quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A batalha pelo controlo do futebol português

João Tocha e Mário Figueiredo

João Tocha, responsável pela comunicação da Liga e principal assessor de Mário Figueiredo abriu o livro e confirmou a recente noticia de Amosporting (link). João Tocha analisou e criticou o momento do futebol português. Mário Figueiredo prometeu  e vai a caminho de o cumprir mas existem clubes e forças que não o querem. Em causa está a centralização dos direitos televisivos(semelhante a Inglaterra-os direitos televisivos são pagos á Liga inglesa e depois esta divide em percentagens diferentes aos clubes. A diferença está na classificação no Campeonato) e a legalização das apostas online em regime aberto. E isto tudo , para João Tocha , implica o derrubar dos monopólios ainda existentes tais como os Jogos da Santa Casa e a Oliverdesportos. Isto vai originar mais dinheiro para os clubes através da Liga de Clubes. Por isso está-se a batalhar pelo controlo do futebol português. Há muitas variantes desde, a extinção da Liga e centralização de tudo na FPF(que dava jeito a Pinto da Costa). Então Pedro Santana Lopes e Joaquim Oliveira esfregam as mãos e patrocinam o declínio de Mário Figueiredo para continuarem a amealhar o dinheiro todo. No aspecto de concorrência há que dar os parabéns aos rivais de Lisboa de terem tido a coragem de acabarem com a hegemonia e monopólio da Oliverdesportos e de fundarem o seu próprio canal televisivo. O caminho do Sporting deverá ser o mesmo e os sócios do Sporting deverão assinar o nosso canal e aí sim acabar com a mama os Oliveirinhas. Na ultima reunião de presidentes estiveram os seguintes clubes do principal escalão: Sporting, FC Porto, Benfica, V. Guimarães, Sp. Braga, Estoril, Nacional, Marítimo, Arouca, Belenenses, V. Setúbal, Olhanense, Académica, Gil Vicente e Rio Ave mas a reunião não correu bem pois alguns clubes(os do costume) propuseram a renuncia do presidente Mário Figueiredo mas ele não aceitou mas este contrapôs que se todos os clubes assinassem para ele sair que abandonava a Liga . Os clubes não responderam e a resposta há-de ser dada por isso neste momento imagino as jogadas de bastidores para comandar a Liga de Clubes. Este é a batalha do momento e a ver vamos que coelhos saem das cartolas . Só espero é que se faça magia para varrer muito lixo que existe no nosso futebol. Uma coisa é certa: mesmo que o Sul ganhe a liderança da Liga a guerra vai continuar pois o poder está na FPF. Para isto acabar o Sul tem que ganhar a Liga e a FPF. Quanto a Amorsporting vai estar muito atento a todas estas movimentações.

Sem comentários :