sábado, 3 de janeiro de 2015

Bruno, claro como a água:" Marco Silva vai continuar a ser o treinador"


O nosso presidente foi claro como a água: 
"Marco Silva vai continuar a ser o treinador."
Na SportingTV , Bruno esclareceu e ...............mais palavras para quê?
"A nossa missão é agregar e não dividir. Faremos todos os esforços para que o clube viva em harmonia. Há muitas notícias que só aproveitam aos nossos rivais. Há dias vim desmentir as notícias do despedimento de Marco Silva. E alertei que iriam a continuar a sair notícias manipuladas… reitero: Marco foi escolha minha e vai continuar a ser treinador do Sporting. Tanto eu, como os sportinguistas e Marco Silva queremos vencer.
Os sócios têm o direito de exprimir as suas opiniões na forma, no local e na altura que pretenderem, sendo essas da sua inteira e exclusiva responsabilidade. Da nossa parte não há qualquer tipo de equívoco: só estão mandatados para exprimir as suas posições, os membros dos órgãos sociais do clube nos termos do mandato que lhes foi conferido. Nem sempre temos de estar de acordo: a diversidade de opinião é de saudar e enriquecedora num clube como o nosso, com longa tradição. Mas esta diversidade não pode ser extremada ao ponto de colocar em risco os objetivos de todos nós e dar trunfos aos adversários que aproveitam esta situação para escamotear os seus próprios problemas e desviarem a atenção dos mesmos.
Gerir não é fácil nem consensual e só conhece a missão quem o coloca em prática. É difícil, solitário, mas não significa que quem está mandatado para o fazer deixe de escutar a opinião dos seus pares. Tenho escutado, lido e refletido muito nos últimos dias. Conseguimos ter uma situação económica e financeira sustentável, algo que aos olhos dos nossos rivais é invejável. Também por isso fazem tudo para desviar as atenções dos seus problemas, com outras temáticas para nos diminuírem. Mas temos de reconhecer que também nós, muitas vezes, fazemos para isso. O nosso princípio orientar é o que temos ter de sempre presente: o Sporting acima de tudo e de todos".

Sem comentários :