quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Doyen Sports . Os amigos do FC Porto

É curioso ! A Doyen Sports emitiu um comunicado também ele cómico ! Andam a apanhar o jeito dos lampiões.
Este fundo de jogadores sentiu a estocada do nosso presidente e então decidiu sair do local de conforto para se dar á morte. Pois é meus amigos sabem que o que eu digo ? 
Quando o barco mete água os primeiros a aparecerem são os ratos !!!!
Este grupo emitiu um comunicado onde até fala de Mangala. Mas porquê ??? Estão com alguma dor ? De consciência não ? E não acham que a sua transferência devia ser melhor explicada ? 
Com esta história toda fiquei mesmo com a certeza de que Marcos Rojo está a ser mal transferido pois se o mesmo grupo diz que o francês vale 53.800.000€ então e o central do SCP só vale 20.000.000€?
Mais amigos do FC Porto pois gabam-se também das relações com o clube da fruta e do leitinho. O Benfica é outro amigo dos tripeiros , pelo menos para o Vice do SLB , Moniz , é-o. 
Já reparam nos jogadores que este grupo coloca/colocou no FC Porto ?  E não me digam que é só uma feliz coincidência com a história da cabala contra o Sporting e Benfica.
Agora até parece que devemos alguma divida para toda a vida para com este grupo!
"7. A Doyen foi fundamental para que o jogador Marcos Rojo pudesse ser transferido para o Sporting porque assumiu, no momento da negociação, o pagamento de 75% do valor da transferência assumindo até as primeiras prestações antes de o Sporting ter que pagar os seus 25%, numa outra medida de facilitar a vida ao clube. Sem a intervenção da Doyen, através do financiamento, o Marcos Rojo não seria jogador do Sporting. Mas mais ainda, em simultâneo realizámos outras operações com o Sporting entre as quais um empréstimo ocasional para o clube poder fazer face às dificuldades de tesouraria que tinha no momento;
8. Foram assinados, de boa fé e livre vontade, contratos entre a empresa e o Sporting que regem a relação de partilha de direitos sobre o atleta em causa. O Sporting recebeu apoio jurídico e fiscal para o efeito através do seu departamento jurídico que ainda hoje está no clube. Todas as partes asseguraram os seus direitos nas proporções e condições negociadas;
9. O Sporting, como qualquer outro clube que trabalha com a Doyen, não está obrigado a vender o jogador com o qual tem um acordo de partilha de direitos económicos porque isso limitaria a independência do clube ainda que não fosse ilegal essa obrigação. A decisão não passa pela Doyen, só compete ao clube e ao jogador. Orgulhamo-nos de defender esta fórmula;
10. Obviamente que a empresa tem que salvaguardar os seus interesses; não existindo regras contratualizadas entre as partes, o investimento realizado poderia nunca gerar qualquer retorno podendo estar mesmo em causa qualquer verba investida;
11. O Sporting está portanto no seu inteiro direito de não transferir o jogador Marcos Rojo sabendo que para isso só tem que compensar o fundo nos termos e prazos conforme está estabelecido contratualmente desde início;
12. No sentido de entender qual a postura do clube a Doyen tentou por vários meios contatar o Sporting no intuito de entender qual a posição do clube até porque anteriormente, em reuniões e por escrito, ficou claro que o Sporting venderia o jogador. Nessa altura foram-nos indicadas condições que estão completamente fora do âmbito contratual;
13. Apesar de não ter direito a exigir mais do que está no contrato o Sporting indicou essas exigências extras e sem nexo como condição para "deixar sair/libertar" o jogador. O Sporting parece que exige agora (parece porque oficialmente não sabemos de nada) ainda mais contrapartidas que só podem ser encaradas num cenário de demagogia e de uma realidade virtual. Entende-se talvez assim a revolta do jogador porque foi-lhe dada a palavra e feita uma promessa que agora o clube não quer assumir, o mesmo com a Doyen que trabalhou, por solicitação do clube, no sentido de obter propostas mais vantajosas para todos;
14. Num ato de boa-fé, até porque a Doyen reconhece o papel importante do clube na promoção do jogador, foi proposto por escrito, tendo sido impossível pessoalmente apesar das várias tentativas, condições especiais que beneficiariam em muito o Sporting caso o clube optasse por transferir o jogador. Para a Doyen, face às propostas existentes e aquilo que por boa vontade oferecemos ao Sporting, o cenário mais lucrativo, substancialmente mais, é que o Sporting decida manter o jogador nos seus quadros profissionais, direito que, repetimos, lhe assiste e que também vem de encontro aos nossos interesses;
15. Por vicissitudes alheias à Doyen, aproveitamos ainda para esclarecer que mesmo pelo valor da cláusula o Sporting tem os mesmos direitos que tem hoje não recebendo portanto mais dinheiro ou contrapartidas caso a oferta seja de 20 ou 30 milhões, sendo trinta o valor da cláusula de rescisão;
18. É do conhecimento geral a "cruzada" travada por esta direcção contra os agentes e representantes de jogadores e também contras os fundos. Nós, Pini Zahavi, entre tantos outros, incluindo os maiores agentes internacionais, somos pelos vistos inimigos do clube! Não se percebe que benefício o Sporting poderá retirar ao hostilizar os fundos e os agentes não querendo cooperar nem ter relação com quem mais pode ajudar. Estranhamente algum(ns) agente(s) têm relações privilegiadas. Mas mais uma vez está claro que o Sporting pode e deve cooperar com quem entenda e que melhor sirva os interesses do clube e das pessoas que o representa; 
20. Gostaríamos ainda de reafirmar o nosso maior respeito pela instituição que é o Sporting e respectiva massa associativa e todos os seus adeptos."

Ora bem , consigo retirar alguns apontamentos desta maratona :
  1. O Sporting então tem o direito de não vender o jogador mas tem que compensar o fundo como está estipulado.....Mas o que está estipulado ? Acabaram por não dizer ou não interessa? E o que é que está estipulado ?
  2. Ficou escrito em reuniões que o Sporting concordava em transferir o jogador ......Mas disseram por quanto ? Ah é ao desbarato não ?
  3. Foi prometido ao jogador uma coisa que agora não querem cumprir........Mas foi o quê o prometido ? prometeram que o vendiam por 20.000.000?
  4. O Rojo está no Sporting devido ao grupo Doyen Sports . É verdade . O Godinho Lopes continua a ser um gajo porreiro que mantinha negócios com esta corja . Agora nós temos que os gramar. É só mais uns que estão ligados ao FC Porto e depois não é de admirar que se façam negócios estranhos ,de jogadores mudarem de Alvalade para o Dragão , de se saberem coisas nos jornais que não se deviam saber, enfim ....o melhor é mesmo não fazer negócio com quem mantém negócios com estes M.....
  5. Não percebi....O Sporting mantém os mesmos direitos mesmo que seja vendido por 20 ou 30.000.000€. 
  6. Uma cruzada? até poderia ser mas nós seríamos um tipo de Robin dos Bosques . E sim é preciso cortar com alguns empresários que só sabem prejudicar o Sporting e agora fazerem-se de vitimas não vale a pena pois isso já não pega. 
E já agora não vale a pena , também , dizer que respeitam a massa associativa do Sporting pois é mentira. 
Depois de contar a história da cabala contra o nosso clube e de saber os jogadores que este grupo coloca /colocou neste clube ranhoso ainda não acredita ?
Uma coisa é certa : Se Bruno de Carvalho não metesse medo eles nem se davam ao trabalho de sair do ....barco. 
Ratos....muitos ratos.....existe muita rataria.

Sem comentários :