sábado, 4 de abril de 2015

"Os Clubes são o mais importante"


O nosso presidente deslocou-se a Estocolmo para participar na 2ª Assembleia Geral da Associação de Clubes Europeus (ECA) e no final ficam as suas palavras ditas aos jornalistas da BBC que comprovam que o futebol tem que mudar , que existem pessoas com ideias para renovar o futebol e ao fim das contas milionárias todas : "Os Clubes são o mais importante".
Como dizia, a BBC interpelou o nosso presidente sobre a ordem dos trabalhos e a sua visão para o futebol. 
Então aprendam que o homem não dura para sempre: 

"São sempre os mesmos clubes a vencer a competição e espero que estejamos no caminho certo para trazer mais incerteza sobre os resultados e mais emoção à prova. Se não houver uma distribuição mais justa do dinheiro para os clubes mais pequenos, a distância para os maiores tornar-se-á maior. Dou um exemplo: ao apurar-se para a Liga dos Campeões, um clube ganhava algo como nove milhões de euros e agora vão ser 12. É importante para clubes como o Sporting terem proveitos e não só para aqueles que vencem a competição. Ajuda a desenvolver os clubes e a sonharem com a conquista da Liga dos Campeões um dia.
As pessoas do futebol perceberam que os clubes são o mais importante. Fala-se em presidentes, jogadores... mas os clubes foram sempre deixados para trás nas grandes decisões. Os clubes não estão aqui para sobreviver, estão cá para serem desenvolvidos. São o mais importante, pois sem eles não existem jogadores, nem Liga dos Campeões, nem nada. Hoje demos um grande passo, ao colocarmos pessoas dos clubes na FIFA e na UEFA. Com esta alteração e o aumento das receitas, podemos voltar a sonhar em ver um clube português erguer a taça da Liga dos Campeões".
Já sobre a distribuição do dinheiro pelos Clubes: "Podemos sonhar um pouco e dizer que o futebol precisa de justiça. Não podemos ter mercados com milhares de milhões e outros com quase nada. Se pensarmos no futebol, temos de compreender o que podemos fazer. O que a Premier League faz é incrível e é um exemplo para todas as Ligas. Temos de nos sentar todos para discutirmos como evitar ter o mercado todo centralizado em dois ou três bolsos."

Só é pena só ser ouvido no estrangeiro porque em Portugal o poder está tão bem instalado que não apetece mudá-lo. Para quê agora aparecer o Sporting a destruir o que está instalado e modificar esta Liga onde quem ganha são sempre os mesmos? Existem muitos poderes instaurados há anos no nosso futebol que nem aceitam uma mudança de regras pois se assim fosse já as tinham alterado há muito. 
Luís Duque? Por isso é que o Sporting não o apoia. Porque é mais um pau mandado deste poder que enche os nossos campos de futebol. 
Vejam-se os casos de corrupção no nosso futebol! Quem esteve envolvido? 
Vejam-se os castigos que são aplicados e provas que são destruídas!
Veja-se o monopólio das transmissões televisivas e do que pretendem instaurar os Clubes da aliança!
Veja-se quem se junta para protestar contra os fundos de jogadores! 
Estas mudanças para o futebol não são bem acolhidas por muitos e reparem quem são os bastiões desta possível mudança- a Premier League Inglesa.
Esta Liga é o melhor exemplo do que é uma Liga que distribui bem o dinheiro, que privilegia o espectáculo, que é exigente , que é pura na sua essência. 
Enfim.....tudo o que o nosso Campeonato não é!
Mas como dizia Martin Luther King Jr: "I have a Dream".

Sem comentários :