quinta-feira, 10 de abril de 2014

Orçamento de 2014/2015 já pago !


Há dias , o Jornal Record publicou : " As contas do Presidente" onde vinham as saídas , entradas , renovações e outros pormenores das contas do SCP desde a chegada de Bruno de Carvalho á presidência do nosso clube. É um excelente trabalho jornalístico a provar que o jornal tem excelentes jornalistas mas com um director muito parcial . O artigo foi de António Adão Farias e João Lopes e tinha como titulo :
                                       
" Milhões em caixa para atacar o titulo "

"Com a transferência de Elias para o Corinthians, Bruno de Carvalho deu por terminado um dos dossiers que maiores dores de cabeça lhe deram desde que assumiu a direcção do Sporting, há pouco mais de um ano.
O presidente resolveu este caso e quem ganhou foram os cofres da SAD. Contas feitas, a direcção de Bruno de Carvalho registou 26,55 milhões de euros em transferências de jogadores: Arias (0,675 milhões), Bruma (13), Elias (4), Gelson (0,5), Ilori (7,5), Schaars (0,842). A este montante acrescem 20,2 milhões em poupanças estimadas entre ordenados e contratos de exploração de imagem só com Elias (8), Jeffren (7,2), Labyad (4,5) e Rinaudo (0,5).
Os ganhos da gestão de Bruno de Carvalho neste capítulo estão, portanto, na ordem dos 46,75 milhões de euros, entre o dinheiro que entrou nos cofres da SAD (vendas) e aquele que deixou de sair (salários e afins). Tendo em conta que os leões comunicaram gastos de apenas 6,31 milhões em compras de jogadores, conclui-se que o saldo se fixa nuns positivos 40,44 milhões de euros.
Ou seja, só esta verba chega e sobra para cobrir o orçamento de 25 milhões, recentemente anunciado por Bruno de Carvalho para a próxima temporada. Aliás, o montante quase dobra o valor imposto pelo presidente. E se forem acrescentados os 8,6 milhões referentes à entrada na Champions e os 15 milhões correspondentes a direitos televisivos, constata-se que o futebol leonino tem a próxima época mais do que paga.
Em Alvalade, há agora milhões para atacar o título, objectivo anunciado por Bruno de Carvalho, presidente que elevou recentemente a fasquia a pensar em 2014/15. Esta verba não será, naturalmente, gasta na sua totalidade com a equipa de futebol, até porque há deveres a cumprir para lá das quatro linhas. Ajudará, contudo, a conseguir outros objectivos como reforçar a equipa de Leonardo Jardim com maior qualidade e, claro, ajudar Bruno de Carvalho no objectivo de recuperar percentagens de passes de vários activos do clube, como, por exemplo, William Carvalho, cujo passe é detido por Sporting (60%) e Sporting Fund (40%).
  • Rescisões tiveram custos reduzidos

Bruno de Carvalho rescindiu contrato com vários jogadores leoninos, entre o final da última época e o início desta, mas os custos da operação foram reduzidos, tendo em conta os ganhos em vendas e poupanças de salários. Contas feitas, a SAD gastou 1,203 milhões de euros em indemnizações na sequência das desvinculações de André Santos, Boulahrouz, Juary, Onyewu e Pranjic.

  • Há mais dinheiro bem encaminhado


A soma das vendas pode subir, já que houve negociações feitas com base em cláusulas que devem permitir encaixes superiores aos anunciados. Esse é o caso de Bruma, negociado com o Galatasaray por 10 milhões de euros, tendo sido estipulado que os turcos teriam de pagar mais 3 milhões em caso de apuramento para a Champions. Ora, o “Gala” continua nessa luta...".

Sem comentários :