retraimento da equipa madeirense para o seu meio campo. O Sporting assumia o jogo , tinha muita posse de bola mas faltava rapidez e fluidez no seu jogo. O seu futebol era previsível e fácil de anular sobretudo do lado de Nani.
O Nacional, inteligentíssimo,  pressionando muito as saídas de bola de William e Adrien ia tapando todos os caminhos da sua baliza e até foi a 1ª equipa a criar perigo num remate de longe que ainda bateu na trave de Rui Patrício. Pode-se dizer que o Nacional nunca  apostou tudo no ataque , mesmo a perder, e jogou no erro do Sporting. O seu jogo era servindo o seu ponta-de-lança para depois os seus médios tentarem lançar as transições , rematarem ou tentarem entrar pela nossa defensiva. 
Mas esse erro do Sporting nunca apareceu. Entenda-se "erro" por golo sofrido porque a nossa equipa cometeu vários erros que poderiam ter saído muito caro.
Os espaços eram reduzidos e a criatividade era coisa que não existia e muito menos por parte dos madeirenses. 
O SCP conseguiu algumas triangulações pelas laterais e algumas delas levaram muito perigo. O Nacional também teve algumas situações bastante perigosas mas Rui Patrício estava bem presente.
Slimani falhou alguns golos , a equipa esteve desastrosa no remate e o egoísmo de Nani era muito notado na assistência.
Nani e Carrillo mudaram de flanco para tentar melhor as coisas mas era o nosso meio campo que não lutava o suficiente e depois Adrien e João Mário simplesmente devem ter feito dos piores jogos desta época. Os cruzamentos foram muitos e os que chegavam a Slimani saíam para onde este estava virado, mas nunca para a baliza.
Até ao intervalo , grande ocasião de João Mário que surge isolado mas não consegue o golo e ainda um remate de Christian que Patrício defendeu bem.
Na 2º parte mais do mesmo só que mesmo a abrir , Christian cabeceou para golo e Rui Patrício fez a defesa da noite. Foi realmente uma grande defesa.
Era preciso ganhar as 2ºs bolas mas o nosso meio campo estava muito longe do que poderia fazer. 
Adrien não recuperava bolas e João Mário esteve simplesmente desastrado e não fez nada de nada; quanto a William teve policia a partida toda. 
Marco Silva tirou João Mário e colocou C. Mané e o SCP melhorou um pouquinho mas só com a entrada de A. Martins o SCP conseguiu a tranquilidade no miolo do campo e um lugar para a final da Taça.
O golo da vitória só chegou mesmo no final: Livre de Jefferson , com Ewerton a desviar de cabeça para as redes de Gottardi. No lance , William Carvalho aparece em posição de fora-de-jogo mas não se faz ao lance e não interfere na visão de Gottardi. Golo limpinho! Limpinho! Limpinho!
Depois , o fim do jogo chegou sem que nenhuma das equipas tenha feito um bom jogo mas com uma qualificação muito importante. No computo geral das duas mãos o SCP marcou 3 golos contra os dois do Nacional e está na final da Taça de Portugal.
Individualmente: Rui Patrício foi o melhor do SCP pois fez 2/3 defesas de grande nível e leva-nos ao Jamor; Miguel Lopes esteve inseguro e lento; Jefferson atacou muito mas hoje parecia existir ali uma muralha; Ewerton é muito bom jogador. não comete muitas faltas e não é maldoso e hoje marcou o golo que deu a vitória; Paulo Oliveira é um bombeiro de serviço apagando qualquer fogo na nossa defensiva; William Carvalho nunca soube fugir da sua marcação e assim a sua exibição foi fraca. No entanto sempre que tinha a bola sabia o que fazer dela; Adrien que jogou o jogo todo foi desastroso e não merecia jogar o jogo todo ; João Mário não esteve em Alvalade e mais uma vez falhou um chapéu que daria um golo precioso; Nani esteve como de costume: qualquer livre e canto que marca não leva nenhum perigo e sendo muito individualista perdeu muitas bolas. Parece que a equipa corre, corre e corre e ele não passa a bola a ninguém; Carrillo voltou a ser dos melhores e esteve sempre com o perigo nos pés e a equipa vive das suas acções ofensivas. O seu pique, a sua velocidade, a sua criatividade é um Oásis nesta equipa do Sporting. Na frente, Slimani esteve desastrado pois falhou muitos golos. Incrível as oportunidades que tem mas.....todas falhadas. No entanto é um jogador que luta até cair para o lado. Muitos fossem como ele. 
No fim, fica mesmo a qualificação do Sporting para jogar a final da Taça de Portugal!!
Bravo Sporting!!

Sem comentários :