quarta-feira, 9 de abril de 2014

O caso Inocêncio Calabote e a Taça da Liga !


O Conselho de Disciplina desatou a dar castigos ! Deve ser da época da Páscoa. Desta vez , por muito estranho que pareça, pois os meios de comunicação social só falam das queixas de arbitragem do SCP, o castigo não foi para Bruno de Carvalho mas sim para Pinto da Costa. Eu sei que é estranho mas é a pura verdade ! O presidente dos azuis foi castigado com 1 mês de suspensão e uma multa de 765€. Este castigo, que é a pena mínima , é devido a palavras proferidas pelo líder dos Dragões á 5ª jornada da I Liga em que o Estoril e FC Porto empataram a 2 golos. Pinto da Costa protestou dizendo que a arbitragem inventou uma grande penalidade e que o 2º golo do Estoril foi em fora de jogo . O presidente azul disse ainda que a actuação do árbitro lhe fez lembrar o caso Inocêncio Calabote. 
Amorsporting , depois de alguma pesquisa, lembra-lhe que caso foi este, de Inocêncio Calabote ! ( Vejam a coincidência deste caso com o da Taça da Liga com o Sporting.)
Em 58/59 á última jornada, FC Porto e Benfica estavam empatados pontualmente e o que desempatava era o goal-average. O FC Porto tinha vantagem de 4 golos sobre o rival. Ambos os jogos estavam marcados para as 15 horas mas o Benfica para tentar tirar proveito retardou a sua entrada em campo em 6 minutos. Acontece que estes 6 minutos mais os 4 minutos de desconto , dados pelo arbitro, Inocêncio Calabote, tornaram-se em 10 minutos. Assim o jogo dos encarnados terminou 10 minutos depois do jogo do FC Porto. Para não falar destes minutos todos ainda veio á baila as 3 penalidades máximas que foram marcadas para os encarnados e houve quem falasse da existência de uma 4ª mas que não foi marcada. Ora bem, este árbitro foi irradiado ! Ah , o FC Porto acabou mesmo Campeão ! Mas o árbitro , Inocêncio Calabote, foi irradiado porque omitiu no relatório que o jogo começou atrasado o que acumulou com uma suspensão anterior. Este caso como podem reparar é lembrado como associado ao favorecimento ao clube da Luz e até um livro existe! 

No entanto esta época foi um pouco atípica como algumas têm sido , em Portugal . Um jogador do Benfica foi suspenso com 5 jogos e quando a suspensão estava quase cumprida foi reduzida a 1 jogo ; o jogo Belenenses - Benfica a 7 jornadas do fim , foi repetido porque o Belenenses protestou por um golo lhes ter sido anulado um golo. O jogo acabou repetido antes do decisivo Benfica - CUF (última jornada) e depois dos encarnados terem perdido em Alvalade por, 2-1 ; também a 3 jornadas do final do campeonato o FC Porto venceu o Belenenses por , ....7-0, quando este clube de Lisboa era fortíssimo e acabou em 3º lugar a 3 pontos do FC Porto e Benfica ; na penúltima jornada , a tal vitória do SCP ao Benfica, estes acabaram o jogo com 9 jogadores e no último jogo do FC Porto, em Torres Vedras, este clube terminou o jogo com 9 jogadores e só depois das expulsões e nos últimos momentos do jogo é que o FC porto marcou mais 2 golos. Assim como verificar este caso "Calabote" não foi o único nesta época atípica . Houveram muitos mais ! 
Depois desta história onde é que Amorsporting deseja chegar ? 
Vejamos :
  1. Este caso foi na época 58/59 , portanto há 56 anos: 
  2. Este caso foi lembrado pelo Presidente do FC Porto , na 5ª jornada, quando os azuis empataram com o Estoril para o Campeonato;
  3. O lembrar/saber/conhecer deste caso só prova que o FC Porto sabia o que teria que fazer para atrasar o jogo da Taça da Liga entre o FC Porto e o Marítimo;
  4. Só prova que o que aconteceu não foi um acaso , como ficou provado no Acórdão do CJ da FPF;
  5. Como podem ler pela história narrada não só interessam os 2/3/4 minutos no atraso do principio do jogo mas como depois, ainda, se vai somar aos minutos de desconto; 
  6. No caso da Taça da Liga , o FC Porto até marcou logo nos 1ºs minutos de desconto mas imagino se assim se não tivesse acontecido. Quantos minutos, depois , acabaria  o jogo ? 
Como podem ver estes truques e outros e também casos do futebol português existem há décadas como o caso Calheiros, os Quinhentinhos, Apito Dourado, mas nunca se passou nada.
O resto já sabem através do vergonhoso Acórdão do Conselho de Justiça da FPF do caso Taça da Liga que dá razão ao Sporting mas diz que não foi com intenção de prejudicar outros. 
P.S.- ehehehehehe Qualquer dia quem roubar mas conseguir provar que não foi para prejudicar terceiros não lhe acontece nada ou então tem uma multazeca para pagar. É só contactar os advogados do FC Porto.

1 comentário :

Jorge disse...

Já tinha ouvido o Porto queixar-se deste caso. Não sabia que tivessem revertido o titulo de campeão para o Porto. Naquele tempo pelos vistos havia isenção dos órgãos federativos o que hoje não se passa. Penso que o Sporting poderia ter utilizado este caso como argumentação da razão que lhe assiste. Todo o caso fica o aviso para não se voltar a repetir. O Porto não vai voltar a abusar da sorte.