domingo, 1 de fevereiro de 2015

Jornada do LEÃO(19ª ): Sporting vence em Arouca, 1-3


O Sporting deslocou-se a Arouca e estava proibido de perder pontos , se quisesse ter a hipótese de tentar apanhar os encarnados na frente da Liga. Pois bem, os Leões fizeram um jogo coeso , forte, lutador e de inteligência e trouxeram uma vitória muito saborosa.
O Sporting venceu mas venceu bem.
Marco Silva estava privado de Nani e Jefferson e não inventou. Jonathan Silva surgiu como lateral esquerdo e Mané substituiu Nani , na frente de ataque.
O onze foi o seguinte: Rui patrício, Cédric, Jonathan Silva, Paulo Oliveira , Tobias, William Carvalho, Adrien, João Mário, Carrillo, Mané e Montero.
O jogo começou bem para o leão que pressionava bem e ganhava secundas bolas o que lhe dava alguma posse de bola e dava para ter ocasiões de ataque. William Carvalho e Adrien iam conseguindo lançar Montero, Carrillo e sobretudo , o vagabundo, Mané que davam dores de cabeça aos defesas do Arouca. 
Aos 15 minutos tivemos uma grande ocasião numa cabeçada de Adrien que saiu a rasar o poste dos arouquenses. O cruzamento foi de Jonathan mas Adrien não conseguiu inaugurar o marcador.
Quem conseguiu inaugurar o marcador foi David Simão que de grande penalidade não errou e fez o 1-0. A bola foi rematada á queima roupa e bateu na mão de Tobias Figueiredo. 
Eu só queria que tivessem marcado , desde o principio do campeonato, todos os lances para o SCP que aconteceram da mesma forma !!
Completamente injusto o golo do Arouca que defendia lá atrás e tentava sair para contra-golpe por Kayembe e Roberto. Aliás , Cédric dava muito espaço a Kayembe.
O SCP respondeu bem e as emendas aos passes para golo não chegaram a tempo e o empate persistia. No entanto passados 6 minutos do golo do Arouca o Sporting realiza uma excelente jogada colectiva pelo lado esquerdo e Mané isola Montero que remata e faz o empate. Resultado mais que injusto pois o Sporting deveria estar a vencer pelo jogo que fazia.
O Sporting pressionava a saída de bola dos nortenhos e obrigava o Arouca a pontapear a bola para a frente. Depois era a guerra no meio campo e aqui nem ganhámos secundas bolas o dificultava o nosso ataque. A nossa defesa cumpria e não dava grandes hipóteses aos arouquenses, cortando quase todos os lances de ataque.
Até ao intervalo mais um ou dois lances mas nada de significativo.
Na 2ª parte começou com um falhanço incrível de Adrien. Cruzamento largo de Cédric e o ressalto a sobrar para Adrien que sozinho conseguiu não acertar na baliza.
Os minutos iam passando e notava-se uma certa ansiedade em Marco Silva e nos jogadores. O jogo não estava a nosso favor e o Arouca recuperava muitas bolas que nós também perdíamos infantilmente.  Faltava um pouco de calma na posse de bola e na resolução dos lances.
No meio campo era uma grande luta e devido a esta luta, William e Jonathan já tinham cartões amarelos . O relvado também não favorecia o nosso futebol pois estava muito pesado.
Aos 62 minutos a bola bateu no árbitro e sobrou para o Sporting. Rapidamente trocámos bem a bola até que dos pés de Mané saiu o passe para Carrillo empurrar para o 2º golo do Sporting.
Passados 3 minutos mais uma oportunidade para o SCP mas ninguém estava para empurrar perante a falha do guarda-redes do Arouca.
Adrien acabou por ver também um cartão amarelo e pairava no ar que alguém ainda seria expulso para não jogar com o Benfica pois os jogadores do Arouca iam simulando faltas.
Com a nossa vantagem recuámos um pouco , o adversário conquistou alguns cantos mas a nossa defesa foi cortando tudo o que havia para cortar. Houve inclusive um lance que os da casa pediram penalidade mas Jonathan corta a bola , de carrinho, para canto.
Aos 72`, em contra-golpe falhámos uma grande oportunidade. Eram 3 jogadores leoninos para 1 defesa do Arouca mas fizemos muita cerimónia. Depois passados uns minutos um defesa arouquense cortava mesmo no limite naquele que seria o 3º golo dos Leões.
Via-se que o 3º golo arrumaria com a partida e Marco Silva tirou Mané e colocou o regressado Capel. No Arouca também entrava Iuri Medeiros provando que é assim que se deve fazer quanto aos emprestados mas quem marcou foi o SCP, num canto.  Carrillo executou o canto e ao 1º poste , Tobias subiu mais alto e fez um grande golo.Tobias Figueiredo marcava e sentenciava a partida. 
Já pensando em possíveis expulsões, saiu Adrien e entrou A. Martins. João Mário recuava para o lado de William e A. Martins jogava mais na frente.
O jogo acabou ali e o Sporting ainda poderia ter ampliado a contagem.
Aos 81` falhou toda a defesa do Arouca mas Montero não estava á espera e mais uma oportunidade desperdiçada.
Depois, aos 82´e já com Tanaka na vez de Montero, A. Martins falhou , escandalosamente, mais um golo para os Leões. O Sporting era dono do jogo e Tanaka ainda rematou rente ao poste da baliza do adversário.
Quase a terminar o que já se estava á espera. Conseguiram embrulhar Jonathan Silva e este respondeu colocando a perna para cima e acabou expulso. Isto foi dentro do banco do Arouca e o árbitro só conseguiu ver Augusto Inácio que também acabou expulso sem se vislumbrar porquê.
Até ao final foi gerir a partida e tentar que mais ninguém fosse expulso.
Foi uma vitória justa e inteiramente merecida da melhor equipa.
Individualmente: Rui Patrício quase não fez uma defesa durante o jogo todo: Cédric esteve mal na 1ª parte ao dar muito espaço a Kayembe mas na 2ª parte rectificou e ainda participou em contar-ataques, Jonathan esteve mais apagado e foi na cantiga para ser expulso, Paulo Oliveira e Tobias Figueiredo foram torres na nossa defesa e Tobias fez mesmo um golo, William não esteve tão bem mas está mais solto e mais confiante e mesmo assim resolveu ali no meio muitos lances, Adrien até ao cartão amarelo esteve igual a si próprio e poderia ter marcado por duas ocasiões, João Mário teve missão mais espinhosa e foi tabelando com o resto dos colegas e participou na jogada do 2º golo, Carrillo e Mané estiveram muito mexidos na frente. O peruano fez um golo e participou em muitas jogadas de perigo e Mané esteve muito bem funcionando como um vagabundo e ofereceu os golos a Carrillo e a Montero. Por fim , Montero que hoje marcou um golo e esteve endiabrado na frente de ataque.
O melhor em campo para Amorsporting foi .....Carrillo. O peruano começou muito bem a partida com dois remates, participou em quase todas as jogadas de perigo , fez um golo, ofereceu outro a Tobias Figueiredo e nunca desistiu de procurar o golo. Como também é importante defender foi vê-lo muitas vezes a ajudar Jonathan Silva na defesa.
Para a semana temos um Derby , em Alvalade , e em caso de vitória do Sporting reduzimos a diferença pontual para 4 pontos. TODOS A ALVALADE.

Sem comentários :