quinta-feira, 12 de março de 2015

As posições estratégicas do Sporting.


O Sporting , esta Quarta-feira, promoveu um encontro em Alvalade, entre vários jornalistas e a direcção do nosso Clube. Neste encontro o SCP discutiu vários temas que agora são noticia. 
Esta reunião , num Camarote do nosso Estádio, traz algum propósito porque se não o trouxesse não era lançada neste momento da época. De qualquer forma não penso que seja forma de pressão mas sim um alerta para o que se passa , para o que se vai passar e de como as coisas andam a "arranjar-se". O Sporting lança estes temas para que se saiba o nosso ponto de vista, para não nos acusarem de nada , de se saber o que pretendemos para o nosso futebol e até sobre alguns temas relativos ao futuro do Sporting. Alguns destes temas até já foram ....muito discutidos.
  • Entre eles a questão de Bruno de Carvalho ter utilizado o Facebook ! Bruno de Carvalho afirma que já garantiu que não volta a escrever sobre o plantel nesta aplicação social. Fonte da direcção dos Leões afirma que estas criticas não passaram de uma estratégia pensada e calculada mas que foram dadas garantias , ao plantel de que não voltaria a acontecer. "Foi uma intervenção para proteger a equipa". O Sporting sabe que a estratégia resultou pois a seguir só vieram vitórias e de que o comportamento do público era um e passou a ser outro, tratando a nossa equipa muito melhor. Mas , no entanto, o nosso presidente já garantiu que não volta a utilizar o Facebook para falara da equipa, principalmente, para lhe fazer criticas.

  • O Sporting diz que está disponível para ouvir mais propostas sobre o "naming do estádio" e "namingo da Academia" mas que até , este momento, essas não são satisfatórias. Esta são duas possibilidades desde que o encaixe financeiro seja bom. Existe esta abertura por parte do Clube , mas é preciso que sejam boas propostas , o que parece não estar a acontecer. "Tem havido propostas para o naming do estádio, mas o Sporting não as considerou boas e por isso não aceitou. No entanto estamos disponíveis para negociar o naming do recinto".
  • Sobre a saída da PT como patrocinadora das camisolas , não só do SCP como também dos outros 2 grandes, o nosso Clube considera que esta receita vai baixar. E vai diminuir porque a imagem deixada pelo nosso futebol(futebol português) é péssima. "Os valores do próximo patrocinador da camisola vão descer, não por causa do rendimento desportivo mas por causa das péssima imagem do futebol. Mas vão descer para o Sporting, para o Benfica e para o FC Porto". O nosso Clube garante que já tem propostas e que estão a ser analisadas. No entanto , no fim da época e principio da próxima estão pensadas viagens ao Oriente  ou ao Médio Oriente. À semelhança aliás do que fez quando viajou ao Brasil. 
  • O Corte nos salários é para continuar: Em 3 anos o Clube baixou os seus salários em 1/3 e esse corte é para manter. Desde que o nosso Presidente chegou ao Clube tem cortado, além de outras despesas, estas em particular. Em 2012/2013(com Godinho Lopes) o nosso Clube pagava 30,5 Milhões ao plantel; na época seguinte e já com Bruno de Carvalho pagou 20,8 Milhões e esta época, 2014/2015, manteve-se nos 20 Milhões de Euros. Portanto a contenção de despesas é para continuar......
  • Construção do plantel: "O Sporting está seguro que o caminho que está a traçar é o correto. Os outros clubes é que vão ter de se adaptar ao caminho que o Sporting está a percorrer e não o contrário. O futuro vai acabar por prová-lo. Não estamos impedidos de aumentar os pagamentos ao pessoal se for necessário, num caso pontual. Não deixaremos de fazer uma renovação por isso, se considerarmos que vale a pena. Mas com isto não quer dizer que se esteja a falar de Cédric, Carrillo ou André Martins, está-se a falar num plano hipotético". Isto porque a contenção poderiam afectar a renovação de alguns contractos. O nosso Clube salienta que ninguém acreditava que fosse possível renovar com Matheus Pereira e a verdade é que conseguiu.
  • Fundos de jogadores: O nosso Clube afirma que tem a certeza de que estes fundos não são uma fonte de financiamento e sim um problema porque estes fundos depois querem mandar nos jogadores. "Os fundos intrometem-se no negócio e inflacionam o valor dos passes. Um jogador contratado por dez milhões não pode ter o mesmo salário de outro contratado por um milhão. O que os fundos fizeram foi perceber que havia dinheiro no futebol e aumentar os valores que se pagavam". Uma fonte de financiamento são os bancos: emprestam dinheiro e não querem com isso ter direitos desportivos ou definir o futuro dos atletas. Só querem ter direitos financeiros sobre o dinheiro que têm a receber. E os bancos continuam emprestar: "Como não emprestam dinheiro se esse é o negócio deles? O que ele mais querem é emprestar. Desde, claro, que o credor pague. E o Sporting hoje é um bom pagador". O clube está prestes a contrair, aliás, mais um empréstimo de 18 milhões de euros. 
  • Godinho Lopes foi um mau pagador: O ex presidente do SCP deixou 2 meses de salários em atraso o que poderia ter feito os jogadores rescindir com justa causa, com o Clube. Esta direcção teve esses pagamentos como 1ª preocupação! Hoje, não há atrasos nos pagamentos de salários mas continuam a existir várias preocupações deixadas pela anterior direcção entre elas o Fair-Play financeiro. "O assunto é grave. Se o prejuízo limite que se pode ter num ano são cinco milhões e o Sporting tinha cem milhões de prejuízo, é naturalmente grave. Vamos ver o que acontece".
  • Centralização de direitos televisivos : O Sporting defende a centralização de direitos televisivos a partir de 2018. O SCP afirma que era ideal começar com o modelo italiano e depois passar para o inglês de distribuição das receitas televisivas. Aliás o nosso Clube acredita que o nosso futebol vai evoluir para essa centralização mas que ainda não vai acontecer esta época pois a maioria dos Clubes deverá renovar por mais 3 anos com a Olivedesportos. O modelo italiano distribuir as receitas televisivas pelos clubes tendo em atenção vários factores: adeptos do clube, habitantes da cidade da qual o clube é originário, resultados da última época desportiva e média de resultados das últimas cinco épocas desportivas enquanto que o modelo inglês é mais simplista: tem em atenção apenas aspectos como o mérito desportivo e a taxa de ocupação dos estádios. No entanto o Sporting avisa do que anda a ser preparado: um modelo de centralização combinado entre FC Porto e Benfica. O Sporting afirma que está a ser preparado um modelo que não é a centralização e sim uma regionalização. Divide o país ao meio e favorece sobretudo os dois clubes. A esse modelo o Sporting responderá não!!

