sábado, 28 de março de 2015

2º dia de entrevista de Bruno de Carvalho



Labyad- É neste momento uma mera questão técnica. As questões foram ultrapassadas. O Labyad está a evoluir muito positivamente e trata-se apenas de uma mera questão técnica. Os acordos que tinham de ser feitos , estão feito. O tecto salarial do marroquino enquadra-se no plantel do Sporting. O SCP tem um orçamento fixo e, a partir daí, gerimos. Não há propriamente um tecto salarial. Sabemos que há jogadores que o próprio plantel percebe e aceita com base na sua importância. Outros não. Os que não aceitam , resolvemos de uma determinada forma.......

Slimani- Trata-se de um jogador muito importante para a equipa e que tem mais dois anos de contracto com o Sporting e contamos com ele para a próxima temporada.

Ewerton- Vamos ver se exercemos o direito de opção ou não. Tudo vai depender da reunião de preparação da próxima temporada.

Hassan (Rio Ave)- O Hassan(risos)? Nem vou dizer nada porque é uma novela que me agrada.

Ryan Gauld- Acho que as coisas estão a correr dentro da normalidade. Já provou que tem valor . Vamos ver......

Academia- O investimento tem a ver com o seguinte: Esta direcção tem um programa que versa todas as áreas. Temos de ir fazendo os investimentos para cumprir esse programa, que é para 4 anos. Fizemos agora 2 e mesmo assim estamos a ser rápidos. Havia que consolidar as contas e agora começamos a fazer alguns investimentos. Tivemos um coordenador técnico que saiu , tínhamos o Virgílio e o Inácio que tinham muita responsabilidade , mas neste momento estão a entrar pessoas, sobretudo na parte da formação. Eu já tinha dito que não via nenhum drama na Academia , e isso está a ver-se. Hoje a equipa B está nos lugares de cima. Nos juniores, vê-se a evolução e , se ganharmos ao FC Porto passamos para a frente do campeonato. Juvenis- Isso já tinha acontecido quando falei sobre a formação. E nos Juvenis até estamos a falar de um treinador que já cá estava. Aquilo que eu digo é que, se olharmos agora para a Academia e para os resultados dos nossos rivais, se calhar as pessoas já não dizem que a formação está assim tão mal. Isto é o reflexo das medidas que tomámos no inicio da época. Obviamente que não me agradou aquilo que aconteceu na Youth League. Agradou-me o facto dos Juvenis não terem passado? Não . Agradaram-me os jogos que vi da equipa B? Nada. Se acho que temos de melhorar? Tudo! Mas a todos os níveis. Mas o Sporting perdeu a hegemonia e há outro Clube que está nos píncaros da formação? Não é verdade. 

Virgílio - Foi injustiçado ? Sim! Acho que tem sido mouro de trabalho naquilo que é este projecto do Sporting. Mas ele  como eu temos tudo para melhorar. Isso é porque temos ambição, porque se fossemos iguais a outros , se calhar já estava tudo bem, justificávamos com outras coisas.A minha ambição é sempre mais, mais e mais. Mas de vez em quando há que se dar tempo. mas a formação do Sporting está bem,  podia estar melhor sem dúvida , mas isso não é de agora. Vamos tomar medidas para que na próxima época seja melhor? Não tenho duvidas , com decisões e investimentos que queremos fazer. Mas o SCP continua a ser uma equipa com muito futuro, aliás basta olhar para a equipa B e entender os talentos que estão ali próximas da equipa A.

Juve Leo- Estamos atentos á Juve leo. Há motivos extras de preocupação e há uma monitorização mais apertada. Mas , pelo que sabemos houve intervenção da policia. A policia Judiciária sabe aquilo que se está a passar . Por isso , enquanto cidadão. e presidente do SCP estou tranquilo. Toda a gente sabe que esta direcção não vai compactuar com algo que não tenha a ver com o desporto. Estamos atentos.

Fundos- "Não fico surpreendido com a aliança Ibérica". Não me surpreende nada a Aliança Ibérica e explico porquê: a teoria é que os fundos são vitais para aproximar os pequenos dos grandes, mas podemos retirar logo os clubes pequenos porque os fundos não investem nos clubes pequenos, portanto há já uma parte do futebol que não é abençoada pelos fundos. Então vamos para os clubes médios e criamos logo um fosso, porque os clubes pequenos nunca se aproximarão dos clubes médios. Depois se os fundos podem ser utilizados por todos , se um clube médio se aproximar de um grande , este utiliza um fundo e afasta-se outra vez. Isto é uma falácia total. Estamos a dizer que os pequenos são cada vez mais pequenos e eu não gosto do futebol desta forma. Depois temos a falácia dos médios se aproximarem dos grandes, quando isso não é possível porque estes também podem utilizar os fundos para aumentar esse fosso. E depois há ainda uma coisa engraçada: vejo os meus rivais muito na luta e a favor dos fundos , porque os clubes portugueses devem aproximar-se dos grandes , e quando falam dos grandes julgo que se estão a referir aos clubes que costumam ou estão próximos de ganhar a Champions e temos dois exemplos na Liga espanhola , o Barcelona e o Real Madrid. Portanto , quando se juntam os médios com os grandes , só prova aquilo que eu disse. O At. Madrid não foi através dos fundos que foi Campeão. Eles estão é a fazer uma reestruturação naquilo que é capital e tem estado a entrar capital. 
R-Uma reestruturação que passou muito, numa fase inicial, pelo apoio de fundos de investimento....... Mas estão a falar de quê? Dos negócios com os Robertos e os Pizzis, da esquerda para a direita? Esses negócios são porreiros , mas depois é preciso ver se entra ou sai dinheiro. Mas vamos lá falar dos fundos de investimento : a aliança entra a liga portuguesa e a liga espanhola significa que eu tenho razão, os médios nunca se vão aproximar de ninguém. É muito mais uma questão de poderio interno, de acabar com os campeonatos . Porque se os grandes forem cada vez maiores e se os médios se afastarem dos pequenos, os campeonatos são cada vez menos competitivos. se assim for, em Portugal ganham sempre os mesmos e em Espanha igual, são as duas ligas que estão alutar pelos fundos, para que se as coisas continuem iguais. Entretanto, a liga mais poderosa do Mundo, a inglesa, não quer os fundos . Quem tem razão? Se calhar é o Sporting......

