segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Jornada do LEÃO(17ª): Sporting supera Rio Ave (4-2)


Terminou a 1ª volta do Campeonato com o Sporting a conseguir a sua 8ª vitória consecutiva ao bater o Rio Ave por, 4-2. Foi a 17ª jornada da Liga portuguesa.
Os vilacondenses venderam caro a derrota e valorizaram muito a nossa vitória. Esta equipa nortenha , nos últimos 9 jogos , só tinham uma derrota, o que demonstra a determinação que traziam para Alvalade.
As novidades no onze leonino eram as entradas de Tobias Figueiredo para o eixo da defesa na vez do castigado Maurício e a entrada de A. Martins na vez de Adrien, também castigado. No resto, Marco Silva , não tocou: Rui Patrício, Cédric, Paulo Oliveira, Tobias, Jefferson, William Carvalho, A. Martins, João Mário, Carrillo, Nani e Montero.
Quanto ao jogo podemos dizer que não começamos bem o jogo dando muitas bolas ao adversário que fazia do contar-golpe o seu jogo. Estávamos a errar muitos passes e teimosamente tentávamos entrar pelo meio do campo. 
O Rio Ave fechava-se bem e tapava todos os espaços. No entanto o Sporting também era lento e previsível. Os nortenhos tentavam que William Carvalho não pegasse no jogo e o distribuísse o que dificultava ainda mais o nosso jogo.
Cédric com um grande remate de fora da área e um corte de Jefferson a evitar o golo do adversário eram as ocasiões até então.
Porém , sem que o merecesse , os Leões vão chegar á vantagem numa grande penalidade convertida por Nani. Digam o que quiserem mas um agarrão dentro da área do defesa ao avançado(Montero) tem que ser penalidade....e foi. Na sequência do lance saíram vários cartões amarelos e uma expulsão para o delegado Miguel Ribeiro que saiu de campo aos pontapés.
O Rio Ave não baixou os braços e acabou por chegar á igualdade num puro contra-golpe bem delineado. Del Valle sem marcação isolou-se e não deu hipóteses a Rui Patrício.
Era o empate e era também o resultado ao intervalo.
Na 2ª parte tudo mudou e os primeiros 20/25 minutos do Sporting foram avassaladores. Mané surgiu por Carrillo , que parece ter ficado no balneário por precaução, acabou por mexer com a equipa e mostrar que está a crescer e a aprender a ser mais jogador. 
O Sporting passou a ser dominador claro do jogo, com grande intensidade, rapidez, imprevisibilidade e jogadas bem delineadas. As oportunidade de golo foram mais que suficientes para matar o jogo e quase que o foram.
O Sporting vai chegar ao 2-0 , por Montero numa jogada que para Amorsporting é precedida de falta. Fredy Montero , sem intenção ao passar por detrás do adversário toca-lhe e desequilibra-o. O colombiano fica isolado e coloca a bola rasteira no poste mais longe. 
De qualquer forma , o nosso técnico tirou A. Martins que vinha de lesão e colocou.....Ryan Gauld. O menino prodígio pegou na bola , fez uma cueca ao adversário, passou a bola a Nani , este cruzou e João Mário, de cabeça , fez o 3-1 para o Sporting. Alvalade estava ao rubro e pensou-se que o jogo tinha morrido ali.
Nada disso! Hassan decidiu abrir o livro e fazer um golaço. Foi um remate de dentro da área , cruzado e ao ângulo superior direito da baliza de Rui Patrício. Sem qualquer hipóteses de defesa. 
Era a esperança para os nortenhos que a partir daqui até tiveram duas ou três ocasiões de empatar o jogo.
Mas o Sporting também ainda teve mais duas ou três ocasiões , também para marcar e foi o que aconteceu. Tanaka que tinha entrado por Montero , nos últimos momentos da partida , recebeu uma bola recuperada por William , na linha final , e já dentro da área não falhou. Era o 4-2.
Aqui , sim, foi o fim do jogo e uma vitória justíssima do Sporting. Nem sempre jogamos bem , é verdade, mas pela 2ª parte de grande nível que fizemos, pelas ocasiões de golo que críamos , pelos 4 golos que marcamos , pelas soluções que saíram do nosso banco de suplentes e pela união da equipa , esta é uma grande vitória.
A intensidade do jogo foi alta, houve oportunidades de golo para ambas as equipas e o Sporting foi o mais concretizador.
Individualmente: Rui Patrício não teve hipóteses nos golos sofridos; Cédric deu alguns espaços nas suas costas apesar de ter começado o jogo bem; Jefferson fez um grande jogo pois correu todo o lado esquerdo e ofereceu mais um golo ao nosso avançado. Não deu grandes chances do adversário entrar pelo seu lado. Paulo Oliveira não estava a marcar Del Valle no golo do Rio ave mas ía fazendo mais um golo e acabou por relaizar um bom jogo; Tobias sendo menos experiente foi mais comedido mas cometeu alguns erros; William Carvalho está a subir de forma e está mais agressivo e mais rápido. Voltou a recuperar muitas bolas e foi dele o passe e o acreditar no 4º golo. A. Martins veio de lesão e esteve apagado; João Mário também fez um bom jogo e marcou mais um golo; Carrillo esteva mais apagado e saiu ao intervalo lesionado. Até então uma ou outra jogada de relevo e é ele que perde a bola para o 1º golo do adversário; Nani que voltou a fazer um grande jogo, Rematou com muito perigo várias vezes, cruzou para o golo de João Mário , marcou a grande penalidade , driblou , fez bons passes e combinou muito bem com Jefferson. Sabe ter a bola nos pés e endereça-la bem. Também ajudou a defender. Para Amorsporting foi o melhor em campo.
No fim temos Montero que também fez um belo jogo. Marcou um golo, rematou várias vezes e com perigo obrigando Cássio a grandes defesas e fez jogar os colegas. Foi um jogador esforçado na frente . Mané entrou ao intervalo para revolucionar a velocidade da equipa, Ryan Gauld começa a aparecer e está na jogada do 3º golo do SCP e Tanaka que está há 3 jogos consecutivos a marcar. Não esteve muito tempo em jogo mas marcou mais uma vez num trabalho há ponta-de-lança.
Vitória justa , da melhor equipa, que continua na perseguição aos dois primeiros da classificação.
Grande jogo de futebol!!

Sem comentários :