  • Transmissão televisiva de jogos: "A Sporting TV não vai transmitir os jogos da equipa principal". O caminho do Benfica nunca será o seguido pois acredita-se que : "Financeiramente não é um bom negócio, apesar de toda a cosmética que se faz para tentar provar o contrário". O Sporting lembra que que nenhum Clube grande Europeu optou pela transmissão dos jogos da equipa principal nos respectivos canais dos Clubes. "Um canal de clube serve para transmitir outras coisas".
  • A Liga de Clubes deve servir só para valorizar o negócio futebol: Á imagem do que acontece no futebol inglês , o SCP afirma que a Liga deve servir para valorizar o futebol do nosso país. A Liga inglesa funciona com um negócio (é uma entidade privada detida pelos clubes da I Liga, sendo que cada clube tem um certo número de acções da Liga (que funciona como uma empresa). Quando um Clube desce, essas acções são passadas para o Clube que sobe , mas durante 2 anos ainda recebe parte das receitas dos direitos televisivos para não se gerar um fosso muito grande. Este é um exemplo do que deve ser a nossa Liga para além de : negociação dos direitos televisivos, negociação de patrocínios e aquisição de contratos de publicidade. Este é o modelo defendido pelo Sporting!
  • Arbitragem: O nosso Clube quer a arbitragem e disciplina fora da Liga. O SCP afirma de tudo o que é arbitragem e disciplina deveria sair em definitivo da Liga e colocado ou na Federação ou em comissões independentes. "Infelizmente as reuniões da Liga hoje servem mais para discutir penálties e castigos do que fontes de rendimento para os clubes e modelos de negócio".O SCP ainda salienta que : os clubes não precisam de ter todos boas relações, nem os dirigentes necessitam de ser amigos, mas todos deviam ser capazes de trabalhar pela valorização do negócio futebol, sob pena de um dia destes os estádios não terem adeptos.
  • Sporting de Bruno de Carvalho vai afirmar-se sempre candidato ao título: Esta direcção afirma que com eles o SCP será sempre um candidato ao titulo! A candidatura , esta época, não foi uma precipitação. Aliás esta candidatura não é só para o futebol como para todas as outras modalidades! "No primeiro ano desta direcção foi normal não anunciarmos a candidatura ao título porque vínhamos do pior ano da história do clube e estávamos num processo de reorganização interna. A partir daí, a partir desse ano zero, o normal é o Sporting apresentar-se como candidato ao título. O Sporting tem de se afirmar como candidato ao título, também para exigir aos jogadores e para dar aos sócios o que eles merecem".  A direcção liderada por Bruno de Carvalho no poder, o Sporting diz que se afirmará sempre como candidato ao título.
  • O Sporting garantiu que só não conseguiu contratar dois jogadores em quem estava interessado e que chegou a negociar: Josué, em 2013/14, e Aboubakar,esta época. "O Sporting disse sempre que não entraria em leilões, e não entra. O clube que os contratou não ficou muito melhor: não pagou o dobro do preço deles, pagou quatro vezes mais do que os jogadores eventualmente custariam". O Sporting afirmou ainda que nunca esteve interessado em Fariña e Ghilas. Mas sobre este: de acordo com a direcção do Clube, o Sporting manifestou apenas interesse no jogador para lançar o pânico junto do Moreirense, uma vez que já sabia que o jogador iria para o FC Porto. É que o Sporting tinha direito de opção sobre o jogador. o nosso presidente entrou em contacto com o Moreirense para dizer que exercia o direito de opção sobre o jogador e que até se encontrou com num Hotel com a direcção do Clube mihoto para testar os rivais. No fim ouviu o que já sabia: a vontade do jogador não era representar o clube leonino e por isso não podia exercer-se o direito de opção.
  • A construção do pavilhão do Sporting não depende do desfecho do processo Doyen Sports contra o Sporting: O Pavilhão vai ser construído no âmbito do clube e não da SAD. "Se perdermos o processo com a Doyen teremos de o resolver em sede da SAD. O pavilhão será feito pelo clube".
  • Dirigentes deviam apresentar declaração de rendimentos: Benfica e FC Porto não se queixam das interferências dos fundos e até acham que estes são uma boa solução de financiamento. O SCP defendeu que, à semelhança do que é exigido aos árbitros, também os dirigentes deviam ser obrigados a apresentar a sua declaração de rendimentos: "Se a apresentassem, e bem preenchida, talvez mudassem rapidamente de posição em relação aos fundos."

3 comentários :

Cristiano Almeida disse...

Ecelente Post ! SL

Cristiano Almeida disse...

Excelente*

Rui Cerdeira Fernandes disse...

Obrigado amigo. Tento ser o mais simples e informativo possível. SL