segunda-feira, 17 de novembro de 2014

O casamento e os Adamastores.


Confesso que não sou adepto das mais variadas opiniões que o jornalista, Rui Santos, vai dando, quer na TV , quer nos jornais.
Este Sábado, dia 15 de Novembro de 2014, na sua crónica habitual, "Pressão Alta", no jornal Record, aborda o assunto do poder no futebol português e estou crente que nunca esteve tão certo na sua vida.
É portanto, uma crónica quase perfeita e a não perder.
O titulo é muito sugestivo:"Sporting varrido da "Nova ordem"". Só por aqui se adivinham as palavras seguintes.
Depois de BdC ter-se referido á aliança entre o FC Porto e o Benfica como um casamento, Rui Santos, pega no tema e conclui que é um casamento ...mas por conveniência.
Este "arranjinho" é para manter a bipolarização do futebol Nacional pois o Sporting começa a incomodar.
"Quer isto dizer, em síntese, que quem domina o futebol português ou quem consente ou permite gerar uma bola mínima da alternância não vê com muitos bons olhos a intrusão do Sporting, principalmente, se começam a ser questionados os pilares que sustentam o edifício do futebol português tal qual como ele é...."
O jornalista continua a referir-se a este poder e como Pinto da Costa sempre soube fazer as suas alianças e neste caso há muito que Joaquim Oliveira , com o Monopólio das transmissões televisivas , é o seu "anel de ouro".
Os encarnados , de há uns anos atrás , perceberam o problema do futebol português e lançaram-se numa guerra que parecia infinita sobre o apito dourado, Pinto da Costa, dos túneis, da fruta e do leitinho e da Oliverdesportos . Acontece que viram que não chegariam a lado nenhum e então decidiram mudar de estratégia.
Esta nova estratégia  nem será pelo aparecimento da BTV porque só por ela não resolve problema nenhum mas sim pelo aparecimento do "chato" do Bruno de Carvalho e do Sporting.
Assim pensou que o melhor é estar mais perto do FC Porto , numa estratégia de paz podre e não deixa crescer o Sporting.
E sem dúvidas , percebe-se o afastamento do nosso clube  das decisões da Liga  e do não interesse me discutir projectos, ideias e propostas , preferindo só escolher um nome. E um nome que respeite as posições de FC Porto e Benfica e que como se pode verificar já se propuseram a sustentar a Liga se não houverem sponsor´s.
Há que, portanto, assegurar o poder da Liga , a todo o custo!
Rui Santos, sabe que "o actual sistema de organização do futebol português é muito conservador, cheio de vícios e não é boa para o futebol Nacional. E, também, por isso mesmo com alguns erros cometidos , o dirigismo desportivo necessita de pessoas como Bruno de Carvalho. Porque as árvores precisam de ser agitadas. Sempre.
Amorsporting referiu-se a uma crónica "quase perfeita" pois faltou frisar os Clubes que apoiaram esta aliança e este continuar do sistema no futebol português. 
Pelos vistos, ninguém deseja um sistema novo, com novas , transparentes e imparciais regras ,novos nomes e uma Liga organizada e que distribua mais dinheiro para os clubes.
O que os Clubes desejam é o sistema velho onde não se ganha tanto dinheiro mas conseguem-se outros objectivos: não descer de divisão, receber jogadores emprestados e jeitos de arbitragens, etc, etc.
Se em Portugal viu-se uma grande mudança ao nível de treinadores de futebol penso, que também, deveria existir uma mudança ao nível dos presidentes dos Clubes.
Muitos destes presidentes em actividade são verdadeiros "Adamastores" que atormentam o nosso futebol.
Muitos, também, deverão ter rabos de palha e outros super agarrados ao poder como se pode comprovar com as poucas mudanças a este nível.
Agora, o casal(Jorge e Luís) desfrutam da sua lua de mel mas brevemente, como é apanágio de Jorge, a relação irá chegar a um......divórcio.
O pior , serão as partilhas !!!!

Sem comentários :