domingo, 9 de novembro de 2014

Jornada do LEÃO(10ª):Este Sporting perdulário é candidato ao titulo(1-1)??


O Sporting recebeu o Paços de Ferreira e voltou a dar tiros nos pés. Os leões estavam avisados quem visitava Alvalade mas mesmo assim deixaram-se dormir e empataram a um golo.
Depois, enquanto os Srºs árbitros deixarem de marcar fora-de-jogo a todos os lances em que o Sporting marca golo não vencemos ninguém. Já o mesmo não se  pode dizer dos árbitros que apitam os jogos do Benfica. Tudo o que pode favorecer os encarnados não apitam. Tudo o que os pode prejudicar, apitam tudo. Enquanto esta diferença não acabar , o Campeão está encontrado!!!!!
Voltando ao jogo.......um Sporting perdulário nunca será um verdadeiro candidato ao titulo.
Marco Silva efectuou 1 substituição em relação ao ultimo encontro: Carrillo entrou por Mané. O onze inicial foi o seguinte: Rui Patrício, Cédric, Sarr, Paulo Oliveira, Jefferson, William Carvalho, Adrien, João Mário, Nani, Carrillo e Slimani.
O jogo começou com um Paços bem fechado , com dois médios defensivos a colarem nos centrais e a defender com duas linhas de 4 homens. O contragolpe era rápido mas a equipa sabe ter a bola e o que fazer com ela. 
No entanto o Sporting estava avisado.
O Sporting jogava no seu habitual sistema mas no meio campo enquanto William Carvalho não decidir mexer o rabo e aprender a marcar, vamos passar maus bocados. Os passes eram precipitados e a pressão não surtia efeito. O futebol era mastigado e mais uma vez a posse de bola não significa vitórias. Muito pelo contrário, os passes eram muito centralizados e muitos eram mal medidos.
O remate de João Mário aos 5 minutos era um oásis.
O adversário pressionava e o Sporting não marcava bem. O Paços conseguia trocar a bola e num lance jogado entre linhas do Sporting, mais concretamente nas costas de William Carvalho, a bola é colocada em Hurtado e este isolado fuzilou. Era o 0-1.
Passados 5 minutos(35m) Jefferson , isolado pela esquerda , falhou o empate e o Paços de Ferreira conseguia chegar ao intervalo em vantagem.
Carrillo estava ausente e só num lance criou perigo. Pois bem , Marco Silva, ao intervalo, tirou o peruano e ainda William Carvalho e colocou Montero e Mané. Isto significou uma mudança táctica. Passámos a jogar em 4-4-2 declarado e o SCP cresceu imenso.
Os passes eram rápidos , a bola variava de flanco para flanco com rapidez e João Mário e Adrien mandavam no meio campo. Nas pontas , Nani e Mané começaram a criar perigo mas foi Fredy Montero que fez um Golão. O colombiano , aos 47 minutos, pegou na bola e do meio da rua desferiu um pontapé na bola que só parou no fundo da baliza de Defendi.
As duas substituições mexiam com o jogo e o Paços aparecia de vez enquando no ataque.
Aos 68 minutos , livre de Nani e grande defesa de Defendi para canto.
Depois , Sérgio Oliveira , foi expulso por acumulação de amarelos e o Sporting passou a massacrar o seu adversário. No seguimento da falta que originou a expulsão mais uma grande defesa de Defendi. A quinze minutos do final , Marco Silva, lança Capel por Cédric e o espanhol falha um golo de baliza aberta na 1ª vez que toca na bola.
O Sporting arriscava tudo em busca da vitória e acentuava a pressão. O jogo estava completamente controlado e só faltava mesmo o golo mas Slimani aos 88 e 89 minutos falhava 2 golos incrivelmente. Antes, Montero tinha tirado todos da frente mas rematou á figura do guarda-redes do Paços e marcou um GOLO LIMPO que foi anulado. Mais um caso a prejudicar o Sporting.
O fim chegou e o empate prejudica o Leão que não soube marcar mais um golo no meio de tantas oportunidades.
Individualmente : Rui Patrício não fez uma defesa; Cédric ajudou o ataque mas hoje cruzou muito mal; Sarr e Paulo Oliveira cortaram quase tudo; Jefferson atacou bastante e falhou um golo isolado; William demora a aparecer e não soube defender; Adrien foi influente e carregou a equipa; João Mário foi enorme e sabe jogar em qualquer lugar; Nani faz uma coisa mal, para muito o jogo e o SCP precisa de ir á linha cruzar mais , Carrillo esteve apagado e Slimani falhou golos incríveis. Montero entrou e marcou dois golos mas só valeu um; Mané esteve irrequieto e trouxe repentismo ao jogo e Capel podia ter marcado.
O melhor para Amorsporting foi o jovem João Mário que teve bola, não a perdeu, rematou, driblou e mesmo com um cartão amarelo transportou muito jogo na 2ª parte. Grande jogador!!
O pior foi mesmo o argelino pois ter tantas oportunidades e falhar todas ...é imperdoável!!
Assim não chegaremos ao titulo.....pois também os outros são levados ao colo......

Sem comentários :