quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Godinho Lopes, Luís Duque , Carlos Freitas e Nobre Guedes prestes a serem processados pelo SCP.


Bruno de Carvalho e a Direcção do Sporting propuseram , hoje, em comunicado á CMVM a aprovação em Assembleia Geral de processos de acções de responsabilidade civil contra Godinho Lopes, Luís Duque, Nobre Guedes e também Carlos Freitas devido aos contratos celebrados com os jogadores: Izmailov, Jeffren e Alberto Rodriguez.
Izmailov: 
O caso é sobre a renovação do contrato com o russo quando faltavam 2 anos para o seu términus. A proposta foi presente ao jogador para a renovação do contracto por mais 4 épocas com uma remuneração iliquida de cerca de 5.516.000€ o que na altura era um aumento ao seu salário. Depois ainda conseguiram celebrar com a sociedade Gondry Financial Services Limited um contrato de exploração dos direitos de imagem do jogador Izmaylov pelo valor global de € 853.360,00 e ainda celebraram com a sociedade Sbass Limited um acordo que a Sporting SAD pagou uma comissão pela intermediação na renovação do contrato com o jogador, no montante de € 480.000,00. 
Além de Izmailov ter custado uma pequena fortuna , que o Sporting não tinha, estes srºs ainda renovaram o contracto dum jogador que tinha vários processos disciplinares e que estava sempre lesionado o que fazia que não contasse para nada. O comunicado refere que á data da renovação o jogador tinha efectuado 26 minutos dum jogo. 
Se não havia dinheiro porque é que fizeram estes contractos chorudos e ainda por cima com um jogador que não jogava ?
Jeffren:
Mais um caso vergonhoso que não se percebe como este jogador assinou pelo Sporting sem efectuar os testes médicos. Incrível ! Se isto não é gestão danosa o que será ? O departamento médico avisou de que o jogador teria que efectuar os testes médicos mas os srºs não quiseram. Porquê ? O seu salário era astronómico :  9.338.710€ além de outras regalias. A transferência custou ao SCP 3.750.000€ a pagar ao Barcelona. Simplesmente vergonhoso.
Alberto Rodríguez:
O jogador ficou com um salário de 669.000€ e no acto de assinatura o SCP pagou outra fortuna: 836.400€. Depois ainda pagaram mais 492.000€ á Gestifute uma comissão e estes ainda ficaram com 30% do passe do atleta. Além disto o departamento médico avisou , depois dos testes médicos , que o jogador tinha problemas físicos(pubalgia) e o seu nível muscular não era capaz de suportar muitos jogos. Os srºs decidiram também celebrar o contracto com o jogador . Bravo. 
Meu Deus , como é possível tanta burrice ou será que lhe pudemos chamar outros nomes ? Incompetência também não pode ser pois estas pessoas andaram nesta vida muito tempo.  
Amorsporting apoia a 100 % estas propostas da Direcção pois todos estes srºs que passaram pelo nosso clube e que o prejudicaram deveriam ser apresentados á justiça.
P.S.-Só tenho pena é que estas decisões não se expandam para os políticos.

Sem comentários :