segunda-feira, 21 de julho de 2014

Sporting vence Benfica por 1-0 e revalida Taça de Honra

Foto: Jornal Record
O Sporting venceu o Benfica por , 1-0 e revalidou a Taça de Honra da A.F.Lisboa. O golo obtido foi marcado por André Martins aos 42 minutos. 
Marco Silva colocou praticamente a mesma equipa inicial de ontem , só mudando Capel na vez de Wilson Eduardo. Assim de inicio surgiu: Boeck, Cédric, Jefferson, Mauricio, Dier, Rosell, André Martins , Adrien, Capel, Carrillo e Montero.
A 1ª parte foi equilibrada mas o único perigo vinha dos Leões. O Sporting começou e acabou melhor com o Benfica a superiorizar-se no meio destes 2 períodos. 
As duas equipas pressionavam muito alto e não deixavam os meios campos pegarem na bola. Os encarnados tinham mais posse de bola mas o SCP era mais pragmático, rápido e quando queria sabia ter a bola nos pés. Existiam muitas faltas o que é normal na pré-época e tirando o golo as defesas superiorizavam-se sempre aos ataques. 
Antes do golo , Carrillo ainda levou a bola ao poste da baliza de Artur que viria a sofrer o único golo do jogo aos 42 minutos da partida. A defensiva dos encarnados perdeu a bola no meio campo, o SCP foi muito rápido a colocar a bola em Carrillo que se isolou pela direita do ataque e serviu de bandeja o golo a A. Martins. Este era o resultado ao intervalo.
Na 2ª parte o SCP voltou a entrar muito melhor e poderia ter marcado mais golos. Adrien num pontapé , logo aso 50 minutos, obrigou Artur a defender para canto. João Mário , que entrou ao intervalo pelo autor do golo , entrou muito bem e deu mais de tudo ao nosso meio campo. 
As equipas continuaram a pressionar muito alto mas o Sporting ganhava mais bolas e mandava no jogo. Dier era senhor das alturas, Cédric conseguia chegar á linha e cruzar, João Mário dava posse de bola e Carrillo estava muito mais pressionante e jogador de equipa . Aos 60 minutos , Montero falhou outra oportunidade na cara de Artur e na Btv o comentador afirmava que o domínio do SCP não era por nosso mérito mas sim porque o SLB perdia muitas bolas. Que comentador fantástico.
Carrillo , aos 65 minutos , poderia ter feito melhor mas o seu remate foi ao lado da baliza encarnada. 
O desgaste das duas equipas começava a ser mais evidente e começaram as substituições. No Sporting saiam Montero e Capel e entravam Tanaka e Mané. 
Aos 70 minutos de jogo o Sporting recuou , fechava-se bem e tentava mais o contra golpe rápido. Por sua vez o SLB a precisar de empatar o resultado tinha mais bola mas não assustava Boeck. O perigo continuava a vir dos Leões que eram mais esclarecidos, rápidos mas sobretudo não perdiam tantas vezes a bola.
Aos 73 minutos saiu Adrien e Carrillo e entrou Heldon e Slavchev. 
No Restelo estavam um pouco mais de 10.000.000 espectadores.
Nos últimos 10 minutos o SCP recuou ainda mais um pouco e não deu oportunidades ao Benfica. Os encarnados ganhavam alguns livres e cantos mas Boeck não fez uma defesa.
E assim terminou a partida com a vitória justa do Sporting que foi o mais perigoso no campo e teve as oportunidades quase todas do jogo. De qualquer forma foi um jogo que se disputou já com uma intensidade muito boa para a pré-época.
Individualmente: Boeck não teve quase trabalho nenhum; Cédric já esteve muito bem; Jefferson foi menos ofensivo; Dier e Maurício estiveram intransponíveis; Rosell não engana; A. Martins marcou o golo; Adrien já esteve mais solto; Capel acelerou a equipa e esteve muito melhor que na Sexta-feira; Carrillo mostrou que pode ser um caso muito sério se for mais jogador de equipa como foi hoje e souber quando tiver que fazer a diferença frente ao adversário ; Montero esteve melhor mas sozinho; João Mário entrou ao intervalo e espalhou classe no Restelo; Slavchev vai somando minutos; Mané e Heldon deram mais velocidade e Tanaka tem pés mas também esteve muito sozinho.
Para Amorsporting , João Mário foi o melhor Leão. Entrou muito bem no jogo e mostrou que é para ser titular neste meio campo. Sabe o que fazer á bola, é difícil tirarem-lha do pé, sabe quando a passar, é forte e tem uma técnica apuradíssima. Bravo, João.
Marco Silva , no final , esclareceu que as vitórias são muito bem-vindas mas que não vale a pena valorizar muito este resultado pois é pré-época e o que interessa é evoluir .

Sem comentários :