Nani- O Nani foi um empréstimo puro, sabíamos disso. Era importante para nós, na perspectiva daquilo que projectamos para esta época. E, na verdade, tem-nos ajudado , por exemplo naquilo que ainda será a possibilidade de conquista da Taça de Portugal e assegurar-mos o acesso á liga dos Campeões seja por via directa ou play-off. A partir daqui não vejo com facilidade que isso se repita. Temos de olhar para o ordenado que aufere , o Clube a que pertence , enfim, acho que nem vale a pena alimentar essa questão. Na próxima época o Nani não estará cá , com muita pena nossa, que gostávamos de o manter mas a todos os níveis é um jogador que não está para aquilo que são as condições do futebol português, não só do Sporting. Mas acredito que ainda vamos ter muitas alegrias juntos.

William Carvalho- Podemos resistir a investidas de outros Clubes. Tem contracto até 2018, portanto, seguro ...está! Desejamos manter todos os jogadores . Mas agora tudo depende daquilo que irá acontecer. Mas isso é no Sporting e em todos os outros Clubes. O valor de William Carvalho é de 45.000.000€. Não digo que só sai por essa verba porque há o presidente e um conselho de administração. Ou 45.000.000€ ou algo que nos permita ter a compreensão  desse mesmo valor. Mas é algo que não estamos minimamente a pensar. Não há necessidade de fazer uma venda. Estamos a falar de um jogador que tem contracto até 2018. Quer se queira quer não , há contractos. Portanto , tudo dependerá das apostas que quisermos fazer. mas tudo pode mudar: podemos querer investir em outro tipo de jogadores, e para isso é preciso dinheiro. Podemos querer investir na Academia , e para isso é preciso dinheiro. As tomadas de decisão fazem com que as respostas não sejam assim tão simples. Tem tudo a ver com aquilo que iremos querer fazer na próxima época. Imagine que tem a intenção de fazer um determinado investimento, indo buscar um jogador que pode custar x. Faz contas e aí pode ter a necessidade de vender um jogador. Á partida não haverá essa necessidade. Mas depende da tal execução de que falamos . A reestruturação é muito boa , mas a execução pode ditar-nos alguma coisa , como dita em qualquer clube.

Shikabala-  Não é muito comum este problema, mas acontece. Não é caso raro , nem em Portugal. Mas estamos a lidar com isso da forma mais normal possível. O jogador não se apresenta, tem um processo ,não recebe, como é óbvio, é um profissional. Certamente vamos encontrar uma solução, mas é pena. Trata-se de um jogador do plantel, que tomou esta opção, parece-me que não conseguiu viver com o facto de não ter sido inscrito na Liga dos Campeões. Acho que foi isso. Há muita gente que diz que já se estava á espera que le fizesse algo do género, mas tirando coisas sem interesse nenhum, que outros jogadores também já fizeram, nunca houve uma grande questão de indisciplina relacionada com o Shikabala. Houve um ou dois episódios , mas se puxar pela cabeça para saber que jogador nunca teve um ou outro episódio não consigo lembrar-me de nenhum. Erro de gestão? Neste momento não é nenhum erro de gestão. Vamos ver no final se ganha dinheiro ou não. Agora não se pode dizer que se trata de um erro de gestão ou não! Mas alguém está á espera de uma situação destas? Isso é a mesma coisa que você contratar alguém para o seu jornal, a pessoa desaparece  e isso é um erro de gestão? Não , obviamente que não! Agora , no jornal, provavelmente você despedia-o , aqui não o vou despedir , se alguém o quiser terá de pagar. No jornal era mais fácil. Quem quiser paga e vão pagar, não tenho duvida nenhuma. Agora , onde é que ele está? Não sei! Tinha a esperança que tivesse no Egipto , mas já ouvi o Jesualdo Ferreira dizer que também não sabe onde está. Vejo-o no Facebook , de vez em quando(risos). 

Sem comentários :